A Cabana.De qual deus fala o livro?

Já ouviu falar do Livro ” A Cabana”?

Pois é, recebi uma análise bem interessante do livro de alguém que leu e percebeu muita coisa contraria à fé católica.Como esse livro tem sido muito comentado e muita gente boa tem lido,estamos publicando a análise para nos ajudar a:

– Perceber nas entrelinhas do livro,ou em outros que venhamos a ler,a ideologia de esvaziamento de pontos essenciais de nossa fé católica;

– Ajudar-nos a perceber nossa atitude diante daquilo que lemos, principalmente em obras de cunho religioso ou “auto ajuda”, que adentram na dimensão espiritual/espiritualista que interessam a nós católicos;

– Ajudar-nos a despertar o senso critico – não neurótico, mas atento – para filtrar à luz de nossa fé aquilo que vale a pena ler ou não. A oferta hoje é tamanha que exige de nós critérios para não perder tempo,nem dinheiro, com aquilo que nada acrescenta de consistente à nossa fé ou a nossa vida;

Ás vezes impressiona a Incapacidade que muitos tem de não perceber, dentro daquilo que estão lendo, onde tem verdade ou não.Alguns não conseguem ver nada errado onde qualquer olhar mais atento percebe tudo!

Estará em cor o diálogo de análise e questionamento com algumas colocações feitas no livro.

A proposta não é analisar todo o livro mas apenas algumas partes na esperança que possa despertar naqueles que ainda vão ler,se tiverem “estômago”, uma nova percepção e naqueles que já leram uma confirmação daquilo que provavelmente haviam percebido.

Desnecessário se faz dizer que a análise foi feita a partir da fé católica, o que poderá tornar algumas colocações não muito claras para quem não está razoavelmente por dentro da doutrina básica de nossa fé.

De qualquer forma ,é bem interessante..

Pelo tamanho,iremos postar aos poucos..

***

” A cabana”- análise do livro sob ótica católica.

  1. O livro é muito bem escrito e atraente no seu enredo simples, no assunto e no estilo. A linguagem, porém, com algumas citações bíblicas feitas de formas indiretas, traz uma profusão de sofismas capaz de iludir o leitor menos atento. (lembro que a “metodologia” do sofisma, muito utilizado na filosofia grega antiga, consiste em tomar uma verdade ou duas verdades e combiná-la com uma ou mais inverdade de formas que tudo pareça verdadeiro ou que tudo pareça falso, de acordo com o objetivo de quem sofisma). O livro traz em seu próprio enredo incoerências entre a trama e o que é dito pelas “pessoas” da “trindade”.
  2. a editora do mesmo (e isso é muito importante ao comprar ou ler um livro dedica-se a livros de auto-ajuda ou assuntos não comprovados nem pelo próprio livro nem pela ciência, teologia e, por vezes, o bom-senso). É bastante ler a lista dos seus “clássicos”, na ultima página do livro. A exceção é O Monge e o Executivo.

O livro conta a história de um homem que, em um acampamento nas montanhas com os filhos tem sua caçula seqüestrada e morta enquanto está sob a água, tentando salvar um outro filho, que se afogava sob um bote. Após quatro anos de tristeza e desilusão, recebe uma carta de Deus, que se apresenta como Papai convidando-o a voltar à cabana onde o crime contra sua filha havia sido cometido. Relutante, aceitou.

Até aqui, nada anormal. A ficção, afinal, dá direito a todo tipo de imaginação. O inadequado começa quando este homem, Mack, encontra a “trindade” na cabana. Naturalmente, como autor, Young goza o direito de utilizar sua imaginação, sua bela linguagem, suas descrições do Pai como uma senhora negra que cozinha, o Filho como um judeu cujo nariz enorme o deixa feio e o Espírito como uma moça asiática feita de luz.

Ele tem o direito, sim, de imaginar a trindade como um autor leigo ignorante da boa teologia e eclesiologia e influenciado pela Nova Era, pelo Espiritismo e pelo Relativismo. Nós é que temos o dever de distinguir o que é bom do que não é. A narrativa é tão envolvente, que os deslizes de Young quanto à fé, a eclesiologia e a moral podem passar desapercebidos para a pessoa mais bem formada. Vejamos alguns:

I. O PAI

  1. O Papai é apresentado como uma mulher (Young parece decidido a quebrar todos os paradigmas) e chamado de papai durante todo o livro, tanto pelo Filho e pelo Espírito, quanto por Mack. Sabemos que João Paulo II afirma que Deus é Pai e Mãe quanto ao cuidado, ao coração misericordioso, as entranhas de misericórdia, tão típicas de uma mãe. Entretanto, o Deus que Jesus nos veio revelar é o Deus que é Pai, ainda que afirme em Mt 5 que Ele tem entranhas de mãe. A justificativa do “pai” para apresentar-se como mulher é o fato de Mack ter rejeição ao seu pai biológico (p. 83). Esta mulher, entretanto, não é mãe, mas pai. Seus afazeres são, segundo ela mesma, de cozinheira e governanta. Este pai mulher traz as cicatrizes de Jesus, como se o Pai não fosse puro espírito, mas tivesse um corpo de homem, isso é, de mulher.
  2. Em um esforço de fazer “deus mais perto de nós”, o autor acaba por esbarrar no grotesco. Além da descrição do Pai como uma enorme negra que se auto-intitula governanta-cozinheira e traz cicatrizes no corpo (???), destacam-se algumas situações especiais. Perguntado por Mack sobre que música estava ouvindo, respondeu:

” Um barato da Costa Oeste. É um disco que ainda nem foi lançado, chamado Viagens do Coração, tocado por uma banda chamada Diatribe . Na verdade – ela piscou para Mack – esses garotos ainda nem nasceram.

– É mesmo, reagiu Mack bastante incrédulo. – Um barato da Costa Oeste, hein? Não parece muito religioso.

– Ah, acredite: não é. É mais tipo funk e blues eurasiano com uma mensagem fantástica. – Ela veio bamboleando na direção de Mack, como se estivesse dançando, e bateu palmas. Mack recuou. (!!!)

– Então Deus ouve funk?

– Ora, veja bem, Mackenzie. Você não precisa ficar me rotulando. Eu ouço tudo e não somente a musica propriamente dita, mas os corações que estão por trás delas.”(p. 81) ( os rótulos são especialmente detestados na nova era e no relativismo)

  1. O “pai” dá uma explicação completamente esdrúxula para ter-se revelado como pai e não como mãe:

“…assim que a Criação se degradou, nós soubemos que a verdadeira paternidade faria muito mais falta do que a maternidade. Não me entenda mal, as duas coisas são necessárias, mas é essencial uma ênfase na paternidade por causa da enormidade das conseqüências da função paterna”(p. 84). Creio que tal absurdo dispensa comentários. O autor não leva em conta o que a Bíblia e a Igreja dizem da missão do homem, do pai, da mulher e do homem na criação, na família, na sociedade. Aliás, esta é uma das características do livro. Não lhe importa o que diz a Palavra ou a Igreja e esta, como todas as instituições, são desprezíveis aos olhos da “trindade”, que orienta Mack a desprezá-las.

  1. Ao definir o que Ele é, desautoriza o que os homens pensam e definem dele (embora não cite diretamente a Igreja e os teólogos, fica implícito pelas palavras que usa). No final, felizmente diz que é “acima e além de tudo o que você possa perguntar ou pensar.”(p. 88)
  2. Na página 89, o pai faz uma afirmação capaz de fazer tremer os céus: “Quando nós três penetramos na existência humana sob a forma do Filho de Deus, nos tornamos totalmente humanos. Também optamos por abraçar todas as limitações que isso implicava. Mesmo que tenhamos estado sempre presentes nesse universo criado, então nos tornamos carne e sangue. Seria como se este pássaro, cuja natureza é voar, optasse somente por andar e permanecer no chão. Ele não deixa de ser pássaro, mas isso altera significativamente sua experiência de vida.” E continua a confusão teológica sobre 3 Pessoas em um só Deus dizendo: “Ainda que por natureza Jesus seja totalmente Deus, ele é totalmente humano e vive como tal (!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!) Ainda que jamais tenha perdido sua capacidade inata de voar, ele opta, momento a momento, por ficar no chão. Por isso (!!!!!!) seu nome é Emanuel, Deus conosco, ou Deus com vocês, para ser mais exata.” De uma tacada só, além de destruir o dogma da Santíssima Trindade, (somente o Filho se faz homem e, embora as outras duas pessoas estejam com ele e nele, não se pode dizer que os três se fizeram homem) atinge a união hipostática e a profecia de Isaías. A impressão que dá é que o autor “ouviu o galo cantar, mas não sabe onde”. Por mais que se queira justificar tais afirmações com o fato da intenção do autor não ser teológica, ele insiste, como outros autores de livros metade cristãos-metade autoajuda, em colocar o Evangelho, a Palavra e a Igreja a serviço de sua idéia e objetivo e não o contrário.
  3. Depois, infelizmente, vem algo ainda pior, que fazemos questão de transcrever:

“- Mas, e todos os milagres? As curas? Ressuscitar os mortos? Isso não prova que Jesus era Deus… você sabe, mais que humano?

– Não, isso prova que Jesus é realmente humano.

– O que?

– Mackenzie, eu posso voar, mas os humanos, não. Jesus é totalmente humano. Apesar de ele ser também totalmente Deus, nunca aproveitou sua natureza divina para fazer nada. Apenas viver seu relacionamento comigo do modo como eu desejo que cada ser humano viva. Ele foi simplesmente o primeiro a levar isso até as últimas instâncias: o primeiro a colocar minha vida dentro dele (??) o primeiro a acreditar (??) no meu amor e na minha bondade, sem considerar aparências nem conseqüências. (Tal comentário, além de dizer que Jesus precisava da virtude TEOLOGAL da fé, deixa de fora todos os profetas, todos os patriarcas, João Batista, José e Maria. Desclassifica tudo o que Jesus fez, não somente os milagres, mas o milagre maior do amor de total entrega na Cruz e na Eucaristia).

– E quando curava os cegos?

– Fez isso como um ser humano dependente e limitado que confia na minha vida e no meu poder de trabalhar com ele e através dele. Jesus, como ser humano, não tinha poder para curar ninguém.” (p. 90). Este é mais um golpe inacreditável na união hipostática, mas consegue piorar no parágrafo seguinte:

“- Só quando ele repousava em seu relacionamento comigo e em nossa comunhão, nossa comum-união, ele se tornava capaz de expressar meu coração e minha vontade em qualquer circunstância determinada. Assim, quando você olha para Jesus e parece que ele está voando, na verdade ele está… voando. Mas o que você realmente esta vendo sou eu, minha vida nele. É assim que ele vive e age como um verdadeiro ser humano, como cada humano está destinado a viver: a partir de minha vida“(p. 90). Este é um dos sofismas mais disfarçados e sutis do livro, o que torna a afirmação aparentemente verdadeira para os mais distraídos, mas totalmente absurda para alguém mais atento: uma verdade – cada ser humano é chamado (não destinado!) e várias inverdades, a partir da primeira linha (então quer dizer que Jesus ora “repousava em seu relacionamento com Deus e Sua vontade, ora não??? Este raciocínio mentiroso é coroado com uma ultima inverdade: Jesus vive e age como verdadeiro ser humano. NÃO É ISSO o que Jesus quis dizer quando afirma que faz o que vê o Pai fazer, que aprendeu tudo do Pai, que Ele e o Pai são um! Jesus É totalmente homem e totalmente Deus e é um com o Pai, gerado, não criado, Deus de Deus, Luz da Luz, Deus verdadeiro de Deus Verdadeiro.

Em um dado momento, o mesmo Pai, que nos pede para não chamar o irmão de “Racca”, sob pena do fogo do inferno (Mt 5), diz:

“- Homens! algumas vezes são tão idiotas!”

Ele não podia acreditar.

_ Ouvi Deus me chamar de idiota? – gritou pela porta de tela.

Viu-a (“ela” é Deus) dar de ombros antes de desaparecer na virada do corredor. Depois ela (o “pai”) gritou em sua direção:

– Se a carapuça serve, querido. Sim, senhor, se a carapuça serve…”

CONTINUA, próximos posts…………………………………………..

Continuação destes artigos (análise, comentários, explicações e críticas sobre o livro A CABANA):

  1. Sobre o livro A Cabana
  2. Sobre o livro A Cabana – parte II
  3. Sobre o livro A Cabana – parte III

126 thoughts on “A Cabana.De qual deus fala o livro?

  1. gente to besta com o livro nao tinha lindo nada a respeito so vi uma vez uma moça lendo e fiquei curioso pra ler mais ja passou a vontade…muita blasfêmia …
    Deus seja louvado…
    o Irmão Glorificado…
    e o Inimigo acorrentado!!

  2. Que abssurdo!!!
    Realmente quem não conhece a doutrina da Igrja católica e seus mistérios “cai” e acredita em abobrinha…Não sei como existe pessoas que preferem ler esses tipos de livros que se de “autoajuda” do que ler a Palavra de Deus que não volta em quanto produzir seus frutos.
    Jesu converte o coração desse homem (Young)

    Abrç.

  3. Veio a calhar o ensaio de reflexao sobre este livro.

    Fui presenteado com ele 3 vezes . A primeira achei ,intuitivamente, que nao deveria ler.

    Das outras duas vezes , duas pessoas que sao muito maduras espiritualmente ( uma delas a priora do carmelo de fortaleza) me recomendaram vivamente o livro apesar das minhas objecoes.

    Ainda nao tenho uma opiniao formada e portanto gostaria muito de escutar e ler uma reflexao serena e amadurecida sobre o assunto.

    O primeiro que ganhei queimei, como outrora aprendi com um grande professor que tive de formacao basica ( numa piroresca noite que ele chutando o cesto de lixo da sala a caixa de giz do quadro negro veio abaixo, por cima da cara dele ehehehehehehe. Inesquecivel! Antologico!).

    Espero ansioso a continuacao da analise nos posts seguintes.

  4. Importante divulgar principalmente entre os jovens, tão atacados por absurdos deste tipo!!! A falsa imagem de Deus distorce todo relacionamento e experiência autêntica com a pessoa de Deus.

  5. É isso aí Carmadélio, como vc sabe também li este livro, que com uma sutileza e astúcia impressionante, vai nos envolvendo lentamente, onde sem percebermos nos vemos cercados em verdadeiros embaraços, que esbarram em nossa fé católica. Além de todos estas heresias, é triste ver como a dita “trindade” (com “t” minúsculo mesmo), banaliza a Igreja, como se a Instituição esclesiástica e as normas (aqui entram os valores, os preceitos, e porque não as virtudes) fossem criações puramente humanas. Isso é um absurdo!!! Fico ansioso pelos novos posts para podermos ajudar as pessoas que inocentes, se deixam contaminar com leituras cativantes e destruidoras.

  6. Obrigado pelo ensaio, Carmadélio, comentários seguros à luz da nossa fé. Vi uma jovem protestante lendo, a qual me incentivou muito a fazê-lo, mas, também intuitivamente, o fato de ela está gostando me deixou “com um pé atrás”! Agora digo que meus pés estão bem pra frente para “correr desta leitura” e espalhar que não precisamos ler para seguirmos Deus que tem em nós seu Templo e não cabana.

  7. Estava acabano de fechar a compra desse livro, quando resolvir procurar o que alguns católicos comentavam sobre o mesmo,assim que acabei a pesquisa, lir essa materia vcs não acreditam,fique extremamnete chocado, pois o livro é uma inlusão mesmo onde eu estava caindo nas mãos do inimigo,agradeço a esse blog, que sob a luz do ESPÍRITO SANTO inluminou a minha mente.

  8. Graças a Deus tive a curiosidade de ver esse comentario sobre esse livros que já esta em mãos para mim ler. E agora sabendo do do comentario do livro sobre o Católicismo não vou ler e nem passar para outra pessoa ler. Shalom.

  9. Bom gente, alguém tem que esclarecer que o livro é uma Ficção, em nenhum momento tem pretensão de ser base para que se conheça a Trindade.
    O importante na minha opinião é trazer todos próximos a Trindade, pois é claro que depois desta leitura as pessoas vão se interessar mais sobre a Trindade.

  10. Não adianta querer aproximar através do conceito errado.

    Se o que importasse é trazer para perto não teria ocorrido as dezenas de concílios (a começar pelo concílio de Jerusalém em Atos dos Apóstolos) condenando veementemente os conceitos errados.

    Importa sim aproximar da Trindade, mas tendo consciência da verdade.

    Como diz Bento XVI na sua nova encíclia Caritas in Veritate(n. 3): “Só na verdade é que a caridade refulge e pode ser autenticamente vivida”

    Shalom

  11. Rapaz… você já leu o “guardador de rebanhos” do Fernando Pessoa?
    Já viu as pinturas misticas de santa Hildegarda von Bingen?
    Já ouviu falar que o “castelo interior” de santa Tereza foi considerado suspeito, assim como os escritos do “Doutor Angélico”??? Você sabia que até o Evangelho de são João já foi considerado apócrifo por não ser igual aos sinóticos??? Chega de Index! chega de fogueiras de livros ou de pessoas! Eu acredito que Jesus se utiliza da Virtude TEOLOGAL da fé, sim! Pois ele tem Fé nas pessoas! Antes mesmo de termos fé nele… Muita paz, Muito amor!!!

    • Ampliando o debate à luz do comentário do Alexandre:

      A Doutrina Católica é muito consistente e muito bem fundamentada, a partir dela pode-se (e deve-se) com tranquilidade e firmeza julgar qualquer obra,de ficção ou não,que entre dentro da área especifica que lhe compete(no caso a fé Católica) o Autor da obra usa imagens e conceitos da fé católica,deformando-as e colocando-as em confronto com a fé em seus pressupostos básicos,além de em alguns casos simplesmente negá-la.

      A Análise do livro no blog se propõe a despertar o senso critico dos leitores,católicos em sua grande maioria e dá sua contribuição a nosso público.Não existe pretensão nenhuma de proibir (não é por aí..daí não ter sentido a referência á INDEX) mesmo porque não temos força para isso e mesmo que tivessemos não o faríamos)

      As pessoas são livres para lerem o quiserem! e livres também julgarem algo como bom ou não segundo seus critérios.No nosso caso, lemos,não gostamos e partilhamos nossas impressões.Respeitamos quem pensa diferente,mas nos reservamos no direito de continuar a ter sérias restrições ao conteúdo do livro,não apenas baseados em nossa opinião subjetiva mas em nossa fé e naquilo que cremos!

  12. PARABÉNS PELA INICIATIVA DE ESCREVER ESTE ARTIGO SOBRE O ESSE BENDITO LIVRO, PORQUE TEM MUITO IRMÃOZINHOAI ENGANADO, INCLUSIVE OS SHALOMITAS! EU NÃO CHEGUEI ALER O LIVRO, MINHA GERENTE LEU E ASSIM QUE COMENTOU SOBRE A TRINTADE PERCEBI A MALÍCIA QUERENDO DESFIGURAR O QUE HÁ DE MAIS SAGRADO! OBRIGADA CARMADÉLIO PELA SUA AJUDA, TÃO NECESSÁRIA! NO SHALOM DO PAI, MAURA

  13. Louvo e bendigo a Deus pela vida de pessoas que não se intimidam em defender a fé e a Igreja Católica, alertando os irmãos sobre certos tipos de leituras, que não tem henhum cunho formativo e que a maioria das vezes tem como objetivo gerar dúvidas.O que as vezes me causa até risos é que só atacam a Igreja Católica.É isso aí Carmadélio, continue sendo esse guardião fiel da nossa Doutrina.Deus te abençõe!!!

  14. Deus seja Louvado!
    Entrei numa discussão com um site de venda católico por eles estarem divulgando esse livro.Surpresa fiquei qdo me disseram que quem indicou o livro foi uma cantora da nossa musica católica.
    Parabéns Carmadelio…Seja sempre assim, dirigido pelo Espírito Santo, para defender nossa Igreja.
    Fraterno abraço

  15. Confesso que gosto muito de debater idéias novas nos mais diferentes âmbitos, mas, nesse caso, é bem esquisito. Até porque mexe com o mistério da Santíssima Trindade. Como é um mistério, não convém a nós, seres humanos, CRIARMOS idéias acerca do mesmo. Afinal, somos seres limitados e, muitas vezes, esses limites influenciam bastante em nossa imaginação. É preciso que estejamos, pois, muito firmados, para não deixarmos que a imaginação (a louca da casa, como diz Santa Teresa de Jesus), domine aquilo que temos de mais precioso – A VERDADE. Deus abençoe a todos!

  16. Olá, eu li o livro a Cabana, e gostei muito do que li. Este livro, como foi dito, me ajudou a buscar mais sobre a fé na Trindade. E não esqueçamos que Deus salva, não pela religião, mas pelo coração. Sou católica e não tenho porque buscar outro caminho, pois me sinto muito bem orientada, mas não esqueçamos, a Igreja Católica já errou muito, já afastou muitas pessoas, e nós não somos os donos da verdade. E se as pessoas orassem mais na “Lectio divina”, não precisariamos destes comentários, que mais parecem uma brigas de religiões do que busca da pureza de coração. Espero que os católicos de hoje não sejam os fariseus da época de Jesus.

  17. O livro “A Cabana” é de fato muito interessante e tem muitos pontos incríveis dos quais creio que jamais paramos para pensar.

    Em primeiro lugar não mostra Deus como o “Senhor Durão e Vingativo” que muitos tem em relação a imagem de Nosso Criador!
    Deus de fato é Amor e Justiça e isso não tem nada a ver com vingança e autoritarismo.

    O livro também aborda um ponto verdadeiro: Deus não criou e de forma alguma criaria a religião!
    Discordar disso chega ser herético!
    Deus não criou a Igreja Católica ou qualquer outra Igreja que exista na Terra.

    A Igreja a qual ele se refere somos nós, os seus filhos! A Bíblia mesmo diz que nosso corpo é o templo do Espírito Santo. Ora, é claro então que é nele que reside a adoração e culto ao senhor!
    Deus odeia a religião!

  18. Eu li e amei o livro!!! Nele fala de como o nosso relacionamento deve ser com o nosso Papai. Nós humanos que criamos paradigmas, conceitos de como deve ser o relacionamento com Deus, quando na verdade Ele quer que tenhamos cada vez mais intimidade com Ele. Deus se manifesta de diversas formas (lembrem-se, o Espírito Santo tem a sua multi-forme graça)podendo ser como um desconhecido, um amigo, de maneira que possamos o entender e Ele nos ajudar. Quanto aos milagres de Jesus, realmente creio que Jesus quando veio à terra Ele era totalmente homem, Ele mostrou que somos capazes de fazer tudo o que Ele fez e muito mais, só depende da nossa fé, e relacionamento com o Pai.A cada dia busco ter um relacionamento como Jesus, Moisés tiveram com Deus, Moisés por exemplo, falava com Deus como um amigo fala com o outro amigo,mas Ele queria mais e mais, queria ver a Sua face… recomendo á todos lerem : Os caçadores de Deus / Os descobridores de Deus; os dois do autor Tommy Tenney. Nele fala de como Deus anseia por pessoas que o buscam de todo o coração, buscam não as Sua mãos mas a Sua face, O buscam não só de ouvir falar, mas de com Ele andar.

  19. Irmãos, cuidado com as heresias! A Santa Igreja Católica Apostólica Romana foi sim fundada por nosso Senhor Jesus Cristo! E a Igreja é sim detendora da verdade! Por mais que isso nos pareça estranho a primeira vista, porém basta um pouco mais de profundidade nos documentos da Igreja e isso se torna claro.

    A paz.

  20. Pessoal, sinceramente estes dias fui a um show do regis danese e ele foi questionado sobre sua musica estar tocando em rádio e locais onde frequentavam pessoas não cristas, a resposta dele foi que Deus havia lhe dado uma mensagem, que não importava o ambiente e as pessoas e sim que o mais importante é que ali elas estavam falando de Deus.
    Tenho visto muitas conversas sobre o livro a Cabana e sinceramente grnade parte delas é unilateral assoiciada a um pensamento ou uma doutrina.
    Eu entendo que olivro não é perfeito, o que é obvio, outro ponto é umlivro de ficcção, então não adianta ficar colocando restrições a personificação de Deus, o ponto principal e que deve ser avaliado com sabedoria, humildade e entendimento é que ele tem levado muitas pessoas a pensar em Deus e acreditar em Deus.
    O livro tem muitas coisas boas, não dá pra ficar levantando situações contrárias.

  21. Ouvi dizer maravilhas do livro, li os comentários de leitores, comprei e… decepção total. Se você espera um historinha “aguinha com açúcar” sobre um tema religioso, este é seu livro, mas se você, como eu, esperava um embate filosófico, questionador, com algumas doses de niilismo esqueça esse livro que, em alguns momentos parece ter sido escrito para criancinhas em início de catequese! Chega a dar náusea do diálogo altamente infantilóide entre o personagem e as entidades religiosas. Aquele lance de o personagem chamar deus de papai chega a dar gastura de tanta pieguice… Arrrrggg

  22. Eu li o livro,fui iludida pelo relacionamento que mack conseguiu ter com a “trindade”, apesar de ter me sentido incomodada com a forma que “deus” falava da Igreja. Serviu para eu perceber o quanto o mundo prega peças com aqueles que estao despreparados. Acho que a comunidade poderia escrever um livro que confrontasse todos esses livros e suas ideologias renunciáveis.

  23. Não faço parte de nenhuma estrutura religiosa de massa dominante. E eu não creio, não por ser criança, muito pelo contrário, porque sou adulto e como adulto me recuso a acreditar no improvável, no subjetivo, no exoterismo superficial vigente. Isso seria um atentado a minha condição de ser humano, pensante, racional. Comprei o livro na expectativa de que o autor seguiria essa linha de pensamento racional, questionadora das “loucuras” e “esquizofrenias” religiosas, mas é lógico que o autor, para ter seu livro nas estantes dos Best Seller, teria que escrever um texto que deixa a “massa” babando confortável em seu próprio fanatismo religioso.

  24. esse livro e totalmente anti-cristão… minha mãe tava querendo ler ele, mais meu coordenador de ministerio disse que tinha visto uma pessoa comentando sobre este livro.. merece ser queimado … foi inspirado nas artes obuscuras.. merece vou tar pra lá..
    Louvado eja o Nosso Senhor Jesus Cristo! Para semper Seja Louvado!

  25. ola carmadelio eu ja tinha ouvido uma pragaçao sua la no encontro de jovens shalom.voce esta totalmente certo esse livro a cabana fere muito nossa fe .esse livro deveria ser qeimado como disse um dos qe comentaram.qe pena qe ha muitos jovens qe aderem a esse tipo de literatura..
    fika com deus qe ele pela intercessao da virgem mariate cubra de bençaos………

  26. Glória a Deus que consegui ver este blog, pois meu padrinho que é ministro de eucaristia me recomendou este livro e fiquei curiosa e ao mesmo tempo com medo de ler!Dei ate de presente este livro. me arrependo e vou pedir para a pesso a queimar.

  27. não li, mais percebo que não acrescenta em nada, tambem precisamos ter cuidado, pois ja estamos vivendo a nova era como a anos atras mosenhor Jonas profetisava. uma mentalidade sorrateira de homosexualismo,feminismo e dsvalorização da igreja.Não indico a niguem.Obrigado Shalow,vocês são sinal para nós.

  28. Esse Carmadélio se garante!!!!!Uma colega minha,que por ventura é espírita e detesta o shalom,disse que me daria o livro de presente se eu passasse no vestibular.Direi a ela que não precisarei dele.Obrigada pela sua presença constante.Continue sempre abrindo os olhos daqueles que buscam a DEUS!!!!!!!

  29. Carmadélio, quero dizer, da importância deste blog, com tanta formação maravilhosa, que antecipa o que é bom, o que é belo. O que constroe e nos forma. Ja tinha ouvido comentários sobre esse livro. Despertei interesse, porém não cheguei a ler. Agora não preciso mais.
    Deus abençõe sua vocação, seu ministério. Estarei rezando por toda a Obra Shalom.

    Shalom!!

  30. A principio resisti à leitura deste livro, não pelos comentários, mas pelo inicio da leitura que achei bastante maçante… Cheguei a ganhar três exemplares de presente, comprei dois e presenteei alguns e por fim resolvi ir até o fim da leitura…
    Então pude concluir que o autor, tenta apresenta aos leitores o Deus que é Pai, Filho e Espírito Santo de uma forma simples até mesmo imaginaria, pois Deus é invisível por escolha própria, e desta forma ele apresenta a Trindade… Inicia com uma historia trágica e infelizmente natural ao dias de hoje, tirando uma grande lição de toda essa dor fazendo-nos enxergar o que faria Jesus… Melhor dizendo… O QUE FARIA NÓS NO LUGAR DE JESUS… Diante de todo mal que vivemos e fazemos hoje… Afinal, nós somos o Bem ou Mal e por falta de conhecer verdadeiramente o Bem que está disponível a cada um de nós… Muitas vezes escolhemos fazer o Mal que procede do deus desse século e sabemos bem quem ele é…
    Entender a Lição que o autor quer nos mostrar é para muito poucos… Pois existem verdades simples, porem reveladas somente pelo Espírito Santo de Deus… E Deus nesses Últimos dias tem tentado nos alertar para as coisas simples porem Importantes que O revela…
    Poderia dizer que nesses Últimos dias, Deus tem feito a MULA falar… Assim como foi com Balaão. E para fazer desse meu comentário final, concluo com Apocalipse 3:13 que nos diz: Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas.
    Parabéns ao autor por tentar revelar a simplicidade de Deus Pai, Filho e Espírito Santo.

  31. A literatura so autor é fantástica, mas, teologicamente, no que diz respeito a Deus ele brinca muito, aqui Deus é apresentado de forma grotesca, caricatural…

  32. 1) Realmente Deus pai se manifesta sob a forma de uma mulher negra e enorme de gorda com o propósito de facilitar a aceitação de Mack, que fora sistematicamente agredido por seu pai na infância e não conceguia conceber a idéia de um pai amável, principalmente Deus, a quem Mack culpava por não tê-la protegida da morte por um psicopata. As marcas nas mãos das três entidades que se manifestaram, são de um Deus que ao mesmo tempo é três. O autor dividiu Deus em 3 para ao longo do livro tentar explicar a santíssima trindade, que não é nada fácil de se entender.

    2) Funk foi somente ilustrativo, podia se sertanejo ou polka. Na história, Deus ainda justifica: “…eu ouço tudo e não somente música propriamente dita…”. Deus ouve louvores, lamentos, desabafos, ira, tudo! É lógico, Ele é onisciente caramba! E estou partindo do princípio que eu não precise explicar a diferença entre escutar e ouvir.

    3) Deus ter se revelado como pai e não como mãe: quando li, também achei esdrúxulo. Aí sim, achei o autor sofismático (uma palavra bonita para “embromêichon”). O mesmo para o comentário da página 89. CUMA??

    4) Ainda falta 1/4 do livro para ler. Acho um romance gostoso e envolvente, mas sem dúvida, não acho que lhe deva ser cobrada a responsabilidade de uma bíblia. O problema, certamente, é a interpretação dos leitores.

  33. Sou Cristão e fico triste porque assim como os evangélicos(como eu) criticam tudo que não pertence sua corrente cristã, da mesma forma percebi essa análise de A Cabana. Primeiro não podemos esquecer de que se trata de uma ficção, não se trata de um livro teológico. Concordo mas que se pareça um livro infantil, água com açucar, mas que tinha pretenção de desmerecer a Santa Igreja, ou a Trindade… tenha santa paciência… é querer catá piolho em cabeça de prego!. Abraço

  34. Sou catolica e comecei ler o livro A cabana por curiosidade, por estar na relaçao dos mais lidos, bla,bla bla!
    No inicio achei o livro bem envolvente e confesso que me emocionei em alguns momentos….
    Mas quando o livro começa a descrever a saga do Mack com a santissima trindade…. pronto!
    Achei totalmente sem nexo, E Deus se apresentando como uma mulher? (sem citar outro monte de contradiçoes que percebi!)
    Mas como o ESPIRITO santo ( o vrdadeiro) sopra e age onde quer, Ele me deu maior discernimento na continuidade da leitura do livro.
    Continuei a le-lo sob a ótica da fé catolica e realmente o que pude perceber foi um verdadeiro festival de heresias e sofismos.
    Amei esta materia, carmadelio!
    Ela so veio reforçar minha opiniao sobre este livro.
    Temos sim que denunciar o aue fpr contra nossa convicçao religiosa.
    Que Deus, continue agindo em voce!

  35. olá Carmadélio…
    recentemente fui em umas das maiores lojas de artigos e livros católicos, as Paulinas e lá está vendendo como destaque o livro A CABANA. E ai? Até mesmo no nosso meio Católico o livro está sendo intensamente indicado. Andei conversando com algumas pessoas q leram este livro e todos vieram falar q este livro é excelente pra quem não consegui perdoar…enfim este livro está sendo um grande desafio em nosso meio!!!
    Shalom…

  36. É muito sério msm. A minha professora de Religião(na qual é catequista), chegou na sala de aula e disse que nós católicos somos POLITEISTAS.Eu fiquei assustada e falei que não , nós somos monoteistas, ou seja , adoramos um só Deus(a santíssima trindade).No outro dia ela me mostrou o livro e disse que se espressou mal. Isso é muito sério precisamos rezar para não cairmos nessas ciladas!

    • Cruzadas?

      No fundo estamos desacostumados com a clareza de posição e nos chocamos quando as coisas são apresentadas com segurança.Isso não quer dizer necessariamente que estejamos absolutamente certos, mas sinaliza segurança de posição e convicção, atitudes que nosso mundo “geléia” rejeita frontalmente.

      Na Sociedade em que vivemos a mentalidade relativista nos deixa com a falsa sensação de culpa de parecer radical ou intransigente, como se ter opinião formada e defender essa posição revelasse um “chiita” ou fundamentalista..Ou um conservador, como se isso fosse ruim e negativo.

      Quem foi que disse que conservadorismo e fechamento intelctual são sinônimos? quem foi disse que não é possível observar tudo e ficar com o que é bom, como nos diz São Paulo?

      Em nome do politicamente correto (Conceito marxista que tenta nivelar os comportamentos e atitudes dentro de uma neutralidade e de uma aceitação social que não manifesta as naturais diferenças que existem no mundo, que rejeita opinão diferente da maioria e sugere, em nome desta “correção”, sacrificar a verdade.) MUITAS VEZES passa-se por cima de coisas que são conceitualmente erradas.

      A critica ao Livro é nesta direção.Tem coisa boa e MUITA coisa ruim..

  37. Pessoal, pra quê buscar conhecer em fontes duvidosas o que a Igreja já ensina com tanta clareza? Existem tantos Santos que escreveram sobre a Trindade, místicos como Elisabeth da Trindade, por exemplo, que falaram de maneira clara e bela sobre seu relacionamento com a Trindade, sem recorrer a alegorias grotescas, mais frutos da carne do que de um entendimento espiritual, como se vê em tantas “obras literárias” hoje. Tem também o Catecismo, de linguagem acessível a todos, que relaciona doutrina com as passagens bíblicas a que se refere. Tantas fontes ricas e fazemos questão, infelizmente, de nos conformar com as migalhas e, ainda pior, brigar por elas…

  38. Li esse livro, tinha até gostado mas quando cheguei naqueles diálogos enfadigantes…QUE PENA DESSE AUTOR…Deus tenha misericórdia dele e de todos que leram e lerem e estão gostando e aderindo seus pensamentos tão pobres…O fim se aproxima e até mesmo os eleitos serão enganados.
    NÃO LEIAM SE JÁ LERAM QUEIMEM E CONFESSEM SE NÃO ACEITAM O QUE A IGREJA ENSINA PEÇA A DEUS A GRAÇA DE AMAR A VERDADE E ATÉ MORRER POR ELA…
    ABRAÇÃO

  39. Pessoal,

    Sou católico de boa formação, integrante há anos da RCC. Comprei o livro, eu e minha esposa lemos e gostamos bastante. CAbe lembrar que é uma obra de FICÇÃO, mas o autor tem formação teológica, pelo que entendi, tendo vivido anos numa comunidade evangélica com seus país em um país asiático.

    O livro me fez muito bem, principalmente no que concerne ao relacionamento com Deus e , principalmente, em aceitar de uma forma melhor os acontecimentos da vida, as desgraças e tudo de mal que possa acontecer a uma pessoa.

    É claro que tem vários comentários e passagens que vão contra nossa doutrina, mas acredito que seja uma ótima leitura e recomendo.

    Tiremos o que é bom…o que é mau lancemos fora.

    Que Deus nos dê sempre o discernimento e saibamos enxergar que o mundo é muito maior do que o que nos cerca.Será que é tão necessário essa psicose com tudo que não é totalmente conforme queremos ou imaginamos.

    Paz e boa leitura!!!!

  40. li o livro A Cabana gostei muito!
    Após alguns dias percebir o comentário feito por vocês.
    Há alguns dias Padre Fábio de Melo e Padre Joãozinho fizeram um belo comentário no programa Direção Espiritual o qual é realizado todas as quintas-feira na tv canção nova, onde eles coloram uma visão totalmente positiva sobre o livro, inclusive aconselhando os cristãos á lerem pois trata de um esclarecimento perfeito sobre a Santissima Trindade, colocação esta que possibilita uma melhor clareza diante desse mistério.
    Gostaria que vocês acompanhassem os videos que estão disponiveis no blog de Padre joãozinho e Padre Fábio.
    Um abraço.

  41. Tô muito impressionada, algumas vezes quase cheguei a comprar o livro!
    Que isso sirva de lição para nós católicos,além da biblia sagrada, as nossas livrarias católicas estão abarrotas de livros que verdadeiramente vão nos ajudar a crescer espiritualmente!!!!

  42. O SENHOR TEM MISERICÓDIA DESTE AUTOR DESRE LIVRO,QUE ESCREVEU ESTE TIPO DE LIVRO PARA DISTORCER AS MENTES DAS PESSOAS. QUEM TEM POUCA FÉ ACABA ACREDITANDO NESTE ABSURDO.. EM DIZER QUE JESUS NÃO É DEUS..( ESSA PESSOA SÓ PODERIA SER CONTRA DEUS MESMO)

  43. o LIVRO FALA DE UM ÚNICO DEUS. O DEUS CRIADOR. SE AS RELIGIÕES INVENTARAM OUTRO, ESSE NÃO ME INTERESSA PORQUE PARA MIM ELE É ÚNICO, ´O NOSSO PAI CRIADOR, O PAI DO PERDÃO, O PAI DO VERDADEIRO AMOR.

  44. em momento nehum júlio o autor disse que JESUS não é Deus. Pelo contrário, ele deixa claro que DESUS PAI, FILHO E ESPÍRITO SANTO SÃO UM SÓ. Que Deus através do Espírito Santo se fez carne.

  45. Caros irmãos,recebi um email com uma relação de ivros que nõs não deveríamos ler por incorrer no risco de blasfêmia e heresias.Portanto deveríamos queimá-los e nos confessar. O livro a cabana e na cabana com Deus estavam nesta relação.Surpresa, procurei me informar o porquê disso,pois eu já havia lido o primeiro e tinha começado a ler o segundo.Antes de mais nada, quero lembrar sobre a polêmica causada por aquele outro livro do Daw Brown. Na época, pedi permissão ao meu pároco para lê-lo e sua resposta foi que eu devia ler o livro para saber o que estava acontecendo e defender a nossa doutrina e o nosso Deus. Acabei não lendo o livro porque não encontrei quem me emprestasse,pois eu não tinha a intenção de contribuir para que se tornasse um fenômeno,nem ajudar o autor a ficar mais rico.Uma outra ressalva que gostaria de citar é Santa Josefina Bakita que respodeu:”sempre vivi na lama;nunca me sujei!”O que significa que mesmo tendo conhecimento dos erros ao seu redor e sendo obrigada a viver no meio da sujeira, ela nunca precisou fazer o que os outros faziam. Onde quero chegar com esse blá,blá,blá…não creio que precisamos fujir da leitura deste livro em específico,desde que quem esteja lendo seja bem amadurecido na fé e tenha conhecimento da doutrina católica para saber distinguir os pontos errados da obra.Não creio que o autor de a cabana tenha feito de própósito. Acredito que na tentativa de entender o mistério da Santíssima Trindade(o que é um erro!) e os pensamentos de Deus,acabou metendo os pés pelas mãos. Não pensamos como Deus e o autor tentou fazer isso dentro da sua limitação.Gostaria de receber comentários.felinos@pop.com.br

  46. Conversando com Papai:
    Meu Deus, como fico triste com o tipo de pensamento que vejo meus irmãos catolicos expressarem… qto orgulho e egoísmo, Pai! Qdo será que a Igreja Catolica descerá do seu pedestal e perceberá humildemente que o Senhor não é propriedade dela e que tampouco tem ela procuração Vossa para falar em Vosso nome. Pai, que esse mundo evolua, que meus irmãos percebam que tu nos deste inteligência e discernimento pra que usássemos! E não pra que nos deixasse virar marionete das idéias de irmãos que em razão de seguir cegamente leis criadas por eles mesmos esqueceram a Tua verdadeira natureza de amor e humildade. Pai justo e bondoso, nem por um momento consigo imaginar Cristo queimando livros, proibindo leituras, julgando e condenando irmãos meus. Obrigada Senhor pela tristeza que sinto pois ela é o sinal de que Teus ensinamentos como indulgência e caridade fazem algum sentido pra mim. Perdoa Pai, eles não sabem o que dizem…
    Desejo discernimento pra vcs meus irmãos.

  47. Acabei escrevendo sobre a minha decepção em relação as opiniões que li e esqueci de falar a minha opinião sobre o livro A Cabana:

    Em uma palavra: Divino!
    Sem dúvida alguma o escritor foi iluminado pra escrever diversos trechos do livro. Fala de Deus e com Deus numa simplicidade, naturalidade… coisas tipicas do comportamento de Jesus. Os diálogos e os ensinamentos são inteligentes e compreensiveis até para irmãos que não tenham mto esclarecimento cultural. Por fim, um dos trechos que mais me marcou foi qdo num diálogo com Jesus, o personagem pergunta sobre religiões e o doce Cristo responde:
    – Cristão? Quem disse que eu sou Cristão?
    É necessário pelo menos algum discernimento realmente pra compreender a grandeza do que Ele disse.
    Será que Deus é Católico, irmãos???
    Meus irmãos, não permitam que ninguem lhes diga que filme ver ou que livro ler, usem a inteligência que Deus lhes presenteou e tenham vcs mesmos suas idéias e conclusões, sem pré-conceitos. O livro fortaleceu mto minha fé e tornou meu relacionamento com Deus muito mais íntimo(acho que Ele fica feliz com isso. Eu fico.)

  48. amarra em nome de jesus este livro satanico. que todo os joelhos se dobrem pelo nome de jesus.repriendo todo o espirito de blasfemia. e que a cabeça da serpente seja pisada pelo calcanhar da virjem maria mae de deus e da igreja

  49. A palavra de Deus diz assim: Examinai tudo. Retende o que é bom. (I Tessalonicenses 5:21). As pessoas não devem serem alienadas. Este livro é ficção mas tem abençoado tantas pessoas. Quem escreveu tem conhecimento bíblico e mostrou tão bem como o Pai é amoroso. E que Deus pode nos revelar tomando a forma que quiser. Ensina não limitar Deus. Deus tem multiformas de alcançar o coração do homem. Deus usa quem e o que Ele quer usar.
    Que Ele abençoe mentes e corações através deste site.

  50. Gente vamos ler melhor!
    Bem, em nenhum momento, no artigo, houve a intenção de proibir a leitura do livro “A Cabana”. O que podemos ver é simplismente a esposição de mentiras colocadas pelo autor do livro.
    Mentiras que não condiz com a Fé Católica, e muitas que naõ condiz com o Cristianismo!
    Deus nos criou livres! Quem quizer ler, que leia! Mas,é necessário que a verdade seja dita!
    Deus abençoe a todos!
    SHALOM

  51. carmadelio!!!
    admito que li esse livro este ano ainda,acabei gostando dele
    isso porque achei a historia interessante e bonita
    mas quando fiz uma meditaçao sobre ele percebi que tinha muitas coisas contra a nossa doutrina,e depois o que meus irmaos da comunidade falaram a respeito dele.A parte que mais me chocou e a qual nao tinha percebido na minha distraçao fora aquela quando Mackenzie e Jesus estao conversando no jardim e Jesus diz:”eu nao fundei nehuma instituiçao Mack”,apartir dai parei de ler e fiquei aterrorizado com aquilo,naum to impedidindo niguem de ler o livro!!!
    apenas resaltando o que está contido nele
    SHALOM PARA TODOS!!!!!!!!!

  52. li e adorei o livro….tudo q nos fas acreditar em deus ,a buscar nao ser tao criticos com deus responsabilizar deus por tudo q nos acontece d ruim na vida …qndo muito somos nos mesmos os culpados pelos nossos erros,sinseramente acho q oq pega aí neste livro é o fato d deus ser mostrado como uma negra gorda…jesus um homem comum e feio,será um preconceito?porq o livro só fes bem pra qem leu,eu li e indiqei e qem leu me disse q adorou….DEUS é amor…em todo o sentido da palavra,indiferente d raça,religião ou nivel social…

  53. quanta iprocisia, os católicos dizem que ler a biblia, deveria está preocupado com a idolatria, ou eles nunca leram isaias(42:17), e varios outros textos que condenam a idolatria. não se preocuar com deus é apresentado as pessoas, porque não importa se branco,preto….
    o importante é que ele quer ter uma intimadade maior conosco.

  54. EU TENHO CERTEZA, ABSOLUTA QUE ESTE LIVRO E ANTI CRISTÃO
    EM MOMENTO ALGUM A BIBLIA NOS RELATA QUE O ESPIRITO SANTO SE
    APRESENTOU A ALGUEM NA FIGURA DE CRIANCAO OU DE MULHER
    NAO E DE DEUS
    A PALABRA DE DEUS DIA QUE E POSTO UM GRANDE ABISMO ENTRE O INFERNO E A TERRA INFERNO E CEU E O CEU PRO INFERNO ENTAO NINGUEM VOLTA DE LA PORQUE NAO E PARQUE DE DIVERSOES
    ESTE LIVRO NAO E DE DEUS TODO PODEROSO CRIADOR DOS CEUS E DA TERRA

  55. Deus, é um só
    com uma pequena diferença, uns para DEUS-Jeovah-Jesus-Espirito Santo
    são filhos e outros são criaturas e ate comparados por outros que sao considerados criaturas de Deus, mais muitos deles se tornaram filhos com a sua aceitação a Cristo.

  56. Carmadélio;
    Fiquei muito feliz ao ler essa matéria.
    Li o livro e fiquei impressionada de como o joio está entranhado no meio do trigo.
    Isso me parece uma artimanha “inteligentíssima” do inimigo para confundir as almas e afastá-las cada vez mais da verdade!
    E quantas comunidades católicas o adotam e indicam para leitura!!!
    Como você disse, “sem exageros”, mas que precisamos estar atentos ao que nos é mostrado.
    Sabe, existem duas formas de expressão: a do bem e a do mau!
    Precisamos identificar essa expressão no que vemos, lemos e ouvimos.
    abç

  57. Leio muito, faço isso desde criança. Mas nunca leio um livro que esteja na lista dos mais vendidos da tendenciosa revista Veja que se auto intitula ” formadora de opiniões”. Isso já basta para desclassificar tal livro.
    Não preciso de revista nenhuma para ter opinião. Para isso basta nossa inteligência e a sabedoria que vem de Deus. O resto é obra do mal que se apresenta bonitinho e inocente para nos confundir.

  58. É impressionante a opinião das pessoas com que falam a respeito de que fizeram ou façam alguma coisam ser Ler ou saber, simplesmente pelo fato de Eu ouvi dizer que é asimm ou é assado… Muito engraçado e muito me admira isso no mundo em que vivemos… Outro dia uma pessoa Evangêlica, me disse: “Eu lavo as mãos para determinada(o) presidente da república que está sendo eleita(o)”. Ou seja as pessoas não estão nem um pouco preocupadas com as outras. Mesma a coisa aqui. Não leram e estão descendo a lenha no Livro…è brinquedo, não, né ?

  59. É impressionante a opinião das pessoas com que falam a respeito de que fizeram ou façam alguma coisam ser Ler ou saber, simplesmente pelo fato de Eu ouvi dizer que é asimm ou é assado… Muito engraçado e muito me admira isso no mundo em que vivemos… Outro dia uma pessoa Evangêlica, me disse: “Eu lavo as mãos para determinada(o) presidente da república que está sendo eleita(o)”. Ou seja as pessoas não estão nem um pouco preocupadas com as outras. Mesma a coisa aqui. Não lerão e estão descendo a lenha no Livro…è brinquedo, não, né ?
    Li e etá aprovado o Livro….
    Shalon para todos !!!!

  60. Olá, li o livro e sinceramente gostei muito, sou católica, minha família toda é católica, mais pra mim o que o autor quer nos mostrar é que Deus se mostra naquelas qualidades humanas “simples” não porque é debochado e sim porque nos ama tanto que é capaz de se igualar só para nos salvar, isso vai além de doutinas e rituais e principalmente dos julgamentos que estamos acostumados a fazer.
    Deus nos ama incondicionalmente, mesmo errando Ele está sempre ali só esperando a porta abrir.
    Creio que o que Ele espera de nós é só o amor, a bondade, estamos acostumados a abusar muito do seu amor, distruindo constantemente a natureza, sendo falsos com nossos amigos de comunidade, e principalmente não estendendo a mão a aqueles que realmente precisam.
    Sinceramente temos que rever nossos conceitos.
    Lembre-se que Jesus veio ao mundo para ensinar um “novo” mandamento que diz: “Amar ao próximo como a si mesmo.”
    Que Deus permita que “nunca” esqueçamos disso e que não nos tornemos os farizeus da época de Jesus.

    Abraços!!!

  61. Em seu programa na TV CANÇÃO NOVA o Padre Fábio de Melo falou a respeito do livro demonstrando a grande mensagem que o mesmo retrata. Um Deus que se mostra em funções humanas. Um Deus que é próximo. Um Deus que é amor. Um Deus que se mistura conosco. Um Deus que nos convida a voltar ao lugar da dor. Um Deus que cura o interior.
    Li o livro, não encontrei nenhuma das heresias citadas e recomendo a leitura a todos que eu encontro.

  62. CATÓLICOS!!! BUSQUEM URGENTEMENTE A FORMAÇÃO!!!!!! Mas façam isso escorados em fontes seguras! (TOMANDO CUIDADO COM OS TRADICIONALISTAS – que não podem ser comparados aos conservadores – E CUIDADO TAMBÉM COM OS MODERNISTAS (TL))

    “Deus quer que todos se salvem E cheguem ao conhecimento da Verdade!”

    A Única Igreja de Cristo é MARAVILHOSA! Qualquer literatura (mesmo fictícia) que se esforça em definir sobre Deus vira COMÉDIA perto dos testemunhos dos Santos, das riquezas da Tradição e da autêntica interpretação da Bíblia.

    Indico uma fonte riquíssima e muito segura, um presente de Deus para nosso tempo tão envolvido pela ditadura do relativismo e do politicamente correto… É o site do Padre Paulo Ricardo: http://www.padrepauloricardo.org

    Lá você vai encontrar cursos belíssimos sobre a história, a teologia, a filosofia, o catecismo, os santos padres com suas experiências e ensinamentos, entre outros. Vai encontrar pregações profundamente apologéticas e corajosas. Não deixe de enriquecer sua fé com os mais de 2000 anos de Igreja!

    A principal discussão aqui é sobre a Santíssima Trindade, não é? Pois bem, eu pergunto para aqueles que gostam de sair por aí cuspindo contra a Igreja: Por acaso você procurou ESTUDAR sobre COMO chegou até nós essa revelação de um Deus UNO e TRINO??? Já ouviu falar no arianismo? Sabe algo sobre os primeiros concílios da Igreja?

    Muito sangue foi derramado no combate contra as heresias! Almas inspiradas de coragem deram a vida para defender e guardar a fé que hoje você trata com subjetivismo. Muito tiveram que sofrer os Trinitários para que hoje o conhecimento permitido por Deus sobre suas três Pessoas pudesse ser ouvido por quase todos os seres humanos.

    Nenhuma instituição humana suportaria o que a Igreja de Cristo suportou até os dias de hoje. É apaixonante descobrir que ela é DIVINA! É o Corpo de Cristo!

    Um dos grandes males da humanidade hoje é certamente o desejo irresponsável de jogar opiniões pouco fundamentadas ao vento. Não basta ter boa escrita e oratória. Se não houver honestidade em aprofundar-se antes de formar opinião, o próprio bom escritor e orador acaba enganado pelo seu próprio poder persuasivo.

    Irmão Carmadélio, louvo a Deus pelo seu sim! Muito obrigado! O senhor prestou um serviço valiosíssimo para todos nós.

    PS: Li aqui muitos amigos tentando acalmar o debate lembrando que ‘A CABANA’ se trata de uma mera ficção e que não podemos levá-la tão a sério assim… Eu concordaria com esse alerta somente se neste debate houvessem apenas pessoas bem formadas na Verdadeira fé. Mas basta ler a esmagadora maioria das opiniões para perceber o quanto essa leitura envolveu essas pessoas ao ponto de passarem a defender as ideologias cabanísticas como SUA mais nova “VERDADE DE FÉ”!

    Cuidado com o comodismo! O caminho ESTREITO que Deus quis e quer ensinar através de Sua Santa Igreja é o único caminho perfeito de santificação. Só Nela o fardo é leve!

    Busquem a comunhão com nosso Santo Padre, o Papa Bento XVI!!! Aprofundem-se em suas obras e encíclicas. Eis um grande teólogo! Outro socorro enviado a nós pela Divina Misericórdia!

    “A caridade sem a verdade cai no sentimentalismo”, diz o Santo Padre, o Papa Bento XVI (Caritas In Veritate, n.3).

    Que Deus abençoe!
    A Paz de Jesus e o Amor de Maria.

  63. Pessoal,

    os Pe´s Fabio de Melo e Joãozinho tem sido questionados por vários pensadores Católicos Apostólicos Romanos sobre o magistério da Igreja, são religiosos com sólida formação porém passíveis de uma interpretação equivocada.

  64. Karina,

    pois é, por mais que seja agradável aos nossos olhos a proposta do livro não pode ser considerada plena antes de que se faça uma analogia bem feita. Somos católicos e devemos sempre nos remetermos aos ensinamentos do magistério da Igreja a qualquer proposta do gênero.

    Se Jesus não instituiu a sua Igreja, o que então estamos fazendo aqui ?!

    In Cordi Jesu

  65. Parabéns pelos sofismas que você utilizou para julgar o trabalho do escritor… Discutir o sexo de Deus foi ótimo, hahahahahahaha!!!!
    O texto basicamente fala de um homem que cansado das crueldades da vida, passa por um momento único e tem a oportunidade de reconciliar com Deus e o mundo… Fala da estória de um filho que anseia e, por fim, volta para os braços do Pai…
    Uma ficção que nos convida a reconhecer Deus na simplicidade do cotidiano: em casa, no trabalho, na natureza…
    Para quem quer História: Leia a Bíblia!
    Shalom!

  66. Sofismas ou a tradução do conteúdo subliminar existente no livro, eis a questão ! É preciso estarmos atentos ao relativismo.

    Cristãos Católicos, orai e vigiai.

    In Cordi Jesu

  67. Sou universitária no 3º periodo de Recursos Humanoa, e infelizmente tive que apresentar um tarbalho sobre este livro valendo 20pts, tentei salvar alguma coisa na apresentação, pq de fato o livro é uma lastima, completamente intimista, apelativo no “drama”, uma melosidade desnecessária ao relacionamento do homem com Deus… mas o que mais me doeu foi já quase no fim do livro, qdo lel coloca a insignificância de pertencemos a uma igreja, uma apologia a adoração de si mesmo, não precisamos de ninguem, pois Deus habita em mim… muito triste,sem falar que excluiram toda o contexto do nascimento de Jesus, especialmente Maria…
    Pessimo livro, perca de tempo total!!!!

  68. Gente, um livro de conteudo teológico sempre terá algo a se falar. qualquer um que escrever sobre Deus terá outro para julgar. Não passa pela cabeça de vcs q pode ser apenas um descuido da parte do autor em certas partes do livro? o cara é humano oras… está sujeito a erros.
    E isso nao significa necessáriamente q ele tá contra a igreja, ou está querendo enganar as pessoas…

  69. Acho engraçado ouvir dizer que por se tratar de uma ficção não importa se fala abobrinha! Pra que vou ler abobrinha quando posso ler sobre a verdade, então quer dizer que posso ler o que vier.
    A desculpa do “nada a ver” sempre escondendo nosso interesse pela mediocridade..
    Precisamos viver a verdade e buscá-la ao invés de perder tempo com heresias disfarçadas de ficção..

  70. Bem … eu concordo com alguns pontos dessa primeira parte da análise.

    Os que eu não concordo, tratam-se de jogo de palavras, onde o texto poderia ser reescrito e ainda assim passar a mesma mensagem. Acho que não vale a pena discutir o uso de uma palavra específica ou outra.
    Por exemplo,

    “Jesus foi o primeiro a acreditar levando tudo às últimas consequências.”

    Ok, poderíamos trocar “acreditar” por “confiar”, não sei. Acho que muitas vezes depende até de como o texto é traduzido. Não vale a pena ao meu ver, perder tempo com análises assim.

    ##############################

    Porém, existem alguns pontos que são meio gritantes no livro mesmo.

    O exemplo do “idiota” é um deles. Totalmente desnecessário e absurdamente nada a ver.

    O capítulo que Mack conversa com Papai criticando as instituições é outro também com mancadas gritantes.
    Muito incoerente, simplesmente pelo fato que em certos pontos ele utiliza a bíblia, marco característico do Cristianismo, e em seguida (nesse capítulo), ele basicamente faz pouco do Cristianismo.

    ################################

    Existem coisas ruins no livro sim, mas também existem coisas boas. Acho que podemos tirar os seguintes pontos:

    + Valorizar mais nossos relacionamentos, principalmente o relacionamento com Deus.

    + Entender o sacrifício que a pessoa de Jesus Cristo fez por nós.

    + Colocar Deus no centro de nossas vidas.

    Enfim, essas mensagens também são passadas no texto.

    Talvez não seja aconselhado para uma mente despreparada, não sei. Não cabe a mim julgar. Mas é isso o q eu penso a respeito.

    Att,

    Adriano Tavares.

  71. Nossa! Pensei que a inquisição era uma página vergonhosa da nossa religião. Pasmei ao ler tantas mensagens instigando a queima do livro!
    O autor do post fez alguns comentários àqueles que não concordaram com seu ponto de vista, mas parece achar normal que as pessoas prefiram “tocar fogo”…
    Eu espero sinceramente que meus irmãos de fé, tenham fé suficiente para lerem o livro como uma ficção, tirarem proveito da mensagem de amor que existe no livro e distinguirem o que é ponto de vista do autor e não verdade fundamental. Se cada livro que surgir em oposição à igreja for proibido ou simplesmente queimado, vamos ter tão somente uma grande fogueira e muita gente sem opção de fazer a sua crítica, se baseando tão somente na opinião alheia.
    Eu sugiro que leiam, desarmados, mas com os fundamentos da sua fé inabaláveis esse livro e qualquer outro texto. Adultos não devem saborear nada pré-mastigado.
    Deus é misericordioso e nos ensina a sermos também. Paz e fé!

  72. Nossa já tinha ouvido falar muitas vezes desse livro…tinha lido sua apresentação num catálago e fiquei inquieta, desconfiada, pois qual seria o objetivo desse livro??
    Descobri a obascuridade que á nele atravé desse artigo.
    Deus é o Senhor da luz não das trevas.

  73. A Proposta deste artigo, pelo que percebi, não foi proibir o livro, mas colocar em questão pontos que não condizem com a fé catolica. Tudo que foi escrito está fundamentado no “Catecismo da Igreja Catolica”. Lembrando que este site é um site Catolico, não vejo imposição, mas um alerta para nós, que seguimos a Igreja, e temos a certeza que o Catecismo é inspiração de Deus.

    Aos irmãos que não comunguem da mesma fé, cabe expor suas opinioes com respeito e reflitam o objetivo deste livro.

    Deus Abençoe, Shalom!

  74. Adorei o livro, recomendo, principalmente a parte que fala das igrejas.
    Porque ninguém merece essas instituições e organizações (o que as pessoas chama de igreja) vendendo pedaço no céu, mandando rezar 10 ave maria e 10 pai nosso pra redimir pecados, construindo mega templos, dizer que quem não é de tal igreja vai pro inferno, que se vc fizer isso vai pro céu.
    Olha os absurdos escritos acima, as pessoas acreditam nos que os outros dizem e tem preguiça de pensar.

  75. “…Olha os absurdos escritos acima, as pessoas acreditam nos que os outros dizem e tem preguiça de pensar.”

    Outras acreditam no que pessoas escrevem(não é equivalente a dizer?) e tem preguiça de conhecer aquilo que “pensam” saber (simplesmente é mais conveniente aceitar uma “verdade e um deus” pessoal). Isso sim é absurdo.

  76. Esse post foi muito esclarecedor. Ao contrário do que alguns citaram não percebi neste assunto uma proibição a leitura, mas sim um alerta aos cristãos, especialmente aos católicos, a respeito das possíveis armadilhas que uma ficção lida sem critérios pode proporcionar aos leitores.

    Parabéns pelo bom trabalho.

  77. magnifico carmadelio posso perceber que em determinado momento voce cita a ciencia como uma maneira de dar descredibilizar o livro. ai entao voce entra em contradiçao, pois ja que o livro precisa ciencia para ser provado. porque os dogmas da igreja nao precisam ser comprovados cientificamente???.
    no momento em que voce repudia sobre a aparencia de Jesus descrita no livro, voce automaticamente diz que para ser bom e infinito em suas perfeiçoes voce deve ser belo.
    – voce esta falando esteticamente. mas a verdadeira beleza é interior nao exterior.
    em samuel 16 fala que; ” nao se deixe empressionar pela sua aparencia nem pelas suas veste, pois eu o rejeitei. O homen ve as aparencias mas eu peso os coraçoes.”
    entao voce é contra essa passagem?. pois ao ler suas palavras tudo indica que sim.
    Fico agradecido se voce nos der uma resposta que seja convincente e acalme nossos coraçoes, que tem sede de verdade.

  78. Olá CARMADELIO!!!Quando eu escutei, uma pessoa ( um Padre!!!) que provavelmente leu esse famigerado “livro”, dizer, em plena Missa, que DEUS era homem, e mulher…!!!!,eu, estarrecida, jurei, q.jamais leria tal publicação.DEUS,é masculino,senão JESUS não O teria chamado de ABA! e, no Templo,aos 12 anos,JESUS disse à S.Jose,e MARIA,”q.estava tratando dos assuntos de seu PAI!” Na Cruz,ao morrer,dise:”PAI, perdoa-lhes,q.eles não sabem o q.fazem!!!”Para Felipe falou:”quem me vê,vê o PAI”! Portanto, não tenho dúvidas:DEUS é masculino!!! E, esse horripilante livreco, deve ser apóstata!!!herético!!! CRUZES!!! SLZ(MA),Mírian de OLIVEIRA, 08.06.2012

  79. Olá
    Sou evangélica e estou lendo o livro! Devemos analisar tudo e reter o que é bom.. estou gostando sim do livro, só acho qe tem mt gente qe procura chifre na cabeça de cavalo, em vez de se preocupar em procurar edificação naquilo qe se retem de bom.. O livro fala de Deus, e de seu relacionamento conosco, e isso será eternamente maravilhoso! Ele quebra essa imagem de um Deus durão e bravoo!

  80. eu acho que quando uma pessoa faz do próprio julgamento uma verdade absoluta, ela passa a se tornar uma fanatica religiosa.

    a partir do momento em que ela se considera certa e tudo o que sai fora desses conceitos e tido como mentira, ela passa a se tornar intolerante.

    a imagem que o livro me propos de Deus é simplesmente maravilhosa, ela quebra todo o julgo, veja bem a palavra de Deus é essencial para nossas vidas, mas estes livro me ajudou a me desprender de paradigmas impostos pela religião de que Deus está prontinho pra me castigar e me jogar no inferno na primeira oportunidade que tiver.

    A palavra de Deus tem varias interpretações e não é porque voce acha que esta certo que voce realmente esta, a mesma coisa acontece comigo.

    agora me desculpe, a palavra de Deus diz que um dos primeiros passos que devemos tomar é despedaçar todo o julgo, coisa que eu não vi aqui.

    • CARÍSSIMO RAFAEL,

      São essas “várias interpretações”, subjetivas e contraditórias com a própria Bíblia, (que deve ser percebida dentro de sua imensa riqueza teológica, como um só corpo, onde uma passagem bíblica é iluminada pelo contexto e por outras passagens similares, DENTRO DA IGREJA) que se entende hoje a pulverização de igrejas, seitas e aberrações teológicas que se encontra na cabeça de muitos protestantes e aversos à religião, crendo em Cristo sem seu corpo, corpo que ELE mesmo deixou ( Confira carta de São Paulo aos Coríntios) Um Cristo incompleto!

      Você tem todo o direito de continuar a acreditar que sua opinião é a verdade. Ficamos com a Igreja e com sua doutrina consistente e firme, que nos oferece dados e subsídios seguros para nos colocarmos sem ingenuidade diante de obras como essa.

  81. Olá,

    Já li esse livro e notei, sim, alguns erros teológicos. Entretanto, além de uma visão “inquisitória” devemos ter uma visão abrangente. Independente de como Deus é mostrado, devemos ver que o afeto que Deus trata o protagonista, se adaptando à sua dor para depois se revelar como Ele realmente é. A união perfeita e estável da Santíssima Trindade é relatada no livro também.
    Seria muito interessante se quem escreveu esse artigo pudesse fazer outro contando os benefícios do livro. Falar mal é muito fácil, agora elogiar, que é bom,ninguem faz(porque esse livro deve ser sim muito elogiado, pois converteu muitas pessoas, inclusive meus tios, que faziam 3 anos que não pisavam na Igreja).
    Deixemos essa atitude Farisaica de encontrar defeito em tudo só para derrubar uma coisa que pode ter (e há) o dedo de Deus.
    O homem não é perfeito. Mas Deus é!!!
    Sou seminarista palotino e aprovo, em partes, esse livro.
    E como bons cristãos devemos sempre retirar as coisas boas de tudo, e nunca julgar o cesto por algumas laranjas!!!

  82. Conversão por conversão, um câncer também pode converter e levar alguém de volta à Igreja (e a Deus), o que não significa necessáriamente que seja algo bom, ou que devamos passar pela experiência de tal doença.
    Depende da capacidade do leitor encontrar e “isolar” a laranja podre(o que o referido artigo faz), para quem não possui isso comerá o bom e o podre de igual maneira, seria correto oferecer esse risco aos outros?
    Como exemplo poderíamos encontrar algo de positivo em obras como O Capital e Mein Kampf inclusive, o que não significa que verdadeiramente dentro de uma visão abrangente estas obras se coadunem com o pensamento Cristão Católico (assim como o A Cabana), não devendo por isso serem consideradas como recomendaveis, o que não impede porém sua leitura com a devida atenção ao porque desta “não recomendação”.

    Leitura boa e recomendável amplamente sem restrições, existem aos montes na literatura Cristã e laica, para quem quer conhecer de diferentes modos a relação de Deus com a fragilidade humana, melhores que este e sem os mesmos “riscos” à Fé nas Verdades Reveladas, mas a riqueza dos “Classicos” permanece escondida enquanto o homem prefere se entregar ao sabor das “novidades”.

    Como bem diz o ditado: “Uma fruta podre, pode apodrecer o cesto inteiro.”

    Vinde Senhor Jesus!

  83. Gente, eu já li A Cabana, e realmente não é um livro para debates filosoficos ou profundo (do ponto de vista teológico). Li então De Volta à Cabana, a qual é analisado por um teólogo. Ele é totalmente a favor do livro, contudo, quando ele explica a visão do autor em todos esses ‘detalhes’ que confrotam a igreja, vemos o que realmente o autor quis dizer… Enfim, para aqueles que querem ler uma verdadeira análise teológica, ter uma visão completa sobre Deus, Jesus, Espirito Santo e o relacionamento Deles conosco, eu recomendo.

  84. Fico triste em ver tanto fanatismo reunido achava que so os evangelicos chegavam a tal ponto mas infelizmente vejo que nao.
    Como foi citado no livro “Os homens jamais fazem o mal tao completamente e com tanta alegria como quando o fazem a partir de uma convicçao religiosa” Blaise Pascal.
    Tenho dito.

    • CARÍSSIMO TUDO ISSO E TENSO,

      Emitir opinião baseada em convicções por si só não configura fanatismo.Nessa mesma ótica seria fanatismo também julgar fanático quem pensa diferente de mim ou quem pre-julga opinião de natureza religiosa como um mal, apenas por ser religiosa?

  85. na boa pra mim descutir um livro que foi feito pra que um ser humano possa voltar se a deus, por meio de acontecimentos de sua vida em que refletem as suas magoas guardadas no seu proprio coração representado pela cabana , nao faz tao mal se ele é homem ou mulher o sentido e o desejo de deus nao mudou.

  86. Aparentemente, é um livro com uma linda mensagem, mas analisando- o bem, percebe-se que se trata de heresias. É preciso ter cuidado sobre em que acreditar, pois a Bíblia é extremamente clara em dizer em Apocalipse 22: 18-19 que o testemunho apresentado na Bíblia é a verdade e à esta NADA pode ser acrescentado ou retirado. Vigiai irmãos para que os teus ouvidos não sejam enganados por palavras que distorcem a Palavra de Deus.

  87. bom,eu tenho apenas 12 anos,e ganhei esse livro da minha vó,terminei de ler o livro ontem,começei a pesquisar na internet e vi varios comentarios sobre esse livro,dizendo que a historia estava errada,por que Deus apareçeu em forma de uma negra gorda,e começaram a xingar o autor e dizer que foi perda de tempo,mas eles não souberam enterpreta a historia,ali não disse que Deus é uma negra,apenas disse que Deus apareceu pra Mack como uma negra,bom é uma ficção baseado em fatos reais,bom Deus mesmo só vai aparecer de verdade no grande dia,se pelo menos eles lessem direito,ou interpretasse melhor entenderiam a historia,amei o livro,quem dera eu ter um encontro com Deus e Jesus.

  88. Minha nossa… Passou até um “filme” na minha mente, de quando minha professora de religião (estudei em escola de freira na maior parte de minha vida escolar) dizia:
    -Ah, não vejam filme tal, tal e tal porque é do demônio! Nem ouçam a música tal daquela banda do “mundo” (e livros também, lembro que eu lia escondida, pois a maioria era chamada -por católicos e evangélicos- de “demoníaca” ou contra as leis de Deus).

    Não vou dizer que o livro é maravilhoso, porque minha irmã quem leu(e amou, sendo que ela frequenta a igreja e faz parte de grupos de oração) e, se vocês encontraram “maldades” no livro, não adianta eu defender obra alguma.

    Apenas pensem: Leiam antes (digo aos que ficaram com “pé atrás”) e não façam a bobagem de QUEIMAR um livro! Nossa, o Brasil está a passos de tartaruga em relação a leitura e queimam um livro? Sabe quantas pessoas trabalharam para esse material ficar pronto? Doe para uma instituição, tantas pessoas que ainda não tocaram em uma obra literária!

    Estou assustada com os comentários daqui, no blog inteiro tem muitas pessoas com atitudes preocupantes. E isso está ficando muito comum, seja em blog cristão ou dentro de uma casa (passa um noticiário qualquer no jornal da noite e parentes católicos/evangélicos começam seus “discursos”).

    Realmente estou preocupada agora. Vou ler um livro escondida novamente? Terei que ler só livros com o selo de “aprovado pelo Vaticano” ou posso ser livre e colocar minha própria mente para pensar se o livro é bom ou não? Fora que, se eu aparecer com um livro “contra a crença cristã” na minha casa ou qualquer lugar, aparecerá pessoas para me apedrejar e falar que tenho que me confessar, sair do “Mundo”, aceitar Deus…

    Por isso, quero saber só uma coisa: De qual Deus vocês tanto falam? Desculpe pela minha “ignorância religiosa”, mas não consigo entendê-los.

    • CARÍSSIMA MARÍLIA GABRIELA,

      Em linhas gerais concordo com você, não se “proíbe’ a leitura do livro, mas se apresenta posições de quem leu e não gostou. Também acho que a proibição é sempre um gesto, nessa perspectiva, imatura e que pouco amadurece.

  89. Penso que o problema não é ler estes livros, mas em ler somente estes livros.
    Penso que as emissoras católicas despendem muito tempo televisivo com
    músicas e pouco tempo com estudo, por exemplo ,até mesmo a história da Igreja os católicos não sabem. Sào informados ou desinformados pelos chamados formadores de opinião que não sabem nada ou distorcem tudo.
    Se tem algo que esse Papa deixou como legado, foi a busca pelo conhecimento, pelo estudo, a dedicação a leitura.

  90. Tava lendo quando percebi que não segue os ensinamento da palavra de Deus, parei na hora. Tava empolgado lendo , mas parei por causa de muitas coisas erradas no livro.

  91. Uma grande besteira analisar o livro sobre essa ótica, pq ele ñ é livro de teoligia e nem deve ser lido como tal. è apenas um romance com uma historia muito bonita.

  92. vcs dizesem isso pq ainda não leu o livro, é muito fácil falar ou escrever algo que pode ser inexistentes, quem realmente não sabe intrepetar diz isso o nosso Deus,portanto depende como cada pessoa que pessar a crer em sua existencia indepentendimente do metodo ultilizado e cabemos a nós cristão respeista-los.
    o livro apenas quer passar uma forma diferente de resgatar Deus mais existe pessoas preconceituosa que leva para maldadade

  93. Este livro e um lixo em termos de Verdade….., nao vale nada e como o livro conversando com Deus que e um absurdo as respostas que ele o autor do livro diz que deus lhe da as perguntas mais ridiculas que o cara que escreve o livro’ faz para deus. Prestemos atencao e tenhamos cuidado, com tudo e principalmente com estes padres alguns deles ridiculos que nao tem o menor compromisso com a Sta. e mae Igreja Catolica apostolica Romana, que tem o despreparo de concordar e ate muitas das vezes indicar um lixo desse. So sendo da rcc mesmo. QUE PENA.

  94. Eu assisti o filme esse fds e achei ele lindo, nao tenho o que falar, sou catolica e acho q antes de começar essas guerras de critiar uma coisa ou outra no livro acho q podemos pensar quantas pessoas podem ter sido tocadas ao ler o livro ou assistir o filme. Tudo tem q ser criticado a pelo amor de Deus!

  95. Nossa quantos juizes por aqui não é mesmo? Acalmem seus corações irmãos! Algo maligno e subliminar jamais despertaria o bem e o fortalecimento da fé cristã em um ser humano! Nasci fé católica porém por muitas vezes me peguei julgando e questionando tudo e sobre tudo. Confeso que ao ver o filme algo adormecido na minha fé acordou, reconciliei com e perdoei os que me magoaram, passei a me interessar mais pela trindade santa e desde então, dia após dia vivo o agora sem me preocupar com o que será de mim amanhã pois a alegria e o amor de Deus me bastam! Acredito que esta obra tem feito muito mais o bem do que muitos idolatras por ai! Não sejamos hipocritas, estamos neste mundo apenas de passagem! Paz e bem!

  96. #ACabana é um filme que trata sobre fé e respostas às perguntas que já nos fizemos pelo menos uma vez na vida.

    O filme é incrível e muito necessário nos tempos em que estamos vivendo.

    Chorei quase todo o filme.

    Uma lição de vida sobre julgamentos, valores familiares e fé na Trindade que ama a sua humanidade, mesmo ferida pela marginalização.

    Um Deus que sofre a indiferença humana e seu amor é tão grandioso o bastante para salvar toda a humanidade.

  97. Para nós católicos, o nivel de conhecimento teologico e de oração já está na sétima morada do Espírito Santo kkkkk … Tem que ser café com leite para este mundo começar a caminhar… a, b, c… Eu já me encontro na letra d… outros, que vivem a humildade, resposta de quem ama, já deve está na w ou v… kkkkk

  98. Na verdade a história é o início para aqueles que não tem fé ou pelo menos, pouca fé. É uma forma de início, de sensibilizar uma nação que não quer saber de grupos de oração ou Missa ou culto.Vale sim apena ver. Melhor que milhares de filmes que anualmente são premiados e nem falam de Deus, do Seu amor, do perdão, do amor Dele pela humanidade e da vida eterna.

  99. Li o livro,vi o filme,e gostei sim,pode ter muitos erros,mais fica muito na bondade de Deus,qd muitos o vêem como um Deus vingativo e que pode impedir muitas tragédias com pessoas boas e não faz isso na cabeça das pessoas Ele e assim,no entanto tb explica o porquê certas coisas ruins acontecem e porque. E também a importância do perdão, pois temos dois caminhos,perdão ou viver a vida toda se sentindo culpado ,deixar sua mulher viver se sentindo culpada e os dois filhos dele.O que vi no filme foi a questão da importância do perdão, principalmente no caso do Mack,onde mataram sua filha inocente.Meu Deus como conseguir perdoar uma pessoa que faz uma maldade dessas?Sem a ajuda de Deus ninguém consegue,foi assim que vi a msg que o filme e o livro me passou,sobre PAPAI,ser uma mulher e negra,acho que é para nós mostrar que Deus e nossa imagem e semelhança, portanto,homem ,mulher ,Branco,ou negro Deus e Deus.Sobre a frase de religião. .vi como as coisas estão hoje,várias religiões, cada uma prega o que entende sobre o que ler na bíblia, e o que vi no filme em relação a isso,foi que :Se invés de ficarmos discutindo ,qual a religião certas ou errada,mesmo eu acreditando na minha igreja Católica, e se todos se unissem,e pregassem a mesma palavra , e se houvessem respeito entre todos tenho certeza que o MUNDOseria bem melhor. Na minha humilde opinião acho que falar de Deus pro outro e ver e mostrar o grande amor Dele por nós isso ja e bom.Perfeito SÓ Deus..no mundo de hoje SÓ acho que quisera todos que vissem esse filme ..seja católicos ou não, ou q nunca tenham ouvido falar de Deus,e a partir do filme ja ver quanto Deus e Maravilhoso ,pra mim ha acho que vale muito a pena ver.Erros existem muitos até mesmo dentro da igreja, por pessoas que as vezes,julgam e condenam seu próximo sem lhes fa nem o direito a defesa.Ppois muitos se acham melhor que o outro,em muitas coisas dentro da igreja, a igreja hoje é feita de cargos,coordenador da música, vice do coordenador etc…e quando se chega a coordenador de uma pastoral ha se sentem melhores que o resto do mundo.portanto não discordo sobre alguém que estuda e falam tudo de errado sobre o livro ou o filme,quem sou eu,mais ainda acho que é sim uma Maneira no mundo de hoje de falar de Deus,para muitos que talvez nunca tiveram essa oportunidade. O mais importante em tudo isso e que falar de Deus nunca é demais, mesmo que tenham muitos erros no livro,e e ficção. .ainda acho que filmes de ficção mil vezes piores sao visto hoje por jovens que serão o futuro do mundo,quisers todos tornassem essses filmes pelo filme,A CABANA.Minha opinião e essa.

  100. “Deus transcende a toda criatura. Por isso, é preciso incessantemente purificar nossa linguagem daquilo que possui de limitado, de proveniente de pura imaginação, de imperfeito, para não confundirmos o Deus “inefável, incompreensível, invisível, inatingível” com as nossas represencões humanas. Nossas palavras humanas permanece sempre aquém do Mistério de Deus.”
    (Catecismo dá Igreja Católica, parágrafo 42)

    Pra mim isto basta!

  101. Artigo escrito por religiosos que morrem de medo de ter aquilo que foi criado por homens vir a ruína. Custa acreditar em Deus sem se prender na religião? Acredito que sim. Melhorem! Filme é lindo e ensina mais sobre Deus do que muitas paróquias e igrejas que vocês frequentam nos domingos. Melhorem!

Deixe um comentário