* Holanda ‘arrependida’ com a liberação da maconha e da prostituição. 67% da população é, agora, a favor de medidas MENOS liberais.

droga-coffee_shop-1

A Holanda, um dos países mais liberais do mundo, está em crise com seus próprios conceitos. O país que legalizou a eutanásia, o aborto, as drogas, o “casamento” entre homossexuais e a prostituição reconhece que essa posição não melhorou o país. Ao contrário: aumentou seus problemas”

Em matéria publicada na revista Veja de 5 de março, sob o título Mudanças na vitrine, o jornalista Thomaz Favaro ressalta que, desde que a prostituição e as drogas foram legalizadas, tudo mudou em De Wallen, famoso bairro de Amsterdã, capital holandesa, onde a tolerância era aceita. “A região do De Wallen afundou num tal processo de degradação e criminalidade que o governo municipal tomou a decisão de colocar um basta.

Desde o início deste ano, as licenças de alguns dos bordéis mais famosos da cidade foram revogadas. Os cafés já não podem vender bebidas alcoólicas nem cogumelos alucinógenos, e uma lei que tramita no Parlamento pretende proibi-los de funcionar a menos de 200 metros das escolas.

Ao custo de 25 milhões de euros, o governo municipal comprou os imóveis que abrigavam dezoito prostíbulos. Os prédios foram reformados e as vitrines agora acolhem galerias de arte, ateliês de design e lojas de artigos de luxo”. A matéria destaca ainda que a legalização da prostituição na Holanda resultou “na explosão do número de bordéis e no aumento da demanda por prostitutas”. Nos primeiros três anos de legalização da prostituição, aumentou em 260% o tráfico de mulheres no país.

E a legalização da maconha? Fez bem? Também não. “O objetivo da descriminalização da maconha era diminuir o consumo de drogas pesadas. Supunham os holandeses que a compra aberta tornaria desnecessário recorrer ao traficante, que em geral acaba por oferecer outras drogas. (…) O problema é que Amsterdã, com seus cafés, atrai ‘turistas da droga’ dispostos a consumir de tudo, não apenas maconha. Isso fez proliferar o narcotráfico nas ruas do bairro boêmio. O preço da cocaína, da heroína e do ecstasy na capital holandesa está entre os mais baixos da Europa”, afirma a matéria de Veja.

O criminologista holandês Dirk Korf, da Universidade de Amsterdã, afirma: “Hoje, a população está descontente com essas medidas liberais, pois elas criaram uma expectativa ingênua de que a legalização manteria os grupos criminosos longe dessas atividades”. Pesquisas revelam que 67% da população holandesa é, agora, a favor de medidas mais rígidas. E ainda tem gente que defende que o Brasil deve legalizar a maconha, o aborto, a prostituição etc, citando a Holanda e outros países como exemplo de “modernidade”.

Veja o caso da Suíça. Conta Favaro: “A experiência holandesa não é a única na Europa. Zurique, na Suíça, também precisou dar marcha a ré na tolerância com as drogas e a prostituição. O bairro de Langstrasse, onde as autoridades toleravam bordéis e o uso aberto de drogas, tornara-se território sob controle do crime organizado. A prefeitura coibiu o uso público de drogas, impôs regras mais rígidas à prostituição e comprou os prédios dos prostíbulos, transformando-os em imóveis residenciais para estudantes. A reforma atraiu cinemas e bares da moda para o bairro”.

E a Dinamarca? “Em Copenhague, as autoridades fecharam o cerco ao Christiania, o bairro ocupado por uma comunidade alternativa desde 1971. A venda de maconha era feita em feiras ao ar livre e tolerada pelos moradores e autoridades, até que, em 2003, a polícia passou a reprimir o tráfico de drogas no bairro. Em todas essas cidades, a tolerância em relação às drogas e ao crime organizado perdeu a aura de modernidade”.

http://www.guadalupecba.org/web/home/74-noticias/853-holanda-arrependida-com-a-liberacao-da-maconha-e-da-prostituicao.html

132 thoughts on “* Holanda ‘arrependida’ com a liberação da maconha e da prostituição. 67% da população é, agora, a favor de medidas MENOS liberais.

  1. Se vc quer maconha e não é liberado, vc vai no traficante.Assim como na holanda as coisas podem estar ”ruins”(já vi argumentos muito positivos de quem já esteve lá por um tempo) por lá,aqui no brasil com a maconha não sendo liberada quem lucra é o crime organizado e por isso nosso país é violento do jeito que é.

    • steven se o argumentos do teu amigo maconheiro for igual o teu comentário.. teu comentário é muito superficial. o Brasil não é desenvolvido suficiente para isso.

      • Aquele momento que vc ve que o comentarista que julga que outros são superficiais utiliza do argumento “O Brasil não é desenvolvido para isso”

        • Poxa RAfael… O Brasil é um país classificado no que modernamente chamam como “norte desenvolvido” e evoluído então? Bom saber que não estamos ainda a volta com os problemas mais básicos como falta de saneamento básico e corrupção galopante… Ser sincero, nem foi um argumento, é um fato, se una nação tão a nossa frente no progresso social não conseguiu bons frutos legalizando a maconha, como o Brasil que tem das polícias mais mau preparadas e “compráveis” vai conseguir? Eu ratifico o comentário dele, o Brasil não reúne níveis de educação e estabilidade financeiro social para entrar nessa aventura de legalizar a maconha, não temos estrutura para isso! E mesmo quando tivermos, há casos concretos que recomendam não fazê-Lo! Cautela nisso por favor, fazer com que o estado e não traficantes lucrem não é o mais relevante aqui, queremos saber de segurança e saúde públicas!

          • a maconha e outras drogas aqui no brasil ja é liberada só nao é legalizada, fato este que todos os dias vejo pessoas fumando , cheirando e fazendo o diabo a quatro em todos locais que vou, e a policia não tem como coibir, pois a nossa justiça e totalmente errada.
            pra terminar o brasil ja é mais que liberal , aqui vale tudo, só nao vale tentar ser uma pessoa de bem, pq ai sim , esse ta ( perdido)
            eita pais lixo.

    • Quem já viu uma garota de 12 anos, violentada por mais de dez vagabundos em troca de crack, sabendo que a menina iniciou na maconha, sabe dizer que droga nenhuma é boa pra nada. Hipocrisia, tanto de governantes como de alienados, isso de liberalização do uso de drogas. Temos que combater tudo o que é mal; pensarmos que as vítimas dos traficantes são pessoas indefesas que são, na maioria das vezes, são induzidas ao primeiro uso por alguém do grupo social em que está inserida, e depois ficam a mercê dos traficantes.

      • Se é para proibir, vamos proibir também o cigarro e bebidas alcoolicas.
        Hipocrisia é o cara encher o peito para dizer que a maconha é um mal à sociedade, mas tomar cerveja, vinho, wisky, vodka, etc. Ou então fumar cigarro.

        • Realmente, seria ótimo proibir. Mas aí já mexe com o mercado da bebida e do cigarro, mexe com indústrias enormes. Duvido o governo se arriscar a irritar esses empresas.
          Além do mais, 90% da população não aceitaria essa proibição. Bebida está presente demais na vida da galera kk

        • …não falei que as outras coisas que você citou são benéficas, disse que a liberação da maconha é defendida por quem não tem família, ou se tem não a preza. Você acha que quem compra maconha do traficante vai preencher cadastro e se dizer usuário legalizado?… hipocrisia é dizer que maconha e cigarro estão no mesmo patamar de “mal social”, você não deve sequer imaginar como é o tráfico e o que é feito “para o tráfico”, quando você estiver inteirado do que é tráfico e de como “eles” aplicam suas leis aos seus escravos, talvez,você pense bem no que é hipocrisia. …dar um tapinha pra relaxar é muito bonito em filme e video clipe, vá e verifique quem cuida dos viciados, quem paga por isso, onde eles estão, e principalmente a situação aonde começaram a usar o “relaxante”…

          • É sim, mas tem gente que planta, já pensou nisso? Maconha e cigarro não estão no mesmo patamar de “mal social” mesmo não, o cigarro esta muito na frente, você já viu os gastos que a saúde tem pra tratar de cigarro? Tem diferentes usuários, só te digo isso, não generalize nada, tem gente que não fuma maconha vinda do tráfico não, mas são taxadas traficantes também.

          • Alsyton defendida por quem não tem família? cara todos sabem o mal que o tráfico traz para sociedade e quanto a tua afirmação que quem defende não tem família, foi uma das maiores besteiras que já li ultimamente, e quanto as pessoas que são dependentes do alcool não tem família tb? se for pensar como tu e muitos outros, o
            Estado deve legislar sobre o que mais? sobre como tu podes se vestir? proibir alcool ou não? Na minha opinião pessoas que pensam como tu ou muito ingenuas ou hipócritas que não conhecem as ruas a guerra contra o tráfico ta perdida e é muito ingenuo quem pensa que o estado vai vencer um dia, cara existe o livre arbítrio a maioria dos maconheiros fumam por que querem ninguém os obriga, como os alcoólatras a maioria tb,, e não me venham com este papo que maconha é porta de entrada para outras drogas que o verdadeiro vilão é o álcool que desde a barriga da mãe o individuo ja conhece depois desde bebe ve seus pais e familiares se divertindo a custa do alcool e desde o berço o individuo vê nas mídias propagandas que incentivam e dizem que beber é legal então senhor Alston se for proibir que proíba o alcool em primeiro lugar.

        • Thiago, eu concordo que não devemos nos embriagar, mas não é proibido beber. A bebida é uma droga que pode ser psicotrópica quando usada de maneira exacerbada, mas a maconha e outras drogas mais “fortes” não têm essa opção. Portanto contenha-se ao dizer que quem bebe e critica a legalização é hipócrita

        • Esse é o problema a partir do momento que for legalizado o mercado da maconha será tão forte que não tem como voltar atras, os americanos vivem esse dilema em alguns estados onde se tem um mercado muito forte. Pelo menos cigarro não deixa ninguém noiado a bebida pode deixar mas bebado não da tanto trabalho como noia que rouba e mata pra comprar pedra.

      • Proibição legal x Legalização não tem a ver com os malefícios do uso. A discussão não deve ir por aí. No Brasil é proibido produzir e comercializar drogas, o que não impede ninguém de usá-las e sofrer os danos das drogas. O cigarro faz mal e é liberado, paga impostos e não tem traficantes armados vendendo cigarros em ‘bocas de fumo’. Com a campanha educativa o consumo de cigarros só faz cair. È a prova de que investir na educação dá mais resultado que investir na repressão.

        • Geralmente no álcool, mais especificamente na cerveja. A televisão enche a gente com propagandas de cerveja em horários em que crianças e adolescentes estão assistindo como se cerveja fosse algo inofensivo. Os adolescentes hoje bebem mesmo nas festas, churrascos de família e os pais não estão nem aí.

      • O que o governo tem que incrementar como uso recreativo, são salas de cinemas, bibliotecas, praças desportivas, utilização aberta de seus ginásios poliesportivos, em todas as classes comunitárias. O governo tem que promover a igualdade entre as classes sociais, criando oportunidades iguais e de direito básico da educação, saúde, moradia e emprego. O governo tem que cuidar do cidadão, e não incentiva-lo a ficar “doidão” e curtir um “barato”. Isso ´q coisa de bandido!!! Numa época que se faz política contra o tabaco, e o álcool, comprovadamente prejudicial a saúde, vem na contramão a história de que a maconha faz bem???? .
        A pergunta é: Faz bem pra quem??????

      • concordo com o Thiago se seguir neste pensamento retrógrado temos de proibir as bebidas alcoolicas que também causam grande violência e custos para a saúde pública. e tenho dito.

        • Se pensar bem, cada vez mais o álcool é coibido. Não existem mais propagandas na TV, como antes. A venda para menores é proibida. Não se pode beber e dirigir. Se as coisas continuarem neste ritmo, não duvido que chegue à proibição de beber em público ou coisa mais fechada ainda, o que apoio.

      • Este blog é livre para opinião ou apenas para opiniões que agradem? postei um comentário recentemente, fui educado, não ofendi ninguém e o comentário não foi permitido pela moderação, por favor vamos debater, comentários filtrados não é legal.

    • É violento por causa da legislação lixo,dos ”Direitos dos Manos”,da proteção e luxos dados aos menores infratores.Se com as drogas lícitas como o cigarro e o uso do álcool temos todos esses problemas,a legalização da maconha só os fariam aumentar,pois ela é a ponte para drogas ainda mais pesadas.

    • Como que se no Brasil fosse resolver, vc acha que traficante lucra com maconha, vc acha que traficante quando a liberação acontecer vai s inscrever no SIMPLES, vai aceitar a livre concorrência? meu amigo saia desse seu fantástico mundo, saia dessa sua viagem,se países Europeus não tiveram competência para solucionar o problema quanto mais nesse pais que vivemos que é descaso puro.

    • Se liberar, quem vai lucrar, o governo? Se você quer matar e não é liberado, você vai no pistoleiro? Crime é crime e deve ser combatido com POLÍCIA, JUSTIÇA, e não flexibilização.

      • se matar for liberado então vc vai sair matando? se liberar o governo vai arrecadar dinheiro sim com impostos para investir na saúde que possivelmente terá um pequeno aumento e vai diminuir o gasto com policiamento contra o trafico podendo utilizar esse efetivo na segurança

      • Crime é crime… Mas em 1930 os EUA proibiram as bebidas alcoólicas. Passaram a ser crime….hoje são liberadas. E devem ser combatidos com polícia e justiça, mas como está o combate hoje? Pelo que sei, nada bom pro lado da justiça e polícia

  2. O problema não é inteiramente da liberação das drogas, conscientização sobre os problemas que elas causam são muito mais importante na prevenção do uso.
    Proibição como ocorre no Brasil hoje não resolve muita coisa.
    Agora o que eu não entendo é o que aborto, eutanásia e a união entre homossexuais tem a ver com drogas e prostituição.

  3. E a maconha sendo legalizada vai resolver muito, né? Porque já pararam pra imaginar o preço que ela vai ter com os impostos e os lucros de todos que estão no meio? Desde produtor, atravessador, comerciante e impostos, impostos e mais impostos? O traficante vai continuar vendendo mais barato e muita gente ainda vai comprar com ele, sem contar o fato de atrair gente querendo consumir drogas mais pesadas…

    E mais, se já temos um milhão de problemas com a bebida, que é legalizada e mata milhares no trânsito anualmente, imagina com mais uma droga liberada? Teria que fazer a lei da marola e gastar mais milhões de reais treinando e equipando policiais pra montar blitzes pra coibir a direção com maconha?

    • CARÍSSIMO ARTHUR

      A suposta diminuição no consumo legitima seu uso a nível moral? Se formos usar dados estatísticos, os malefícios da droga (COMPROVADOS!) são devastadores e esvaziam qualquer suposta vantagem, sob qualquer perspectiva.

  4. Radical, meu amigo, você já exerceu seu direito democrático de falaciar a … que quiser, agora, ao invés de você tirar achismos (…), apresente algumas estatísticas e fatos concretos para sustentar o por quê de você achar tudo isso.

  5. Que artigo tosco.. cita um monte de coisas que nada tem a ver com questão das drogas (incluindo casamento entre pessoas do mesmo sexo) e no texto só fala das drogas e prostituição.

    Dá pra deixar de ser um fanático por um segundo e passar a usar a lógica ao escrever um artigo? Quem perdeu tempo lendo agradece.

    • Então, mané, tudo o que foi citado tem a ver com políticas liberais, ou será que o vc não percebeu lendo o texto? Vc é que está precisando entender melhor o que lê!

  6. Sou Português, vivo no Brasil já vivi em Amesterdam e esse texto é conversa para boi dormir. Concordo plenamente com o que o Luís Araújo disse.
    Em relação à maconha ela é liberada dentro dos coffeshops. E o povo que não quer estar nesse meio tem imensos locais para onde ir.
    Em relação ás prostitutas o único motivo que vejo para o governo fazer isso é pq o distrito vermelho fica mesmo no centro. Local que todas as imobiliárias ambicionam. E correram com as prostitutas para outro canto periférico qualquer da cidade. É bem melhor saber e ver prostitutas em lugares seguros e asseados do que passear nas ruas do Brasil e Portugal e vê-las encostadas aos postes, arriscando sua vida em bairros perigosíssimos. Ou então em bordéis clandestinos sendo exploradas.

    • Concordo plenamente! E em relação as drogas, tem muito pano para mangas, quem tem o vício de fumar maconha é a mesma coisa que beber álcool, ou outra droga qualquer, mas esquecem que a produção do álcool, tem todo um processo de de produção, o mesmo deveria der com as drogas, porque uma droga quando chega ao cliente final, já tem lá muita porcaria junta, o que só piora a situação, para se entrar na legalização das drogas, o país tem que estar bem preparado, em termos escolas, nas estradas, e fumar em locais apropriados, e ter uma dosagem máxima, e claro as drogad serem avaliadas! Para ir para o mar, tem que se preparar primeiro em terra… isso sim era um grande passo para a redução do crime!

  7. Deixa proibido mesmo… quem quiser comprar que compre dos traficantes e assuma os riscos… pois isso “nunk” vai acabar.. ja são + de 5000 mil anos.. e as drogas continuam ai.. se passao outros 5000 e elas continuarao.. as pessoas usam pq querem.. nao tem como mudar isso.. deixa do jeito que ta e vamos resolver problemas mais importantes… como educaçao…

  8. Só chamar a atenção: “O país que legalizou a eutanásia, o aborto, as drogas, o “casamento” entre homossexuais e a prostituição reconhece que essa posição não melhorou o país.” Ele só falou de 2 pontos mas dá a entender de que todos os pontos são ruins, sendo que nenhum dos deles tem nada a ver entre si (fora o preconceito ai no meio). Além disso, eles mostraram que o problema não é a legalização da maconha, o problema são as outras drogas…

  9. A palavra arrepedimento não é cabivel neste documentario.Porque arrependimento so pode ser colocado neste documentario a partir do momento que eles reconhecerem que cometeram uma grande violacão contra a lei de Deus, que o homem nenhum quer Tomar conhecimento. O que acontece é que isto é uma consequencia da grande transgressão da palavra de Deus, sendo que não importa o que esta sendo legalizado pela as autoridades da terra, Drogas, prostituicão, abortus, criminalidade, ou qualquer outro tipo de corrupcão humana iremos um dia confrontar com a realidade diante de Deus.

  10. Só quem tem uma pessoa viciada na família conhece o poder das drogas, vcs falam da droga como “curtição”, como parte da diversão, mas e aqueles que entraram no abismo sem fim, e levaram gente inocente com eles, famílias inteiras corroídas pelas consequencias das drogas, da prostituição, que termina com a morte, morte da dignidade, morte moral e finalmente a morte física.
    Nós como seres humanos temos o direito-dever de proteger nossas crianças e jovens , pois Estado algum poderá assistir os viciados, sem ajuda dos próprios cidadãos. Uma coisa é optar pela euforia da droga outra coisa é não conseguir controlar esse dragão.
    Não devemos ser hipócritas e achar que as decisões que tomamos para nós devem ser acolhidas por outros. Falem, mas falem por si mesmo, nem tudo que é bom para nós é bom para os outros, já temos problemas o suficiente, sem ter q se preocupar com o fato de nossas crianças estarem comprando alcool e drogas na lanchonete da esquina, ou pior, dando o corpo em troca disso.

  11. Eu moro em Amsterdam e sei o que é isso. Esse tipo de comercio não é consumido pelos holandeses e sim por turistas. No momento eles sofrem, pois os adolecentes estão muito proximos de tudo isso, e os pais estão tentando por tudo os manterem longes dessas ofertas…

  12. O consumo da canabis abre brechas para o uso indiscriminado de outras drogas mais letais.Quem convive de perto com dependentes quimicos, sabem muito bem o que enfrentam.Muitas pessoas querem liberdade mas nao vivem com responsabilidade as suas escolhas.

  13. O melhor de tudo é ter na materia como foco os efeitos negativos de ter drogas liberadas no pais,
    e associar isso tudo com outras questões que nem foram citadas, como casamento homossexual e aborto.

    Queria entender onde essas coisas estão ligadas, para se fazer necessário esse tipo de associação.

    • CARÍSSIMO CRISTIANO,

      A reportagem é sobre a Holanda! O fato de citar no início outras politicas “liberalizantes” do país apenas reforça a força do recuo e o erro de avaliação cometido.

  14. Holanda, Portugal,Suíça…todos esses países tem uma estrutura de primeiro mundo!!!
    vejam as políticas publicas de la,se esses que tem uma outra estruturação política,financeira,governamental,não conseguem descriminalizar sem efeitos coletareis drásticos,que dirá o BRASIL???imaginem todos esses jovens acabando suas vidas, por n terem estrutura suficiente e acompanhamento social pra isso!!!e as familias?e de onde proverá o costeio do uso dessas drogas?qual a empresa que da emprego a um usuário assumido?ESTAMOS EM UM PAIS EM FASE DE CRESCIMENTO E DESENVOLVIMENTO, TAIS DELIBERAÇÕES SO ATRASARIAM AINDA MAIS.

  15. Ok, moro há um tempo em Amsterdam e concordo com quase tudo o que o texto traz. Só uma coisa me chamou atenção: qual a conexão do assunto das drogas com o casamento entre homossexuais? E, ainda, por que aparece entre aspas no título? Não vamos misturar as coisas, por favor!

  16. SE TODAS AS PESSOAS FIZESSEM O QUE É CORRETO, NÃO HAVERIA NECESSIDADE DE POLÍCIA, PRESÍDIO, É TOLICE PENSAR EM LIBERAR AS DROGAS, MUITOS BRASILEIROS NÃO RESPEITAM NEM O SINAL VERMELHO, O SOM ALTO ETC. IMAGINEM LIBERANDO O CONSUMO DE DROGAS, NÃO HAVERÁ CONTROLE NENHUM, NÃO SE ENGANEM.

  17. Bom texto, Porém não havia á necessidade de fazer algumas citações que não tinham absolutamente nada a ver com o texto,infelizmente você não feliz em fazer tais comparações já que temas como esses mereciam uma discussão mais detalhada e melhor dialogada.

  18. Simples , eles liberaram tudo aquilo que as religiões cristãs condenaram, incluindo além das drogas, o aborto e eutanásia porisso foi incluido no texto, e o casamento homossexual também.

  19. Nossa população ainda é “parcialmente” lúcida, isso impede – por algum tempo – a instalação do caos. Agora, transforme isso aqui em um Woodstock e a confusão será tão grande que somente um Estado ditatorial poderia conter a baderna generalizada. E isso é um objetivo do Governo! Desconstrução como lema, precisa dizer algo mais? Leia sobre pndh-3, leitor, leia… Ah, aproveite para assistir Blood Money!

  20. E outra coisa, não existe nenhuma lei tramitando em questão dos bares e cafés não funcionarem há 200 m de escolas e creches: Elas JÁ existem, menores de 18 anos não entram em coffeeshops, estrangeiros não podem comprar drogas nas coffeshops justamente para evitar o tráfego de drogas e o turismo lisérgico, as vitrines do De Wallen são expostas em algumas áreas do bairro, mas não em completa exposição. A Eutanásia e o Aborto são liberados em casos extremos, a exemplo: A Eutanásia fica a escolha dos pacientes, que em maioria deixa em testamento os desejos ou quando não há testamento, fica a cargo da família (companheiros e filhos ou pais e familiares mais próximos possíveis), o aborto é feito em hospitais e clínicas especializadas, mas em casos de violência sexual comprovada, problemas de saúde da mulher que comprometam a vida da mulher e da criança, fetos com anencefalia comprovada e somente comprovada por médicos especializados do Estado. Podemos falar em questão de saúde pública também? Holanda tem um plano de saúde público considerado o terceiro melhor do mundo (ficando abaixo somente da Suíça e da Bruxelas), as mulheres grávidas recebem pré-natal, atendimento médico de urgência para ela e para o filho, sem gastar nenhum tostão, recebem licença maternidade de 1 ano remunerado, mais dois meses não remunerado. Os homens tem políticas públicas de prevenção ao câncer de próstata, eficiente e extenso, e não periódico como aqui no Brasil, os Hospitais Públicos tem segurança, médicos treinados, tecnologia mediana, tratamentos gratuitos, e etc. Em quesito educação, as escolas primárias em sua maioria são publicas (principalmente as melhores do país), tem educação integral, o ensino de filosofia e ciências sociais nas escolas com regularidade, extensões de intercâmbio para alunos do Ginásio. O problema da Holanda é necessáriamente os impostos, que aumentam a cada ano para a manutenção de qualidade dos serviços públicos.

    • CARÍSSIMA MARCELA,

      Um “progresso” que tem a banalização da vida como vantagem é um retrocesso.Matar inocentes JAMAIS será progresso. Os velhos da Holanda fogem do país por medo de serem mortos pela família já que são “problema”. Muitos países tem melhores indicadores sociais sem precisar relativizar a verdade como faz a Holanda, sempre um mau exemplo quando se trata de moralidade e respeito à vida.

      A Holanda é um país rico, comparar seus indicadores com os do Brasil é injusto.

      As Drogas são um problema mundial e que traz o inferno para as famílias e para a sociedade. Mesmo com o “amaciamento” dos liberais. Isso se aplica a qualquer país.

  21. Este post ta totalmente tendencioso, a única restrição que os habitantes de lá querem é q a maconha seja vendida apenas para cidadãos e nao turistas, pq turistas com o objetivo de usar drogas estavam causando confusão. Procurem em sites confiáveis.

  22. Bebidas alcóolicas e fumo são drogas e tem o seu quinhão de malefícios – à saúde e à sociedade.

    Mas não se sustenta essa falácia de “ou todas ou nenhuma”. O problema do álcool e do fumo devem ser tratados separadamente, não prejudicando a corretíssima proibição de maconha, crack e demais. Certamente, pode-se e recomenda-se um amplo debate em torno das bebidas e do cigarro, as “drogas lícitas”. Enquanto isso, nada de acrescentar MAIS problemas, mais porcaria de drogas à sociedade.

    Aliás, um dos piores “argumentos” dos defensores da legalização é que a proibição não evita o consumo. Se for aplicar isso a todo lixo que infesta a humanidade, poder-se-ia também cogitar a legalização do homícidio, afinal sua criminalização em nada inibiu a onda de matanças.

    Finalmente, o “cara” dizer que a maconha é um mal à sociedade não é hipócrita, a menos que chame-se hipocrisia o falar a verdade. Inclusive, ele pode ser consumidor de bebidas alcóolicas e fumante que não mudará o caráter verdadeiro da primeira afirmação. Hipócrita ele seria caso ele se mostrasse sempre publicamente contra a maconha porém a consumisse ou contribuisse para o seu consumo na clandestinidade.

  23. Alienação, radicalismo, religião e principalmente os hipócritas (As demais mazelas são consequência desses fatores/comportamentos sociais) : São e serão sempre os elementos indicativos da degradação na linha do ciclo sociológico. Tudo na vida é uma questão de lógica, probabilidade e história humana. O resto são teses furadas e crises existenciais de idiotas intelectualizados ou não tentando explicar aquilo que não podemos explicar: A nossa existência!
    A regra básica para uma vida “normal” é simplesmente não fazer mal aos demais e principalmente: Não faça mal a si mesmo, ou seja, sociologia comportamental básica. Meu pai em seu leito de morte me falou: “Filho, ahhhhh se eu pudesse voltar atrás, comeria menos, falaria menos, julgaria menos e viveria mais”. Saudades de vc meu pai, em breve nos reencontraremos e toda essa dor e loucura desse mundo deixará de existir.

  24. Depois de ler e reler o artigo, só consegui pensar numa coisa: vou à Holanda cerca de 3 vezes por ano devido ao meu trabalho, logo, conheço muito bem Amsterdan. E digo: esse artigo é completamente equivocado e foi escrito por alguém que jamais esteve lá. É mentira que o governo se arrependeu e lei vai retroceder. Pura e simples mentira.

  25. Jesus transformou tonéis de águas em litros e mais litros de vinho, para animar uma festa de csamento (!!!), mas a gente não pode queimar um baseado tranquilamente, pra relaxar, sem que a polícia nos trancafie numa cela? Hipocrisia!

    • Vinho não age no organismo da mesma forma que maconha. Os efeitos e a capacidade de provocar vício são bem diferentes… não generalize, please… Estude um pouco mais de farmacologia.

      • Hipocrisia é ignorar como é feita a maconha, (trabalho escarvo com crianças e até mais), qual o contexto social das pessoas que produzem ( em sua maioria pobres que recebem miséria para trabalhar), os malefícios, os danos à saúde e a situação em que vão terminar os usuários de maconha que em mais de 65% dos casos migram para drogas mais fortes. Hipocrisia é achar que comprar maconha não é traficar. Vai relaxar ajudando os pacientes do hospital do câncer, vai visitar um asilo, vai cuidar de quem tá na cracolândia, vai pelo menos pra ver meninas de 12 anos se prostituindo por causa de uma pedra e pergunta como ela começou. Vai lá “hipocrisia!

  26. Steven, o pais não é violento por não legalizar a maconha; É violento por causa da IMPUNIDADE.
    Curiosamente, os políticos que querem liberar a maconha são os mesmos que dizem que os criminosos (principalmente menores infratores) são vitimas da sociedade.
    Se liberar a maconha a coisa não vai melhorar. Pode piorar. A Holanda é a prova disso.

  27. Todos os pontos de vista fazem algum sentido, tanto os a favor como os contra, o que faz o assunto ser tão polêmico. A unica certeza, para mim, é que a situação atual no Brasil é a pior possível: uma fortuna imensa de dinheiro publico gasto todos os anos sem resultado algum, enchendo as cadeias de pessoas humildes que cairam na tentação do dinheiro fácil. A leis anti drogas do pais lutam contra o fato de que as pessoas consomem porque querem, não veem mal algum nisso, é um crime sem vítima. Se a solução é legalizar, liberar, atenuar….não sei, mas é bom todos acompanharem as experiencias que estão sendo feiras pelo mundo, da soma de erros e acertos temos que encontrar um caminho porque a situaçâo atual é um desastre para todos.

  28. Liberaram o alcool para acabar com os ganster,mas acentuou a martirazação das familas com o numero de alcoolatras hoje vemos metade dos acidentes serem por jovens alcoolizados; lberação da prostituição na holanda se constatou que mulheres eram trazidas de outros paises e eram forçadas a prostituição e até aliciamento de menores se constatou,alem de venda de maconha alem do permitido.Tudo que é condenado há dois mil anos,provados os males e degradações que causam aos seres humanos, minorias alienadas e politicalhas insistem em sua liberação, com as pseudas liberdades de expressões e do politicamente corretos..

  29. Mesmo com os problemas causados por drogas e prostituição, ainda consegue ser melhor q o Brasil, onde os grandes se beneficiam da venda das drogas e pagam prostitutas de luxo.

    • CARÍSSIMO JOSUÉ,

      A prisão não é só a de grades, o vício é já uma prisão. A ausência de criminosos não é um sinal de que a droga não continue sua sana destruidora de vidas e famílias. A Criminalidade é apenas um aspecto, talvez o mais visível do mal que a droga causa em todo o mundo.

      Para um exemplo questionável da assepsia da droga na Holanda, poderia lhe dar MILHARES de outros exemplos no sentido contrário extraídos da própria Europa e de todo o mundo. A droga é realmente uma droga.

    • CARÍSSIMO ALESSANDRO,

      A escolha seletiva de um aspecto da verdade não transforma toda a verdade. Se colocarmos na balança o ‘ganho’ com a suposta diminuição do crime com os malefícios que a “cultura da droga” produz na vida de cada pessoa, veríamos quão injusto é qualquer defesa do uso das drogas.

  30. Excusen si eu nao escrebo bom o Portugués mais eu soi espanhol da Galiza. Holanda nao tinha problemas con esas leis. O problema era que os demas paises continuaban a ter politicas contrarias a legalizacao tanto da Marihuana como da prostitucao. Asim que tudos os europeos dos paises mais pertos de Holanda iban lá pra comprar e consumir ou para ir con prostitutas. Ese foi o problema, nao otro. O indice de consumidores de Cannabis en Holanda é dos mais baixos do mundo, o mesmo con a prostituzao.

  31. Tem que ser um tremendo de um MACONHEIRO retardado para crer que liberando o uso da maconha vai coibir ou diminuir o trafico…kkkkkkkkkkk…só um imbecil para dar credito de que no BRASIL isto funcionaria…kkkkkkkkkk…se nos países ditos do primeiro mundo estão aplicando leis e que tem mesmo que ser absolutamente severas não só em relação ao uso desta porcaria, mas sim a todos os pontos abordados no artigo que tem grande valor.

  32. O Brasil precisa fazer um estudos sobre isto, fazer uma comissão seria compondo prós e os contras ir nestes países onde as drogas são liberadas e estudar isto, acontece que a guerra contras os traficantes estão gerando mais mortes e custos que se fosse tudo liberado, que invista na educação das crianças e da família, até onde tenho pesquisado os desajustes na família é a grande culpada.

  33. é só uma planta ignorantes , o fato de liberar ela não é tirar ela da venda dos traficantes ,, e sim do mesmo bolso das outras substancias que são drogas feitas em laboratorios , totalmente visada para o consumo pós consumo , cannabis é outros 500 , até mesmo era conhecida como erva da soma ,soma de percepção e não de pensamentos com total violação da essência humana , o fato da cannabis ser proibida , é a totalidade de beneficios que ela traz a nossa mente e organismo , a liberação e investimento de pesquisas iria tirar do mercado farmaceutico uma grande quantidade de remédios e diminuindo o ganho das empresas particulares que tem contato direto com a economia junto com o governo fazendo essa manipulação de capital entre eles , e tudo isso a respeito a uma simples planta, que você que está lendo isso indignado nem sabe o porque é contra essa entidade , Acho que vocês apenas se sentem oprimidos com a formas de maconheiros ver a realidade ! ABRA SUA MENTE !

    • Ignorantes? Olha só o naipe de quem comenta? Não sabe nem argumentar sem recorrer a grosseria e o Copy and Past de manual de militantes da maconha. Não tem personalidade própria.

  34. jesus e a soluçao para todos os nossos problemas quem cre nele nao precisa de nada disso ele traz liberdade aos cativos e oprimidos basta reconhecer que ele e senhor e pode salvar a todo que cre as drogas so trazem prisao para o corpo e para alma a liberaçao so vai trazer mais problemas para o brasil e para o mundo eu sou contra a liberaçao e a favor da liberdade

  35. Legalizar a maconha no Brasil? Que tal, de quebra, legalizar a cocaína também, o crack, a merla, o ópio, o haxixe, os “sais de banho”, o oxi, e outras porcarias? Como policial, já me deparei com muitos problemas protagonizados por usuários de álcool… mas nada se compara àqueles protagonizados por usuários de drogas ilícitas e pelo tráfico que os abastece. E quem usa é tão culpado quanto quem fornece. E é por isso que essas drogas são ilícitas e, na minha opinião, devem permanecer ilícitas e combatidas a todo custo. Achar que com a legalização o traficante sairá da ilegalidade e conquistará sua independência financeira através do comércio regular formal é um argumento inocente (chegando a ser burro), pois com a legalização quem irá lucrar serão os grandes laboratórios… E aqueles traficantes que vivam na ilegalidade, não irão arranjar emprego porque sua atividade principal agora não é mais ilegal, mas irão migrar para outras atividades ilegais, como já ocorre.
    Legalizar a maconha é o primeiro passo para a legalização de outras drogas, por isso permaneço contrário a essa medida. Mais de dois terços dos homicídios no Brasil têm a ver com o uso e comércio de drogas. E volto a dizer que quem usa é tão culpado quanto quem fornece.

  36. Para quem conhece a luta diária de pessoas que estão se libertando do vício compreende que um assunto deste nível não chega a lugar algum com comentários sem um fundo de pesquisa e estudo e se fecham apenas à sua razão. A legalização já é uma realidade em nossa sociedade, está aí a cerveja que de tão banalizada você encontra nas proximidades de escolas e dentro de casa e no entanto nem nos atentamos em discutir a sua proibição então acaba sendo uma discussão muito superficial igual ao artigo que não trouxe nenhuma novidade apenas sensacionalismo barato.

  37. Não vi relação alguma entre prostituição, maconha, aborto e mais diversos tabus sociais que foram citados no texto para aterrorizar mentes influenciáveis. Sinceramente a única coisa que prego é a EDUCAÇÃO, só isso faria a policia, as leis, os políticos e mais muitas coisas dispensáveis. Ensinar o povo a ter mente crítica, mente aberta (mas não influenciável, e sim analítica) resolveria a maioria dos problemas sociais. Isso e uma “gaiola confortável” pois estudos indicam (não tenho as fontes agora, mas pesquise se tiver interesse pois é algo já muito divulgado) que o problema de abuso de drogas vem com o mal condicionamento. Foi um estudo feitos com ratos, metade deles em gaiolas recreativas, com outros ratos, e outra metade em gaiolas sem nada e nem companheiros, ambos com morfina a vontade, o primeiro grupo, mesmo ainda usando a droga em algumas ocasiões, não apresentou problemas de abuso, enquanto os ratos do segundo grupo morriam de overdose.
    TIRE SUAS PRÓPRIAS CONCLUSÕES
    e algo que acho valido e perguntar, por que as igrejas (quase todas elas) tem tanto fervor em ensinar a bíblia, o valor do dizimo e suas leis, mas não incentivam de maneira alguma as escolas?
    medo que as pessoas adquiram o senso critico que citei anteriormente? medo que pensem que pode ser diferente? medo que pensem?

  38. A liberação de drogas é somente um meio do governo fugir de querer encarar a realidade, o ser humano fica deplorável, pois com estas substâncias, sejam elas liberadas (cigarros, bebidas, etc…) ou não (cocaína, maconha, crack, etc.,) só levam no fim das contas a famílias cada vez mais desestruturadas, geração por geração, cada vez pior. Sou totalmente contra a liberação e a favor de recuperar essas vidas.
    Jovens, as decisões que tomarem hoje, farão a diferença amanhã, agora pode estar tudo bem, legal, curtindo, mas, pense daqui há 10,15,20 anos e o que você quer passar para sua geração.

  39. NÃO ACREDITEM NESSA MATÉRIA DESVIRTUADA DE UMA PAROQUIA. QUEM LÊ JORNAIS SABE QUE ISSO OU FOI INVENTADO OU FOI PROPOSITALMENTE MANIPULADO PARA QUE TODO O ENREDO FOSSE DE TRAGÉDIA.

  40. E depois de ler a matéria vou puxar nos comentários para ver a cabeça das pessoas e leio uma merda pior que a outra. Na mente de um a maconha tem que ser liberada mesmo porque se a Droga e o Alcool estão porque a maconha não? Na outra, a maconha é so buscada por quem não tem família.

    Faz um favor? Vão ler antes de comentar ..O dia que liberarem a maconha aqui (alias ela não ta liberada já não? Por que o que mais tem na rua é cheiro de maconha) vai ser um inferno andar na rua. O alcool e o cigarro ja enchem o saco, a maconha adicionada aos outros dois, vai ser um Deus nos acuda.

    Quero so ver, chegar no trampo e ter o cantinho da Maconha no serviço e o cara chegar todo chapão no trampo.

  41. Obviamente, quem é a favor da liberação da maconha, são aqueles que fumam maconha. Poque pra quem não fuma, é um SACO aturar um maconheiro chapado e é um pesadelo imaginar um mundo em que seja normal uma pessoa fumando isso perto da gente ou dos nossos filhos. E agora está aí, uma noticia pra provar que a liberação não deu certo nem para os países que já tentaram. Chega a me impressionar o tanto de gente que perde tempo para defender VICIOS, ao invés de se preocupar com coisas que realmente importam, como a saude por exemplo.

  42. Querem liberar a maconha e depois qual será a proxima droga que vão querer liberar?? Sabendo que ao liberar a maconha se ira aumentar a violencia (porque quem não sabe maconha é uma droga como qualquer outra e vicia se vicia vc quer mas e mas dessa droga transformando o consumidor em uma pessoa extremanente violenta), tb ira aumentar o trafico porque a maconha é a porta de entrada para outras inumeras drogas e quem saira no lucro nao é o consumidor que acho que liberando a maconha tudo estava lindo e maravilhoso. Maconha é a porta para tudo de ruim que pode trazer para uma população ou um pais.

  43. É melhor ler a reportagem original na íntegra:
    http://veja.abril.com.br/050308/p_098.shtml

    O autor aqui só colocou o que interessava, mas a situação é mais complexa. Por exemplo, apesar do que é dito o comércio da maconha não é realmente liberado na Holanda, só venda. Vejam este trecho:
    “A tolerância em relação à maconha, iniciada nos anos 70, criou dois paradoxos. O primeiro decorre do fato de que os bares podem vender até 5 gramas de maconha por consumidor, mas o plantio e a importação da droga continuam proibidos. Ou seja, foi um incentivo ao narcotráfico.”

    A pseudo-liberação ainda mantem o espaço pro tráfico.

    • Mas se legalizou “um pouco” já não deu certo… Legalizar por completo daria? Não sei não amigo, eu entendo seu ponto de vista que é “sé para legalizar, que seja direito”… O problema é que normalmente mudanças tão significativas devem ser feitas aos poucos justamente para dar tempo de voltar atrás quando inesperadamente… Deu Merda.

  44. meu filho esteve lá há coisa de 15a. (ele nem é ligado em religião) e ele não gostou do que encontrou por lá. Andou em toda Europa. Na época ele nem tinha 20a. e estava trabalhando em Milão numa fábrica metalurgica para voltar e continuar a trabalhar nela aqui no Brasil(foi pra fazer um estágio) Qto a mim não existe argumentos pra justificar essa abertura pra quem nem tem cabeça, o pior que depois cai no colo da família e da sociedade! Pronto Falei

  45. o uso da maconha é tão providencial, tão utilitário quanto a legalização do aborto. Nos EUA, país que influencia até a vontade de algumas pessoas de se matarem, portar entorpecentes de qualquer espécie e delito grave, passível de detenção. Por que nós não imitamos eles nisso também? É claro que ladrões de banco e traficantes são responsáveis por interesses maiores do que os deles. Nós discutimos o que é ou não moral e nos esquecemos de que o pai da moral é Deus. Ele colocou e ordenou que se cumprisse dez mandamentos, entre os quais: não matar, não desejar a mulher do próximo e amar a Ele sobre tudo. Querer a liberação da maconha e drogas afins é o mesmo que pedir asilo por atos que sabemos e temos conciencia de serem criminosos.

  46. Só me faltava essa. Para muitos aqui, a liberação das drogas é a solução para o problema do Brasil. É sinal de evolução.
    Então, partido do ponto de vista dos liberais, se de fato liberarmos tudo, tudo mesmo, ou seja, nada mais é crime aqui no brasil, qualquer um agora pode fazer o que quiser: Estuprar, matar, furtar, roubar… Aí sim, chegamos ao auge da evolução!.
    Viva o pensamento liberal…
    Repugnante isso tudo.

  47. Droga nenhuma, traz benefícios, no contrário, para fins medicinais. Complicado falar de algo que tomou uma proporção tão grande. Legalizar os assuntos comentados é um assunto polêmico, mas se fomos analisar, vai se verificar quê: a sociedade brasileira vai se valer de tais liberações para um ponto nada interessante, e talvez nem acabaria com o tráfico e o mercado informal. Um dos fatores que me fizeram parar de beber, foi me considerar igual a uma pessoa que compra uma droga a um traficante, a diferença é que se paga imposto. Agora imaginem a legalização do aborto??? mulheres e homens mantando seres inocentes???….A homofobia, na verdade começou com uma minoria radical, chamados de neo-nazismo, que atacavam pessoas por ódio, e isso é crime contra a pessoa que ocorreu no sul e sudeste do Brasil, mas muitos se valeram desses relatos para atacar pessoas por apenas falarem no assunto sem nenhuma pretensão homofóbica, analisemos queridos.

  48. Se os “holandeses estão arrependidos”, por que não proibem novamente, então? A questão é, o artigo fala sobre uma insatisfação geral, linka uma penca de transtornos causados pela liberação, mas explica o porque de num país democrático como a Holanda com 67% da população descontente com a política de drogas, o país continua sendo liberal. Também fala da liberação do aborto, jogando a questão no meio sem nem pontuar nenhum dos transtornos causados pela liberação do aborto, como se liberar o aborto fosse a mesma coisa que liberar a maconha sem a menor necessidade de questionamento. O artigo é de um moralismo conservador absurdo, o autor impõe sua visão conservadora com ares de quem se sustenta em fatos, mas a única coisa que faz é pegar a experiência da liberação da maconha em país, procurar quaisquer problemas sociais e associá-los a política de drogas (também fala da legalização da prostituição como se fossem todos um mesmo e único problema) e afirmar que por si e nada mais que a experiência é um retrocesso. Fosse o autor um pouco mais imparcial, teria pelo menos o bom senso de separar os assuntos, se possível em artigos distintos pra dar razão ao fato de que se tratam de coisas muito distintas…

    • Primeiro vamos lá lidar com sua falácia amigo. Democracia não é balbúrdia. Existem institutos jurídicos como o “direito adquirido” e que o estado deve intervir sempre menos, e não mais nas vidas das pessoas. É muito mais difícil proibir depois de legalizar, que legalizar algo que já foi proibido, pois ficar fazendo uma conduta andar entre o “legal e o crime” é irresponsável e algo que qualquer doutrinador vá contra.
      Entendo que vincular a questão ao aborto é complicado, e te entendo nesse ponto. Mas entenda você também que normalmente os mesmos políticos a favor de legalizar a maconha, são a favor de liberar o aborto, são posturas que normalmente que defende uma, defende a outra, mesmo que claro, ajam várias exceções, ademais sejamos sinceros, existe uma verdadeira santa inquisição da esquerda que taxa de hipócrita e conservador qualquer um que fale contra suas políticas, o que no mínimo é pouco democrático.
      Quanto a prostituição, creio que é mais complicado… Todos sabemos que é estratégia mais simples dos traficantes de mulheres, as viciarem em drogas para as manter ali, escravas deles. E num país que permite maconha, é mais fácil empurrar algo “mais pesado” depois. Assim sendo, como prostitutas estão mais expostas a drogas, acredito que cabe falar das duas coisas ao mesmo tempo… Ainda que fosse de uma forma mais digamos… Organizada do que o autor fez.

  49. A maconha é a porta para as outras drogas, se liberar a maconha quem vai ficar contente serão os traficantes de cocaina e crack. Falo isso de experiência propria, mas que hoje consegui me liberartar das drogas.
    Estes ai que são a favor da liberação, quem gostaria de ter um filho que fume maconha.
    Depois que entra para o crack o seu filho já era, só Deus na causa, pois o bagulho é loco.
    Portanto vamos pensar bem antes de querem liberar, porque se liberar, o acesso das drogas para os nossos filhos aumenta drasticamente.

  50. é um blog cristão né ? q crise tem um pais q libera a maconha e seus jovens não estão morrendo pq quando vc deve ao governo seu nome vai pro spc, quando se devi ao traficante ele te mata, vamos pensar no brasil as mães q perde os filho por caus de divida com drogas.

  51. É muito fácil resolver o problema das drogas. Basta que o Estado passe a oferecê-las, ganhando impostos… rs rs rs. Plantadores de fumo, poderiam plantar maconha, que seria vendida como cigarro comum. Cocaína e craque? Farmácias específicas venderiam essas drogas, puras e limpas… Surgiu uma nova droga mais potente? Sem problemas, lá na esquina tem uma farmácia que vende, mas tributado! kkk.
    Tudo te é lícito, mas nem tudo te convém.
    Não cabe ao Estado dizer o que você deve ou não consumir, mas sim, equilibrar a consequência do que você usa, da melhor forma possível.
    Os políciais poderiam sair dos morros e frequentar as escolas primárias, mostrando os tipos de drogas e seus malefícios, como já é feito em algumas cidades.
    Um exército de jovens presos, poderiam frequentar cursos técnicos gratuítos, oferecidos pelo exército, marinha e aeronáutica
    Testes rápidos poderiam ser exigidos em certas profissões, como motoristas, pilotos… e punidos com rigor, etc……
    O dinheiro economizado no combate ao tráfico e arrecadado com impostos, bancaria o tratamento com dependentes, assim como há os “AAs”, e doenças advindas do uso dessas subs…
    A educação vem de casa. Os pais deveriam ser multados financeiramente caso seus filhos viessem com notas vermelhas no boletim…
    Somente a educação muda uma nação

  52. Uma coisa é prostituição legal outra é coffee Shop. Estivemos lá e tudo parecia normal. É claro que prostitutas na vitrine é meio assustador. Existe hoje um Governo conservador na Holanda, isso sim é verdade. Sou a favor de que usuários tenham acesso aquilo que necessitem, os doentes irão para o sistema de saúde e não para a prisão. O combate às drogas é uma falácia. Quem gosta disso é a mídia que sobrevive disso.

  53. Quem no Brasil que quer fumar maconha que nao fuma? Mesmo que de péssima qualidade. Quem neste pobre país pagando deixa de ter acesso a cocaina, a hipocrisia instadada, o motivo pelo qual o governo não legaliza, que é muito diferente de liberar é porque a maconha, faz o cidadão ou o maconheiro pensar ser livre, vcs já viram maconheiro indo votar em ladrão, já viram maconheiro dando dinheiro para igrejas?
    O governo não libera para não ter concorrência, só ele pode comercializar e outra coisa, tudo que é proibido é mais atrativo para o jovem adolescente, os verdadeiros traficantes sabem disso.
    Porque os EUA nao bombardeia a plantação de Coca da Bolívia? Não param as fábricas de armas? As auto estradas tem velocidade permitida só de 80 a 110 Km por hora, os carros saem de fabrica cada vez mais velozes, não seria mais fácil limitar a velocidade na etapa de fabricação? O gado humano manipulado como idiotas, sabe o que eles dizem nas reuniões da Maçonaria? ! Tolos…Tolos…Tolos…kkkk

  54. Bla bla bla de comentarista alienado não vai mudar o país. A questão é que CANNABIS CURA CÂNCER, não me venha colocar uma planta ao lado de prostituição e químicas! Bando de desinformado!
    Preconceituosos!!

  55. Tinha que legalizar por um ano para os babacas se matarem de overdose, quem morrer de overdose, perde direito sobre o corpo e vai pra estudo. Se fossem só os “donos de morro ou bocas”, que lucrassem com isso, seria fácil resolver. Mas não, é milícia que lucra (por que os policiais não são valorizados) eles são a ponta do iceberg, o crime que lucra mesmo com isso é o governo. Que fazem e modificam as leis como convém. Se num país pequeno, já é difícil, imagine em um desse tamanho.

  56. Conheci um holandês que fugiu de lá. Disse q está insuportável. As pessoas estão se mudando para lugares afastados dos grandes centros. Segundo ele o estado é de decadência total.

  57. Papo furado. Estive em março deste ano em Amsterdam. Nenhum Coffee Shop foi fechado, nenhum smartshop foi fechado e tão pouco a “Red Lights street “, onde pude presenciar excursões de várias idades para as famosas vitrines. Lembro-me que tive somente um protesto em relação a prostituição na cidade. Fora isso, a cidade vive em perfeita harmonia com suas diferenças.

  58. Esse artigo é um imenso festival de mentiras!!!
    Estive em Amsterdã na semana retrasada!
    Nada disso é verdade!
    Não existem áreas degradadas!
    A maconha é a primeira coisa mais taxada do país, seguida de álcool e tabaco, gerando uma arrecadação bárbara pro país! Recurso esse que é fartamente investido em estrutura, segurança e tudo de bom que um cidadão pode querer q seu pais ofereça!!!

    Esses artigos mequetrefe, produzidos pra iludir a população (que não tem acesso à informação, não viaja e não tem fontes neutras e fidedignas) estão se alastrando pela internet como pragas!

    A internet, que possibilita um largo acesso à informação, também é fonte de artigos tacanhos, obtusos e moralistas!

    A população em geral não quer legalizar a maconha, mas não se importa com os prejuízos sociais e materiais que o álcool representa…

    E muitos dos que não querem legalizar é por que ganham com o tráfico!

    Beleza…

  59. Mas triste e a pessoa e ler e ainda achar que discriminalizar a maconha influenciara no lucro do traficante se a materia disse ali que faz as outras drogas a ficarem mais barata o que aumenta ainda mais o consumo… E gente que diz que cigarro e pior do que e a maconha e menos pior do que o Cigarro e muito facil dizer isso… A pessoa fuma maconha em um numero menor do que o cigarro coisa quem começa fumar cigarro tambem o faz… Ate que anos depois se ve fumando 1 ou 2 maços de cigarros por dia… Pra se saber os reais perigos e danos da maconha daqui ha anos e quanto o estado estara gastando pra tentar recuperar e curar os usuarios de maconha…

  60. Sou Biólogo e estou preste a finalizar uma pesquisa de uma vacina antidrogas. a intenção que que essa vacina seja aplicada nos primeiros dias de vida do ser.
    o problema está em alguns tratamentos médicos ainda estarem condicionados a principio ativo dessas substancia, mas isto também está sendo resolvido.
    em breve teremos um planeta livre do uso errôneo de tais substancias.

    trabalho nesse projeto sozinho é é muito perigoso dar mais detalhes, pois isso fere interesses até internacional.

    è difício hj estou enclausurado , mas a liberdade de tantos será o marco que pretendo deixar.

    sem mais…. quem viver verá.

  61. As pessoas falam que a maconha é a porta pras drogas. Não conheço ninguém que começou a fumar maconha e depois começou a fumar CIGARRO. Se existe uma porta para a entrada das drogas é o cigarro. Esse que está em primeiro lugar na lista de mortes decorrentes do uso. A maconha é proibida, mas em qualquer lugar que se vá, tem pra comprar. A política de lei anti-drogas é um fracasso, tanto em termos sociais quantos econômico. O que não dá mais é continuar com a mesma estratégia e fingir que a mesma está tendo êxito. Quando um time de futebol não vence a primeira coisa é mudar a estratégia. O tráfico não pode continuar ganhando com esse tipo de coisa. Assim como juízes, policiais, advogados e etc. Então demorou nesse caso para mudar…

  62. Primeiramente achar que não existe tráfico de cigarros é tolice, há trafico ilegal de cigarro como qualquer outros produtos, a única diferença que pode acontecer caso a maconha seja legalizada é ela passar pelas fronteiras com notas fiscais frias, é muito fácil burlar os tributos mesmo com todas as tecnologias de declarações fiscais que temos para gerar receitas, logo o argumento de arrecadação com a maconha é inválido. No RS por exemplo tem gente que consegue comprar cigarros paraguaios por até 2 reais o maço, porque com a maconha não seria diferente ? A questão da legalização da maconha assim como as outras drogas mais pesadas é uma questão política, que consegue fornecer tantas drogas na América Latina se não as FARC ? O Brasil mesmo com plantios de maconha dentro do território nacional não consegue atender a demanda para todo a país, legalizar nesse momento em que as FARC ainda continua firme e forte só vai aumentar o seu poder sobre qualquer suposto concorrente, e não adianta dizer o o governo iria coibir essa prática pois sabemos quem nossos governantes são aliados.

  63. Mentira. Essa reportagem é tendenciosa e tão verdadeira quanto o encontro de ontem entre o saci, o coelhinho da Páscoa que combinaram uma saída com papai viel pra ir na casa da chapéuzinho.

  64. ISSO É PURA MENTIRA. NOTÍCIA PRÓPRIA DE ALGUMA DIREITA PRECONCEITUOSA…( Ou de algum traficante ). EU VIVI LÁ E VOU LÁ ASSIDUAMENTE . OS EMIGRANTES QUE LA ESTÃO É QUE NÃO ESTÃO HABITUADOS A VIVER EM PAÍSES CIVILIZADOS …SUL AMERICANOS …AFRICANOS ETC.

Deixe um comentário