* Testemunho de ex protestante da Congregação Cristã no Brasil hoje católico!

Fonte

www.padrepauloricardo.org


Salve Rainha!

A Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo a todos!


Olá pessoal do suporte do blog [do Pe. Paulo Ricardo],


Chamo-me Dênis, tenho 26 anos e sou da cidade de São José de Rio Preto/SP. Estou enviando este e-mail para contar sobre a minha conversão. Ainda não sei bem ao certo os motivos que me levaram a querer escrever o testemunho, mas, em parte, sinto muita vontade de agradecer ao Padre Paulo e a toda a equipe por esse belíssimo trabalho de evangelização e esclarecimento dos cristãos.


Nasci sob uma educação cristã, meus pais eram da Congregação Cristã no Brasil, mas, com o passar dos anos, a rotina aos cultos da igreja foram diminuindo e mais precisamente quando tinha 12 anos, quando meu pai foi assassinado, sofremos a maior queda de nossas vidas. Desse momento em diante, eu, minha mãe e meu irmão só fomos nos afastando, cada vez mais, da graça e da convivência perto de Deus. Com o passar dos anos, o coração só foi sendo contaminado cada vez mais, com raiva e ódio por ter perdido meu pai de tal maneira. As brigas aumentavam em casa, a desunião tomou conta da família por muitos anos, até que o mínimo de respeito e compreensão começassem a ser restabelecidos novamente.


Então, com 18 para 19 anos, fui para São Paulo estudar. Profissionalizei-me, comecei a trabalhar e eis que tudo parecia começar a tomar rumo na minha vida. Bom, ao menos era o rumo que eu queria.


Minha vida começou a ser o trabalho, horas exaustivas de trabalho, pois achava que seria isso o que traria um bom fundamento em todas as outras áreas, se fosse alguém bem sucedido e com uma vida financeira estabilizada conseguiria ajeitar todo o resto facilmente. Tinha uma namorada que pensava da mesma forma, e caminhávamos juntos sobre esses preceitos. Mas por todos esses anos, o meu coração sempre estava inquieto, nunca batia na mesma direção que meu raciocínio e minhas condutas estavam me levando.

Por mais que minha vida material avançasse e fosse agregando bens a ela, nunca me sentia completo, ainda sim me permanecia um aspecto de morte interior. Quando completei 24 anos, foi aí que caí do cavalo bonito. Descobri que tinha um tumor no intestino e precisei me afastar do trabalho. Morava em São Paulo, mas só tinha condições de me tratar em Rio Preto e nessas condições minhas economias foram se acabando, meu antigo relacionamento foi se dificultando ao ponto de tudo na minha vida zerar. Meu dinheiro tinha se acabado em virtude dos tratamentos e tantas outras despesas, minha vida profissional ficou paralisada, meu antigo relacionamento se acabou.


Bom, em vista de todas essas dificuldades, não me vinha outra coisa na cabeça senão buscar a Deus para encontrar forças para suportar essa fase. Então comecei a frequentar novamente a Congregação Cristã no Brasil, pois era a única igreja a qual eu era familiarizado, nunca tinha frequentado nenhuma outra. E foi então que comecei a viver esta experiência através da oração e sentir a consolação Divina, foi então que meu coração já não mais batia em outra direção, mas adorava repousar nas mãos do Pai, foram momentos maravilhosos e breves esses que duraram por alguns dias, aconteceram outros episódios também, mas de maneira tão pessoal que nem sei como poderia explicá-los, mas tenho certeza que vocês me entendem, vocês devem ser todos santos aí, devem trabalhar recitando o rosário…em LATIM! Mas, enfim, a história não acaba aí: comecei então a querer me batizar, pois como vocês sabem os evangélicos não batizam crianças e quando eu tinha idade para o fazer, já me encontrava bem afastado.


Comecei então a rezar pedindo a Deus que me desse a graça de me levar às águas do batismo quando fosse do agrado d’Ele, pois interiormente me sentia confuso com certos preceitos da Congregação Cristã no Brasil e, sinceramente, nunca consegui ver sentido nas pessoas que saem pulando de uma religião para outra, de um batismo para outro, como se o Deus que ela tivesse encontrado fosse falso, mesmo a maioria das igrejas protestantes sendo o batismo pela Santíssima Trindade, isso nunca entrou na minha cabeça!


E sempre pedi a Deus que queria conhecê-lo verdadeiramente, para que não me deixasse ser enganado por falsas doutrinas ou doutrinas incompletas. Então grandes dúvidas começaram a assaltar meu coração, dúvidas de toda alma, do pecado original. Porque eu ouvia testemunhos de evangélicos que se tornavam católicos em vista de milagres e vice-versa, então eu pensava: “oras, isso tudo é uma maçaroca só, Deus age em todos, basta buscar sinceramente!”


Foram dúvidas que me traziam a dificuldade para crer em Deus, porque pensava: “ora, se Deus é perfeição e não erra em seus julgamentos, nunca teria deixado mais de uma igreja verdadeira e se os milagres são de certa forma, Deus falando mais grosso para dar uma direção pra gente aqui na terra, bom, então, haveria de se dar créditos visto que se tem testemunhos de milagres extraordinários em igrejas protestantes. Ao menos eu os escutava na Congregação Cristã no Brasil”.


Bom, em vista disso ao menos eu não deixava de perseverar nas orações e na busca do entendimento das Sagradas Escrituras. E no meu coração eu começa a me sentir sugestionado a estudar…e foi o que fiz.

Comecei a estudar primeiramente a história da Congregação Cristã no Brasil, pois eu frequentava a igreja e nem ao menos sabia da história dela. Tamanha ignorância! Logo em seguida comecei a estudar a Santa Igreja Católica e a Reforma Protestante e comecei a entender a desfragmentação da coisa e a distorção que foram acarretando o surgimento de tantas denominações.


Nessa época já acompanhava seu blog, e obtinha muitas respostas através de seus programas, mesmo frequentando igreja evangélica na época, não ia atrás nem tinha o desejo de ofender outros credos, acusando-os de idólatras e outras coisas, mas simplesmente queria respostas e entender a fundo o porquê das coisas!


E devo dizer, Padre Paulo, que todo programa quando ouvia o senhor dizendo: “Pois bem, meu amiguinho protestante”… Eu, então, fazia de tudo para que os protestantes entendessem o pensamento da Santa Igreja, devo dizer que sempre caía na risada, porque eu era um amiguinho protestante na época.


Em certo tempo recebi um convite de um amigo que era católico e que hoje é meu padrinho. Um convite para irmos a um retiro espiritual num Carmelo em Minas Gerais, no qual Deus veio me dar a graça de conhecer os frades, e lá poder esclarecer minhas dúvidas, poder entender as riquezas da Santa Igreja também. Foi quando comecei a ter um contato mais próximo com o Santíssimo Sacramento enquanto fazíamos a Liturgia das Horas. Quando voltei já estava bem saturado de tudo, tinha estudo a história, tinha lido vários livros de Santos, alguns me marcaram bastante como Santa Edith Stein, “Ciência da Cruz”, Santa Faustina, Padre Pio, Santa Teresa de Jesus, Madre Teresa Calcutá etc…


E já se havia passado um ano dessa busca lendo refletindo e principalmente pedindo a Deus em oração a graça do Batismo, então eu cessei, tinha me cansado de buscar e ler tantas coisas e não chegar num parecer sobre qual religião eu seguiria e me batizaria.


Parei totalmente, já não lia nem via mais nada ligado à religião, pois já se tinha passado um ano pedindo o Batismo a Deus e nada acontecia, ao invés disso, as minhocas só pareciam crescer na minha cabeça.


Então, dias depois, quando estava em oração, quando eu insistia em pedir o Batismo a Deus, comecei a sentir uma alegria no coração, eu simplesmente sabia que era em relação ao Batismo, mas não sabia a maneira que se daria. Então eu dizia a Deus: “Mas Senhor, eu não vejo luz, estou confuso mais do que nunca e não vejo como poderia se dar o Batismo em certa altura!


E em sua doçura e amor, Deus me dava esse sentimento de alegria acerca do Batismo que estava chegando, era tudo que sentia, nem sei explicar, eu sabia que se daria, mas não sabia quando, nem como, nem onde!

Dias depois de estar mergulhado nessa sensação, era por volta de 15h, senti um desejo incontrolável de ir à Capela do Santíssimo, um desejo tão forte de me ajoelhar em frente ao Santíssimo e apenas ficar ali, adorando o Senhor! Bem, o desejo foi tanto, que larguei o trabalho e corri para a paróquia, isso era uma tarde de quinta-feira.


Depois de uma breve adoração, me dirigi à secretaria e disse que gostaria de fazer as aulas de Catecismo para me Batizar, e então, pela Divina Providência, talvez para não me restarem dúvidas a secretária me disse: “Olha você buscou na hora certa, porque vamos começar uma turma na segunda-feira, essa será a última turma do ano”.


Então, irmãos, no dia 10/11/2012 recebi com grande alegria o sacramento do batismo e logo no dia seguinte Crisma e 1a. Comunhão! Bom, Padre Paulo e todos os que lerem isto, não consigo nem descrever a alegria que tenho em meu coração de ser Católico, a certeza que tive no coração com tudo isso é de que só existe plenitude da vida cristã dentro da Igreja Santa Católica e praticando seus sacramentos.


Eu acredito que não seja o único que já tenha lhe escrito pra te contar isso e muito menos que serei o último. Mas escrevo para agradecer, pois me lembro bem que disse certa vez que orava todas as noites pela conversão dos evangélicos, bem estou te agradecendo pois uma dessas orações me atingiu rsss…. e também para dar testemunho na esperança que lhe sirva como combustível para continuar na luta!


Um grande abraço, que Deus o abençoe e guarde todos vocês! E, Padre, se algum dia for vir pra Rio Preto, espero que Deus me dê a graça de conhecê-lo.

Paz e Bem!

33 thoughts on “* Testemunho de ex protestante da Congregação Cristã no Brasil hoje católico!

  1. Queeeeeeeeeeeee lindo! *-* Imagino a alegria de sua alma, se encontrou com Deus diante da presença real no Santissimo Sacramento e no exemplo de vidas doadas sem reservas por amor ao Evangelho. Louvado seja Nosso Senhor, salve Maria! 😀

  2. Teve o coração aberto à Verdade e evitou permanecer nas igrejas relativistas, todas as protestantes, onde cada um faz o que quer com a biblia!

  3. Olá Dênis a Paz de Cristo, sei exatamente o que você está sentindo,também tenho um testemunho sobre esse tema. Minha família e educação foi Marista, mas pelos meus próprios pés congreguei, me batizei, servi, trabalhei e regi alguns ministérios da igreja protestante (Batista),mas hoje voltei aos braços do Pai na Igreja Católica de onde eu nunca deveria ter saído. Agradeço a Deus por me permitir esse tempo pois foi assim que pude valorizar o que antes não conseguia e conhecer a fundo “tudo” que muitas vezes só conhecemos quando estamos “nos bastidores” da igreja evangélica, bem diferente da nossa Santa Igreja Católica onde encontro Deus verdadeiramente e o adoro em espírito e em verdade. Não poderia compactuar com erros e vivenciá-los, então Deus me abriu os olhos, me permitiu sofrer para entender que me ama e me queria ao seu lado, seguindo a Ele e obedecendo a Ele, jamais a outros. Estou feliz em compartilhar da mesma alegria que você e por você ter dividido conosco sua história. Que Deus te abençoe e Nossa Senhora te cubra com o seu manto. Abraço. Cláudia Mendonça !

  4. O blogueiro poderia mencionar a fonte deste testemunho? É que estou enviando artigos assim para evangelizar alguns contatos protestantes e nada melhor que fazer prova das fontes. Obrigado.

  5. Só permanece em outra Igreja quem não conhece a Igreja católica e quem está só é autentico se sair da superficialidade e for para as águas mais profundas,ex.shalom,foi aí que recebi formaçoes. Fico impressionada como Moises foi tão profundo nos tesouros de Deus. Obg. Espirito Santo

  6. Hipocrisia dizer que plenitude de vida cristã esta em placa de igreja como mencionou igreja catolica, pois Cristo morreu na cruz nao somente pelos Judeus mas tambem pelos gentios, Igreja nao salva ninguem o que salva é vida com Deus, coraçao disposto a fazer a vontade do Pai, ter um relacionamento com Deus, Jesus nao
    faz acepcao de pessoas.

  7. A igreja de Cristo sempre existiu,existe e existirá eternamente…
    Não confundir as seitas de beira de esquinas com a unica Igreja Santa e onde reina a Santíssima Trindade.

  8. Eu acho estranho nesse testemunho que o autor, fala que reza mas na congregação cristã,
    se fala “orar” mas de fato o autor inicio muito prematuro na congregação cristã
    sem dar chance em conhecer a doutrina cristã do novo testamento, e aprofundado
    em outro estudos, mas por fim Deus esta em todos os lugares e eh misericórdioso

    • CARÍSSIMA FERNANDA,

      A Igreja não é dispensável no processo salvífico, foi fundada por jesus que a deixou EXATAMENTE para nos trazer essa salvação e sem ela, nós não estaríamos aqui falando sobre isso.Essa falácia de que “religião” não salva é uma visão protestante que dá ênfase APENAS na salvação individual, em detrimento de sermos um povo e formamos uma Igreja visível na terra e que tenta justificar a pulverização de ‘igrejas’ descartáveis, contraditórias entre si.

  9. Amigo se o padre aparecer na tua cidade não perde a oportunidade de te confessar e ja reza com ele umas 30 ava maria. Nunca vi tão grande conversão.

  10. concordo plenamente com vc a placa da igreja nao faz vc ter um relacionamento intimo com deus sem k vc corra atraz dessa maravilhosa intimidade com ele…. pois as escritura diz k convem a deus agregar ovelhas k estao em outros apriscos,essa relacao e pessoal nao depende so do ministerio mas da obediencia com a palavra do senhor jesus k e uma so,e tivermos duvida em algo interrogamos direto ao nosso mestre jesus cristo,pois hj vivemos pela graca e temos esse maravilhoso previlegio de falarmos diretamente com ele. a paz de deus para todos nos

  11. Olhe, Denis o que vejo e que voce se deixou levar por problemas pessoal , alem do mas bom saber que voce estudou as religioes , sabe que jesus nao deixou nenhuma na terra se estou enganada pesso que me mostre na biblia onde esta ,voçe tem confiar no Deus criador e nao em religiao porque jesus se batizou com 33 anos , e nao quando criança , Deus nao erra . se ele deixou assim como vamos mudar. o batismo dele foi nas aguas do jordao e a biblia mostra claramente que o senhor abomina adoraçao ha imagem de escultura so ha um mediador entre Deus eo homem ele ,Jesus . sem ele ninguem vai ao pai eo milagre do vinho poque sera que maria nao fez ,mas falou fassa tudo que ele mandar. e ai oque voçe me diz asseite Jesus de novo e resseba o batismo de Jesus

    • Gostaria de dizer a Simone pereira dos Santos que a primeira religião surgi-o dos apóstolos que deixarão seus sucessores e assim por diante é só ver os relatos (LC 10,16) Outra coisa Jesus só se batizou para mostrar pra nós que temos que nos batizar ou você acha que ele precisava do batismo (será que ele tinha algum pecado) , João batizava para a conversão da pessoa, Jesus batiza pelo espirito santo (por acaso você vacina uma criança porque ela esta doente ou é para prevenir da doença). Sim Deus abomina idolatria e não adoração e mesmo assim quem é o católico louco de colocar alguma imagem acima de Deus, nossas imagens são objetos de decoração e lembranças das historias dos mesmos. Também não discordo que só vamos ao pai por ele , mas não se esqueça que o pai enviou Jesus e Jesus envio os apóstolos (LC 10,16) e os apóstolos seus sucessores relatados na bíblia a e sobre Maria porque não pedirão direto a Jesus porque pedirão a Maria se Jesus estava lá será que porque ela era mais intima de Jesus (mãe) e é assim que procede até Hoje Maria interceda por nós, e não, faça o milagre para nós desculpe mas em Veja ainda 2 Tm 2.15; Sl 119.105; Pv 7.1-3; Dt 6.6-9; 1 Tm 4.13; 2 Tm 4.13; Pv 9.9; Sl 119.9-16; Sl 19.7-8; Sl 1.1-2. Essas referências já são suficiente para provar que o pensamento da CCB é contrário a Palavra de Deus. Os membros da CCB não conhecem a Palavra de Deus e fazem questão de dizer que não sabem para dar a entender que tudo que falam provém do Espírito Santo. Uma atitude completamente contrária a de seu fundador.
      E a você Denis tenha a certeza que esta no caminho certo.
      Desejo que o espirito santo abra a mente de quem ler isto.

  12. Belo testemunho, lindo relato… Em tudo que lhe ocorreu, que é triste não podemos responsabilizar a Congregação pela morte de seu pai. Esta escrito nas escrituras “só adorarás ao Senhor teu Deus!”. E a salvação é individual, não tem nada a ver com Igreja, e sim com a pessoa, pois você pode seguir qualquer doutrina, mas o teu sentimento, a tua fidelidade com Deus, é que importa, para a salvação da alma. Mas a Congregação ensina a verdadeira doutrina de Cristo. Mas nem todos que nela perseveram se salvarão, pois no meio do trigo esta também o joio, conforme esta escrito na palavra de Deus. Que Deus te abençoe e família. Saudeis a vossa mãe com A Paz de Deus ! Amém.

    • BOA TARDE…SE QUERES O CAMINHO CERTO, ESSE É JESUS CRISTO, LEIA ATENTAMENTE A BÍBLIA APOS ORAR, E SEGUE FIELMENTE OQUE CRISTO ENSINOU, FREQUENTO A CONGREGAÇÃO CRISTÃ, MAS NÃO VOU ATRAS DESSE OU DAQUELE, E PROCURO SEMPRE FAZER COM SINCERIDADE DE CORAÇÃO SEM PREJUDICA NINGUEM E ANTES DE FAZER QUALQUER COISA, BUSCO ORIENTAÇÃO DE DEUS….

  13. Eu estou fazendo visita a uma Congregação, estou querendo seguir, ou quem sabe mudar redicalmente meu caminho, embora tenho 49 anos e não sigo caminho nenhum, meu coração esta pedindo socorro, preciso de uma transformação, ter um caminho uma mudança profunda, não vou desistir por comentarios da Igreja, que é ceita, etc….quero seguir o caminho certo….Igreja não tem placa, quero mudar…quero Deus na minha vida. Um abraço A paz de Deus

    • Amem irmã Maria Edna, sou da congregação a mais de 13 anos, tenho visto as mãos de DEUS operando na vida de muitos. Fique firme, Deus é maravilhoso tenho recebido muitas bençãos dele aonde eu o sirvo que é na Congregação ,que é a graça do Nosso Pai Amado.

      • Irmão e irmã: Jesus não deixou seus seguidores em confusão nenhuma. Ele disse a Pedro: Vou edificar a “minha Igreja”. Não disse no plural e sim no singular. Minha Igreja….

  14. Há um motivo claro para mim, que sirvo a Deus na Congregação Cristã no Brasil desde os meus 12 anos, (hoje tenho 21) que se você não batizou na Congregação, é porque não é um escolhido de Deus ou (e que assim o seja) não chegou o seu tempo ainda. Sirvo a Deus desde criança e nesses 10 anos nunca houve um só momento em que eu não soubesse o caminho Santo em que eu estou. Você sabe sobre a doutrina da Congregação, aposto como não esqueceu dos hinos. Quem sabe por quantas vezes cantou o 441. Quem sabe por quantas vezes louvou ao Deus verdadeiro, e ao qual perante Ele todo o joelho no céu, na terra e debaixo dela se dobra. Você sabe da verdade. Não se iluda, Deus não habita na idolatria.

  15. Eu Nelson Antônio de Menezes, achei ótimo o seu testemunho e o apoio espiritual do Pe Paulo e quero me dirigir aos nossos irmãos protestantes assim como (monrodriguesfotgrafia), que ao ler o texto por mim enviado, tomem conhecimento, o que `realmente é idolatria e não confundam simbolismo com adoração.
    (Uma cobrinha venenosa e mortífera) . Na travessia do deserto, rumo a Terra da promissão, os judeus de cabeça dura e reclamadores, caminhavam e, em determinadas ocasiões, paravam e armavam suas tendas para o descanso e orações, segundo o costume hebraico.
    Derrepente, em uma parte daquela região, isolada e insipida, irrompeu uma invasão de pequeninas cobras, super, super venenosas, semelhantes a minhocas mais gordas, que se deslocavam com rapidez e facilidade por baixo da areia, penetravam a qualquer hora no acampamento, invadiam as tendas e mordiam as crianças, jovens e adultos, que picados, morriam em poucos momentos.
    Ante a calamidade, o povo estarrecido e preocupado procura o grande líder Moizés relatando o fato e pedindo ajuda .Imediatamente, o condutor do povo de Israel, afastou-se à parte das tendas secundárias, com os Sacerdotes e Levitas e pediu, mais uma vez perdão e proteção Divina.
    Deus que no Livro do Êxodo, capitulo 20, proibiu a fabricação de imagens de escultura, idolátrica dos povos vizinhos(Tribos) e no Êxodo 25 mandou fabricar, fundir imagens de escultura para serem colocadas genuflexas, sobre a Arca da Aliança, determinou, nesta ocasião, que Moizés ordenasse urgentemente, a fabricação, de uma serpente incrustada na haste metálica, a qual seria fincada na areia desértica, nas proximidades do acampamento e todas as pessoas que eram mordidas pelas serpentes e olhassem para aquele símbolo, não morreriam.
    Foi o que aconteceu, milagrosamente, pelo perdão e poder de Deus (Livro de Números, cap. 21, 4-9. Este acontecimento é Bíblico, Histórico e Teológico e deve ser transmitido, divulgado, como uma pre-figuração de Cristo na cruz, como sendo real e verdadeiramente ,nosso senhor, redentor e salvador.
    A cruz é o sinal do cristão. Paulo nos dizia que nos “Pregava o Cristo e o Cristo Crucificado”.
    Cremos que se os nossos irmãos protestantes lessem e refletissem mais sobre Isaias, confrontando com as cartas de Paulo e Êxodo25 sobre este episódio bíblico e devocional, iriam compreender, melhor, porque os irmãos católicos, usam um Dom de Deus: A escultura, as danças e as músicas, etc, veneram e não adoram, as imagens sinais e símbolos, dos quais a bíblia está repleta . De mais a mais, nenhum católico, por mais inculto e simples que seja, colocaria uma imagem no lugar de Deus. Pois a idolatria consiste em colocar algo no lugar de Deus.
    Exemplo: Uma casa, um automóvel, um clube, um artista, um namoradinho, “UM PREGADOR ELOQUENTE”,”BONITO”, um compromisso fútil, um cantor, um cofrinho de dinheiro, um jogo e outras “coisitas mais”. Ai sim, pode-se concluir: ” Estas são atitudes idolátricas”, que descambam até para a apostasia.
    Cantemos: “Vitória, tu reinaras, Oh! Cruz, tu nos salvaras”.

    Depois de Deus mandar fabricar imagens vamos acusá-Lo de idolatria?

  16. COMO DISSE O APOSTOLO PAULO NA BIBLIA SAGRADA :
    A GRAÇA NÃO É PARA QUEM QUER OU CORRE ATRÁS MÁS É PARA QUEM DEUS USA DE MISERICORDIA E SE COMPADECE.
    E EM ISAIAS FALOU ANTES QUE FOSSE FORMADO JA TE CONHECIA

Deixe um comentário