blogs
Blog Carmadélio

* Santa Sé dá novos passos para comunhão com Anglicanos

Os arcebispos da Igreja Anglicana e da Igreja Católica, Rowan Williams e Dom Vincent Gerard, durante a coletiva de imprensa em Londres.

A Santa Sé publicou, nesta terça-feira, 20, uma nota informativa da Congregação para a Doutrina da Fé sobre os decretos pessoais para os anglicanos que desejam entrar em comunhão com a Igreja Católica.

O texto fala da preparação de uma Constituição Apostólica, em que a Igreja vai responder às muitas questões que foram apresentadas à Santa Sé por grupos do clero anglicano e fiéis de diversas partes do mundo que desejam se integrar à Igreja Católica.


Nesta Constituição Apostólica, o Papa Bento XVI introduz uma estrutura canônica que fornece para tal união o “Ordinário Pessoal”, que permitirá aos anglicanos entrar em comunhão plena com a Igreja católica, conservando elementos do patrimônio litúrgico e espiritual da Igreja Anglicana.

Em Londres, o primaz da Igreja Católica na Inglaterra e Gales, Arcebispo Vincent Gerard Nicholso, e o primaz da Comunhão Anglicana e Arcebispo de Cantuária, Rowan Williams, participaram de uma coletiva de imprensa sobre a nova estrutura da Igreja para os anglicanos.

O prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé, Cardeal William Levada, ressalta o interesse da Congregação em responder aos pedidos dos anglicanos em diferentes partes do mundo: “Temos tentado encontrar as solicitações para a comunhão plena que veio até nós de anglicanos de diferentes partes do mundo. Com esta proposta, a Igreja quer responder às aspirações legítimas destes grupos anglicanos para a unidade plena e visível com o Bispo de Roma, sucessor de Pedro”.


A nota da Santa Sé afirma que a Constituição vai fornecer uma resposta razoável e mesmo necessária a um fenômeno mundial, oferecendo um único modelo canônico para a Igreja Católica que é adaptável a várias situações locais. Um exemplo diz respeito aos seminaristas anglicanos: poderão ser preparados junto aos seminaristas católicos, embora possa ser estabelecida uma casa de formação a fim de atender às necessidades particulares de formação dentro do legado anglicano. Desta maneira, a Constituição Apostólica procura equilibrar o patrimônio espiritual e litúrgico anglicano e, por outro lado, o interesse que estes grupos e o seu clero têm de ser integrados à Igreja católica.


De acordo com a nota, o decreto desta nova estrutura é coerente com o compromisso de diálogo ecumênico, que continua a ser uma prioridade para a Igreja Católica, particularmente pelos esforços da Promoção da Unidade dos Cristãos. “A iniciativa veio de um número de grupos diferentes de anglicanos. Declararam que compartilham a fé católica como é expressada no Catecismo da Igreja Católica e aceitam o ministério de Pedro como um legado de Cristo para a Igreja. Para eles, o tempo veio expressar esta unidade implícita na forma visível de comunhão plena”, declarou Cardeal Levada.


O prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé afirma ainda a esperança do Santo Padre que o clero Anglicano encontre nesta estrutura canônica a oportunidade de conservar as tradições anglicanas, preciosas para eles e coerente com a fé católica. “Na medida em que estas tradições expressam numa maneira distinta a fé que é assegurada em comum, elas são um presentes a ser compartilhado por toda Igreja. A unidade da Igreja não exige uma uniformidade que ignora a diversidade cultural”, enfatiza o bispo.


Por fim, Cardeal Levada ressalta que esta união está enraizada no princípio que São Paulo apresentou em sua carta aos Efésios: “Há um Senhor, uma fé, um batismo'”. “Nossa comunhão, portanto, é fortalecida por tal diversidade legítima. Assim, estamos felizes por estes homens e mulheres trazerem suas contribuições particulares à nossa vida comum de fé”, conclui.


Fonte: Canção Nova Noticias

(Visited 11 times, 3 visits today)
Comentários

Deixe um comentário