Blog do Carmadélio

* Bill Gates, fundador da Microsoft, “educa seus filhos na fé católica”.

download

Em uma entrevista recente com a revista Rolling Stone, Bill Gates , fundador da Microsoft e um dos homens mais ricos do mundo, fala sobre assistir a uma Igreja Católica. Gates conversou sobre como ele e sua esposa Melinda educam seus filhos na fé católica, sobre a forma como a fé e a moral religiosa inspira suas obras de caridade.

“Os sistemas morais da religião, eu acho, são superimportante. Criamos nossos filhos de uma forma religiosa, eles foram para a igreja católica que Melinda vai e eu participo . Eu tenho muita sorte, e, portanto, eu devo isso para tentar reduzir a desigualdade no mundo. E isso é um tipo de crença religiosa. Quero dizer, é, no mínimo, uma crença moral. “Disse à Rolling Stone quando perguntado se sua valorização da religião tem evoluído ao longo do tempo.

Quando perguntado diretamente se ele acredita em Deus, Gates respondeu: “Eu concordo com pessoas como Richard Dawkins que a humanidade sentiu a necessidade de criação de mitos. Realmente, comecei a entender que a doença e o tempo e coisas do tipo, faz buscarmos explicações falsas para eles. Agora a ciência preencheu algumas perguntas desta esfera – não todas – que a religião usa para preencher. Mas o mistério e a beleza do mundo é esmagadoramente incrível, e não há nenhuma explicação científica de como isso surgiu. Dizer que isto foi gerado por números aleatórios, que não parecem, você sabe, uma espécie de visão pouco caridosa [risos]. Acho que faz sentido acreditar em Deus, mas exatamente quais decisões em sua vida você faz diferente por causa disso, eu não sei. ”

Gates desceu do seu papel ativo na Microsoft em 2000 para se concentrar mais em obras de caridade, através da “Fundação Bill & Melinda Gates”. A organização se concentra em saúde e saneamento nos países em desenvolvimento e projetos educacionais nos EUA, Enquanto a fundação é uma das maiores instituições de caridade privadas do mundo, sua promoção de contraceptivos e aborto, especialmente na África, estão em total desacordo com Doutrina Social da Igreja.

Tradução de: http://www.ucatholic.com/blog/bill-gates-and-family-goes-to-catholic-church-it-makes-sense-to-believe-in-god/

Fonte: Jesus, o bom pastor.


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio, postaram comentários que não cumprem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Seguir

  1. O grande pagão batizado gnóstico que se diz Católico:

    Bill Gates revela planos de despopulação global: Vacinas e OGM

    O co-fundador da Microsoft e um dos homens mais ricos do mundo, Bill Gates, projeta uma imagem de um filantropo generoso e inteligente usando seus bilhões (isento de imposto) via seu Bill e Melinda Gates Foundation, para combater doenças, resolver a escassez de alimentos na África e diminuir a pobreza no mundo. Em recente conferência na Califórnia, GATES REVELOU UMA AGENDA OCULTA de sua filantropia: A REDUÇÃO DA POPULAÇÃO MUNDIAL, também conhecida como eugenia.
    Soa como um nobre trabalho de filantropia humanitária. O problema é que a indústria da vacina tem sido flagrada repetidamente disseminando doenças indicando efeitos nocivos de vacinas que não têm sido corretamente testadas.
    Louise Voller, Kristian Villesen e outras organizações têm sugerido que o verdadeiro objetivo da vacinação financiado por Bill Gates é tornar as pessoas doentes e muito mais susceptíveis a doenças e morte prematura.

    Veja o que o “católico” declara:

    Hoje a Terra possui 6.8 bilhões de pessoas. Assegurando que a população SE DIRIGE PERIGOSAMENTE a casa dos 9 milhões de pessoas, Bill Gates disse: “…SE FIZERMOS UM TRABALHO REALMENTE BOM com as novas vacinas, a Saúde e os Serviços de Saúde Reprodutiva (ou seja, a indústria do aborto), poderíamos reduzir a população em talvez uns 10% ou 15%” (o que equivale de 680 milhões a um bilhão e 20 milhões de pessoas).

    Gates não fala das vacinas no sentido que todos nós conhecemos, ou seja, aumentar a capacidade de nosso sistema imunológico através da inserção de virus e bactérias mortos ou atenuados em nossos corpos, melhorando, assim, nossa qualidade de vida. Pelo contrário, Bill Gates considera que vacinas são desejáveis para reduzir o número da população. E como? Basicamente, com todas as propriedades que impeçam pessoas de terem filhos, através da INFERTILIDADE, ESTERELIDADE e SENILIDADE ( onde a vacina H1N1 foi usada e o número de autistas explodiu).

    https://agendaglobal21.wordpress.com/2012/03/09/bill-gates-fala-sobre-as-vacinas-para-reduzir-a-populacao/