blogs
Blog do Carmadélio

* Ideologia de gênero: conselhos práticos para proteger a liberdade de educação dos nossos filhos.

20150621110640113985u
O ‘Manual’ foi feito para a realidade italiana, mas pode ser adaptado à realidade brasileira. Peço a educadores brasileiros que tenham acesso a esse conteúdo que mandem outras sugestões na mesma linha para divulgarmos aos pais cristãos.

***

Comitê italiano “Defendamos nossos Filhos” oferece às famílias um conjunto de conselhos práticos para proteger a liberdade de educação
Com a aprovação do projeto de lei “Boa Escola”, continua a aberta na Itália a polêmica sobre a interferência da ideologia de gênero na educação das crianças do país. Para garantir a liberdade de educação por parte das famílias, o Comitê civil “Defendamos nossos Filhos” lançou um manual com dicas práticas para os pais:

1. Todos os pais devem observar com grande atenção os programas de ensino adotados na escola do seu filho.

2. Os pais devem ler cuidadosamente o “Plano de Oferta Formativa” da escola, que deve enumerar com clareza todas as atividades de ensino que a escola pretende adotar.

3. Os pais devem declarar por escrito se autorizam ou não a participação dos filhos nas aulas extracurriculares, observando que existem dois “tipos” de aulas: a) as do currículo escolar obrigatório (por exemplo: matemática, ciências etc.); b) as extracurriculares, que são opcionais.

4. Quanto ao currículo obrigatório, os pais devem acompanhar de perto o ensino das ciências naturais, em especial no tocante ao corpo humano e às suas funções, incluindo a reprodutiva. Se o professor apresentar noções sobre sexualidade que entram em conflito com os valores morais e sociais de referência da família, os pais devem intervir com questionamentos pertinentes.

5. A ideologia de gênero faz parte hoje, na Itália, de “programas de educação da afetividade e da sexualidade”, bem como de iniciativas que visam combater o bullying e a discriminação de gênero. Trata-se de aulas extracurriculares e é especialmente a elas que os pais devem prestar grande atenção.

6. Os pais têm o direito de solicitar todos os esclarecimentos que desejarem, em todos os níveis da escola.

7. O artigo 30 da Constituição italiana e o artigo 26 da Declaração Universal dos Direitos Humanos consagram o direito dos pais à educação dos seus filhos: todos os pais têm grande poder de decisão. Sua possibilidade de intervenção, porém, torna-se muito mais forte e positiva se os pais se unirem numa associação credenciada. Quanto mais pais se associarem, maior será a sua força.

8. Os pais devem envolver-se diretamente na vida escolar dos filhos e tornar-se parte ativa dos conselhos escolares.

(Visited 14 times, 1 visits today)
Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio, postaram comentários que não cumprem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Seguir