Blog do Carmadélio

Lamborghini doado ao Papa Francisco foi vendido por 3,2 milhões de reais e recurso irá para projetos de ajuda humanitária.

Trata-se de um Lamborghini Huracán. O dinheiro arrecadado será destinado a projetos de ajuda humanitária.

O Papa Francisco recebeu um presente muito especial: um Lamborghini Huracán. Mas ele mal o benzeu e o enviou imediatamente ao leilão.

O leilão do esportivo de luxo, um cupê branco com linhas douradas que tinha sido dado de presente ao Papa Francisco, conseguiu angariar 3,2 milhões de reais (800 mil dólares) destinados a projetos de ajuda humanitária, principalmente para cristãos que foram expulsos do Iraque, mulheres vítimas do tráfico de pessoas e populações pobres na África, informou hoje a Pontifícia Fundação.

Em sua página, a empresa Lamborghini descreve que o Huracán pode atingir 325 quilômetros por hora e que precisa de apenas 3,2 segundos para acelerar de 0 a 100 quilômetros por hora. Para isso, conta com um motor V10, alavanca de sete marchas, e está equipado com “assentos esportivos perfeitamente moldados” e “cabine com acabamentos de alta qualidade”.

A casa Sotheby’s, no Principado de Mônaco, foi a empresa encarregada de fazer o leilão do carro de luxo vendido – finalmente – a cerca de 715 mil euros, bem mais do que os 230 mil euros em que tinha sido avaliada esta edição especial para o Papa.

Conforme relatado oficialmente, 70% do dinheiro arrecadado irá para a Ajuda à Igreja que Sofre (ACN), que trabalha no retorno dos cristãos que foram expulsos do Iraque pelo Estado Islâmico. A maioria deles vivia em Nínive e perdeu casas, pertences e locais de culto.

Francisco recebeu o Lamborghini em 15 de novembro passado em um ato do qual participaram os diretores da empresa automotiva.

Além da Ajuda à Igreja que Sofre, a Comunidade Papa João XXIII, que trabalha com mulheres vítimas do tráfico de pessoas e da prostituição, e duas associações italianas que realizam tarefas humanitárias na África, receberão parte das receitas. Trata-se do Gicam de Marco Lanzetta (que faz cirurgias de mãos) e da Amigos da África Central, cujo trabalho centra-se em ajudar crianças e mulheres, de acordo com a agência ANSA.

Fonte: Infobae


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio, postaram comentários que não cumprem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Seguir