Projeções de Fé

Bird Box

Sinopse: Em um mundo pós-apocalíptico, Malorie (Sandra Bullock) e seus filhos precisam chegar a um refúgio para escapar do problema, isto é, criaturas que, ao serem vistas, fazem pessoas se tornarem extremamente violentas. De olhos vendados para não serem afetados, a família segue o curso de um rio para chegar em segurança ao seu destino.

Esta produção da Netflix é baseada no livro de mesmo nome do autor Josh Malerman, e chegou chamando a atenção, em especial, pela presença da atriz Sandra Bullock. Alguns criticaram, outros amaram… então, vamos falar um pouco sobre o filme.

É um filme sobre sobrevivência. Há um grande mal assolando o mundo, que leva as pessoas a se matarem, e o enredo mostra que aqueles que se escondem em uma casa buscam, acima de tudo, sobreviver a esse perigo, adaptando-se às dificuldades e tomando os cuidados necessários, mas não desistindo da vida e da felicidade. Mesmo diante de todas as dificuldades e perigos, sabem que vale a pena viver.

Outro ponto muito importante: a dependência do outro. Quando estão dentro da casa, desde que tenham alimento e água, não precisam sair e se arriscar. E quando isso estiver acabando? Quem vai sair e arriscar a própria vida? E como fazer para sair sem olhar as criaturas? Neste momento, a dependência do outro se torna fundamental para a sobrevivência, não só em razão daqueles que se arriscarão a sair do local seguro, mas porque sairão de olhos vendados e dependerão dos que estarão ao lado.

Tentar sobreviver é o mínimo que se pode fazer, em especial, para transmitir aos demais os reais motivos para viver, e de continuar a ter esperanças, mesmo diante das maiores dificuldades. Essa mensagem já nos foi dada pela Constituição Pastoral Gaudium et Spes, do Concílio Vaticano II:

“(…) o destino futuro da humanidade está nas mãos daqueles que souberem dar às gerações vindouras razões de viver e de esperar.”

Cabe a cada um de nós, enfrentando as nossas dificuldades, saber que nossa vida deverá ser instrumento para as gerações futuras, ensinando às crianças que vale a pena viver e ter esperanças. E mais, deixar de lado o nosso orgulho e reconhecer que dependemos uns dos outros também para a nossa sobrevivência, onde cada qual tem seu papel e é possível aprender com os demais.

Como filme, existem alguns problemas na produção (roteiro, montagem, etc.), que podem, inclusive, ter criado as críticas duras, mas, ainda assim, pode ser um filme a ser assistido mais de uma vez, observando os detalhes e escolhas dos personagens, colocando-se no lugar de cada um e se questionando sobre qual seria a sua decisão nos diversos momentos que surgem.

Na internet existem diversas teorias, sendo uma delas no sentido de que os seres que não podem ser vistos seriam uma alegoria para a depressão, e que, quando as pessoas se deixam ser atingidas pelos monstros buscam a auto-tortura e até mesmo o suicídio, como se nada mais importasse na vida (nem mesmo ela). Ainda com base nessa teoria, os pássaros seriam as boas lembranças e os momentos felizes que ajudariam a encontrar motivos para continuar vivendo. A teoria é interessante, mas não encontra respaldo no livro, pois o autor, em nenhum momento, se manifestou neste sentido.

Ficha técnica:

Gênero: Terror / Suspense / Drama.
Direção: Susanne Bier.
Roteiro: Eric Heisserer.
Elenco: Sandra Bullock, John Malkovich, Jackie Weaver, Trevante Rhodes, Lil Rel Howery, Tom Hollander, Machine Gun Kelly e Danielle Macdonald.
Duração: 124 min.
Ano: 2018.
País: Estados Unidos.
Classificação: 16 anos.

Trailer

(Visited 6.545 times, 1 visits today)

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *