Vida Sem Dúvida

Entenda porque os atores “globais” estão em uma campanha a favor do aborto.

olmo

Muitas pessoas surpreenderam-se nesta semana com um vídeo de alguns atores da Rede Globo defendendo abertamente o aborto. Além disto, ridicularizam o fato de Nossa Senhora ter gerado e gestado, sendo virgem, seu Filho Jesus. Além de cometerem pelo menos um delito neste vídeo, a saber, incitação ao crime (promover o aborto é promover um crime!) e atentar contra nós crentes, vilipendiando nossa fé, as “estrelas” da televisão deste país mostram-nos algo bem maior: seu desespero.

O que eles esperavam

Os defensores do assassinato das crianças estão desesperados, pois sua ideologia de morte está perdendo terreno cada dia mais. Vamos aos fatos: A Indústria do aborto, tão presente nos Estados Unidos, anseia muito pela legalização do aborto no Brasil, para ter mais um mercado consumidor onde possa faturar em cima do sofrimento de crianças e mães, por meio do procedimento em si, da venda de remédios e da comercialização dos corpos das crianças abortadas (clique aqui para ler a matéria) .

A Rede Globo e a mídia secular em geral, anseiam pela liberação do aborto porque este contribui para o seu projeto de Revolução cultural, cujo objetivo é destruir os valores cristãos na sociedade. Além disto, a vida promíscua que a maior parte destes midiáticos vive leva-os a querer a sua libertinagem ampliada a toda sociedade.

A própria ONU, usando da tática de manipulação da linguagem, ao defender nos países membros o “Direito Sexual e Reprodutivo” tem trabalhado arduamente para impor o aborto no mundo.

É sabido que, segundo os planos dos abortistas e pelo montante de dinheiro por eles investido, o aborto já deveria estar legalizado no Brasil há pelo menos uma década. O partido que há mais de dez anos está no poder se comprometeu com esta legalização. Clique aqui para ver a resolução.

A realidade

Não obstante toda ação para legalizar o aborto, isto não somente não aconteceu como a opinião pública tem sido cada vez mais contrária ao aborto, passando de 80% o número de brasileiros que desaprovam este assassinato.

Diversos países, além do Brasil, não obstante toda pressão política e financeira não têm avançado na liberação do aborto.

Para piorar as coisas para os abortistas a última eleição que tivemos para o Legislativo formou uma Casa ainda mais conservadora, impedindo que a legalização do aborto passe como lei.

Os defensores da vida têm se organizado de uma forma cada vez melhor no país, inclusive com ação política.

Por fim, estamos às vésperas de uma grande vitória pró-vida: logo irá para votação na Câmara o Projeto de Lei 5.069 que dirime as brechas na lei 12845 – sancionada pela Presidente Dilma em 2013 – que praticamente banaliza o aborto. Com sua aprovação o aborto continuará sendo um crime, os estupradores serão condenados e a indústria do aborto não poderá lucras às custas do drama alheio, clique aqui e veja o PL5069 – Por que apoiamos.

Por tudo isso os fautores da cultura de morte precisam criar filmes e campanhas publicitárias na tentativa de ganharem a opinião pública, sempre por meio da mentira e das meias verdades.

Se é verdade que a nossa luta é de Davi contra Golias, pois eles detêm a mídia, o dinheiro e a fama, nós detemos a verdade, algo que fala direto ao coração humano. Mas, assim como eles não descansam na busca de seu objetivo sórdido – o assassinato – muito mais nós – cidadãos comuns -devemos nos empenhar por um país de cultura de vida.

O que fazer?

Não dê audiência para estes atores. Não assista a seus filmes e novelas. Esta deve ser a resposta do povo brasileiro aos promotores do assassinato de bebês.
Não doe para o Criança Esperança. Conheça ações em defesa da vida próximas a você: em seu bairro, sua cidade, sua igreja e faça ali sua doação.
Informe-se sobre o PL 5.069 e divulgue-o, para que esta lei passe e o Brasil seja livre do aborto.

Clique aqui e assine esta campanha.

Por: Pe Sílvio R. Roberto, MIC

(Visited 173 times, 1 visits today)

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio, postaram comentários que não cumprem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Seguir

  1. Façam o seguinte… Adotem todas as crianças de famílias sem condições ou de vitimas de estubro ou qur nascam com alguma deformação génetica… Quando se oferecerem para fazer isso, ai sim terão alguma moral para se meter no que é decisão alheia… Não concorda com aborto? Não aborte…

    1. O movimento pró-vida faz esse trabalho com grande competência, mas a grande mídia não divulga.
      Então, pela sua lógica, os crimes previstos em código penal são permitidos para quem deseja cometê-los?

    2. Nao convida com matar pessoas?…nao mate ..nao concorda com o estupro?..não estupro, nao concorda com roubo?..nao roube…ARGUMENTO DE BOSTA

      1. Gente é só não transar sem responsabilidade. Estupro é o menor dos casos de aborto. A maior parte é consequência da irresponsabilidade no ato sexual. mas é mais fácil tirar do que não sair por ai transando sem responsabilidade.

    3. Se a sociedade brasileira anda economicamente péssima e sem condição digna de sustentar seus filhos, a culpa é desse comunismo desgraçado que assolou nosso país, e está matando gradativamente as futuras gerações tornando-os zumbis.
      Esse é o Brasil q o comunismo deseja.
      É nosso compromisso a partir de agora derruba-lo para o bem de nossos filhos, netos e futuras gerações.

    4. Lógica interessante…
      não concorda com assaltos? mas deixe que assaltem…
      não concorda com assassinatos?.. mas deixe que assassinem…
      não concorda com estupradores?? mas deixe que estuprem….
      não concorda com esquartejadores?? mas deixe que esquartejem…

      E segundo seu comentário… EU TENHO MORAL para me ‘meter’ numa ‘decisão'(crime) alheio, pq eu ja me ofereci e ofereço para que deixem comigo ao invés de abortar!! Se tiver alguém que queira, é só chegar!!!

    5. Você está desinformado, o aborto em caso de estupro e anencefalia é permitido por lei. Em relação a criança nascer em famílias sem condições, você simplesmente não pode decidir matar alguém para q ela não passe pelo sofrimento. Então se você ficar desempregado, por que você não se mata para evitar o sofrimento? É patético esse raciocínio. Na realidade o que eles querem liberar é o aborto como um método anticonceptivo, sendo que já existem vários métodos para evitar q a vida seja gerada e não assassinada. Compreendeu?

    6. Gostaria de questionar aqui esses que são favoráveis a Lei.

      Vejamos, se a menina for estrupada e ficar gravida, a primeira coisa que se deve saber é: Um erro não justifica cometer outro; quem deveria ser punido é o estuprador e não a criança.

      A criança e a vida jamais pode ser penalizada, nem mesmo em caso de estupro ou má formação congênita.

      Entenda que o novo ser humano, ainda que esteja dentro do útero feminino e dependa da mulher para sobreviver, não faz parte do corpo dela, mas possui características biológicas diferentes das dos progenitores.

      Fica fácil demais justiçar e defender o aborto nesse sentido. Segundo este argumento, a mulher estuprada não tem por que levar adiante uma gravidez à qual foi forçada, contra sua vontade.

      No entanto, ainda neste caso é preciso afirmar que toda pessoa tem obrigação de atender e salvar a vida de outros seres humanos em perigo, ainda quando não tenha sido responsável por esta situação.

      Tal é o caso de um acidente, no qual uma pessoa ferida pede auxílio a alguém que está passando por perto. É um dever prestar auxílio, especialmente quando o risco de vida é manifesto e grave. A omissão deste dever ético é considerada delito em muitos códigos penais.

      No caso de um estupro, a mulher deve prestar ajuda solidária ao ser humano inocente que ela carrega em seu interior. Se, ao nascer, ela não se considera em condições de cuidar dele, existe o dever solidário da sociedade de encontrar alguma instituição ou família que queira atendê-lo ou adotá-lo.

      Sobre a criança nascer com alguma deficiência é melhor nem responder, de tão lixo que chega ser o pensamento de alguém que pense que só por isso a criança merece morrer.
      E vários outros casos que podemos aqui fazer uma comparação.

      Será que mataríamos uma criança de dois anos de idade porque o pai a abandonou de repente nos braços da mãe desempregada e porque é preciso aliviar o orçamento da mãe e impedir a criança de crescer na pobreza? Será que exterminaríamos uma criança em idade pré-escolar por causa de indícios de que ela sofreria abusos dentro do próprio lar? Se o ainda não-nascido é realmente um ser humano, temos um dever social de encontrar formas de compaixão que ajudem as mulheres sem que essa ajuda implique a morte de um para resolver os problemas da outra.

      Finalmente, não podemos nos esquecer de que a mulher que aborta acaba sendo a segunda vítima deste crime. Muitas vezes, sofre da síndrome pós-aborto, com características somáticas e psíquicas, como perfurações no útero, infecções, partos precoces, esterilidade, câncer de mama etc. Também poderá sofrer obsessões, pesadelos, baixa autoestima, tendência à dependência química e ao suicídio.

      Esta síndrome reflete o profundo conflito de consciência que atormenta a mulher que abortou e que ela dificilmente poderá superar

      1. Meu caro, ajudar uma pessoa ou não, não é obrigação de ninguém. Se eu passar por um local e dar de cara com um acidentado grave, cabe única e exclusivamente a mim decidir ou não ajudar. E não há lei prevista nesse caso que me puna por essa omissão.
        Os únicos casos de omissão de socorro que estão previstos, são no código de trânsito, desde que a pessoa que provocou o acidente fuja do local, e médicos pelo juramento que fazem, fora isso eu posso ficar lá olhando a pessoa falecer que não tem nada no código penal que me puna.
        Quanto ao aborro, acho engraçado essa mania dos religiosos de querer saber o que é melhor para os outros. Veja bem, sou vegano mas nem por isso fico enchendo a porra do saco de quem come carne ou derivado de animais. Não fico tentando passar projetos de leis que proíbem a matança discriminada deles…

        1. Excepcional essa sua comparação ridícula de ser “vegano” com algo que se relacione à vida de um ser humano, tem tudo a ver. Nunca li algo tão idiota em minha vida. Se você não se importa com pessoas que defendem a vida então fica na sua e guarde sua opinião para si. Seres desprovidos de inteligência como você (afinal, não há nada mais evidente que denuncie imbecilidade do que comparar a vida de um ser humano com opção de alimentação) não fazem diferença nenhuma no mundo.

        2. Carolina, minha cara, o Estado é laico mas a política não. Porque estamos em um sistema representativo e por isso a maioria é quem escolhe mais representantes. No Brasil esta maioria é cristã, logo vai eleger mais pessoas alinhadas com as posturas cristãs. É por isso que o aborto não será liberado tão facilmente.

          Como católico que sou, não tenho interesse em impor o catolicismo a ninguém. Mas quando vou votar, escolho candidatos que defendam posturas que se alinhem ao meu credo. E isso acontece, ou deveria acontecer, com todos os católicos. Como somos maioria no país, é natural que elejamos mais deputados e senadores e que estes procurem posicionar-se como nós para não perderem nossos votos.

          Se houver uma votação aberta no Congresso Nacional sobre a liberação irrestrita do aborto, eu ficarei atento ao placar para ver quem vota contra e quem vota a favor da liberação. Os que votarem a favor da liberação não receberão mais meu voto e farei campanha como puder, na minha paróquia, na minha diocese, nas redes sociais, para que nenhum católico vote neles.

          Simples assim!

      2. A tá vítima de estupro solideriedade ao ser indefeso tá bom concordo que indefeso mas se fosse comigo tirava na hora fruto indesejado do capeta que se dane a criança vai me desculpar carregar filho de um vagabundo assassino dane-se os direitos humanos

    7. Tenho certeza que muitas mulheres que sonham em ser mãe vai sim querer adotar crianças saudaveis que não tem culpa de ter um vitima de um estupro e muitas mais muitas outrs mulheres nao veram problemas em ser presenteadas com filhinhos especiais

    8. Então não aborte, dê pra adoção! Tem um monte de casais na fila de espera pra adoção, inclusive de excepcionais…. agora em em vez de abortar depois de doar seu filho dê um tiro na cabeça e faça um bem pra humanidade,menos um abortista no mundo!

    9. Cara quem você pensa que é para decidir entre quem vive ou quem morre, o movimento pró vida existe para defender os indefesos de Bestas como você que acha que pode matar em nome do bem estar. Palhaço

    10. Um problema não justifica a conctepcao de outro, tenho tias, primas adotadas, e sonho em adotar tambem, mas primeiro devemos fundamentar um pouco mais a familia… a reposta para o aborto ( social)/é a adoção sim, acho que voce esta certo, devemos sim nos predispor a adotar os “abortos da vida”, criancas que ninguém enxerga, ou ver como um Marginal, sem futuro, minha mãe poderia ter me abortado, o médico disse para ela fazer isso, e ela não fez e sente feliz por isso, hoje ela tem a mim, ao meu filho e somos uma família. O aborto é um assassinato cruel, e muitas mulheres que buscam essa liberdade morrem fazendo um aborto, é uma agressão ao nosso corpo, bom eu acho tão óbvio o fato que há vida desde a concepção , são processos que todo ser humano passa, bom sou a favor da liberdade de expressão, mas sou contra apologia a crimes!!! Assassinato e crime, vida deve ser valorizada desde o ventre , até quando estamos velho, ou quando não podemos oferecer nada em troca e dependemos totalmente de alguém!!!! Para mim quando não fazemos isso não podemos falar ou ser intolerantes a guerra…

  2. Por que o movimento pró vida vale para os bebês mas não vale para as centenas de milhares de mulheres que morrem realizando o aborto ilegal? A melhor maneira de combater o aborto é educando, não proibindo ou obrigando. Para vocês fazerem o trabalho de vocês, podendo conscientizar mulheres desesperadas da benção de um bebê, e da importância de uma vida, vocês devem lutar por clareza e por atendimento justo e digno para essas pessoas, não o contrário.

    1. Essas mulheres poderiam estar vivas se elas não tentassem MATAR o próprio filho. Legal oU não, o aborto sempre mata e mata principalmente o inocente.

    2. “centenas de milhares de mulheres”? Aonde? No Brasil? Em que lugar? Isso poderia acontecer nos anos 1930 mas não no Brasil de hoje, com atendimentos municipais e estaduais como Medico da Familia, Grupo de Medicina Familiar, etc.
      Sairia nos jornais a toda hora as mulheres “mortas pelo aborto ilegal” como era nos anos 1970. Ainda mais nas denúncias sobre a Saúde Pública…
      A Igreja, através de centenas de ONGs, creches, ambulatórios, hospitais e um sem-número de voluntários ajuda o povo pobre em locais que nenhum outra instituição pensaria em pisar. Pesquise no Google sobre “rede sanitária católica”…

    3. Mas o movimento pró-vida é que está junto das mulheres, ensinando o valor da vida e ajudando materialmente quando possível. Quer provas? Vá a alguma igreja, oras. Isso não aparece na TV, por motivos óbvios. Os defensores do assassinato, por não não serem dispostos a ajudar, preferem exterminar uma vida a ter que sair do conforto de suas casas.

    4. Em prol vida contra o aborto se fala de uma pessoa matando outra….em prol vida da mulher q morre abortando ilegal …ela não tem q abortar…ela assumiu o risco…por desespero ..ppr nao saber pq fazer pq foi estuprada?…pode ser…mas não compare a luta em prol da vida desse jeito…bao tem nada a ver

    5. As mulheres vão conscientes se submeterem a este ato,enquanto que a vida que esta sendo gestada não tem defesa nenhuma…..Se nós mulheres fossemos donas do nosso corpo teríamos controle sobre a nossa existência ou seja escolheríamos se morreríamos ou não…..Somos pertenças de Deus …Ele é o autor da vida.Somente Ele pode decidir tirá-la,esse é o meu pensamento.

      1. Ok, e quem não acredita em Deus?!Por acaso todos são obrigados a seguir a sua crença?! Religião pra mim não é argumento!Ou seja, pra quem não tem religião, os pró-vida não tem argumento nenhum!

    6. Porque as mulheres, em sua maioria, tiveram escolha. Nem todas que procuram aborto foram estupradas. Aliás, é isso que está deixando as feminazis furiosas nesse projeto de lei, pois bastava chegar e dizer que havia sido estuprada para abortar e agora tem de se comprometer fazendo um BO e arriscando um processo por falsa denúncia de crime, que é crime.

  3. É importante que se esclareça de onde são os dados que dão conta de que milhares de mulheres morrem em razão do aborto. Estatisticamente está afirmação não é verdadeira. É uma falácia. Que se diga a verdade. Quanto ao aborto , na legislação brasileira ele é previsto como crime. Recente decisão proferida por magistrado da União Européia confirmou o óbvio .O corpo da mãe não se confunde com o do filho. São seres humanos autônomos.

  4. E por que os movimentos abortistas tb não se empenham na conscientização da saúde da mulher, do planejamento familiar…seguem direto para o assassinato de um ser indefeso?
    E por um acaso os abortistas tb se solidarizaram com as mulheres que carregaram e carregam cicatrizes psicológicas pelo resto de suas vidas, pela consciência de que cometeram um crime contra seu próprio filho?
    E o que os abortista têm a dizer sobre a impossibilidade de abortar uma DST, adquirida por relações sexuais inseguras?
    Sim porque vir defender aborto, justificando estupro é fácil, contudo a maioria dos abortos não têm origem em doenças e estupros e sim na falta de conhecimento, imaturidade, negligência. Esse discurso de “meu corpo minhas regras” é leviano, egoísta e irracional, só reforça a imaturidade e irresponsabilidade que muitas pessoas, tanto homens quanto mulheres têm com sua conduta sexual. Aborto não foi, não é e nunca será solução pra nada.
    Tratemos de levar a sério nossas escolhas, nosso comportamento. Nosso respeito por nós mesmos e por nossos semelhantes.

  5. Quem faz aborto sabe q eh crime e q eh errado hoje em dia a informaçao o bastante para saber disso, o processo do aborto e mostruoso não aceedito q as pessoas nao conseguem ver isso. Se nao fosse o sim da minha mae eu nao estaria viva,pois nao fui uma filha planejada e meu pai sugeriu o abordo e minha mae mesmo podendo ser julgada ser mae solteira sem condiçoes de me criar resolveu me ter por q para ela o aborto e um assassinato e ela nao faria isso com um ser q ja fazia parte dela e graças a esse sim eu estou aqui .
    SIM A VIDA ,NAO AO ABORTO

  6. Muitas pessoa quando vão ter suas relações sexuais, usam preservativo não com medo de pega alguma doença sexualmente transmissível e sim com medo de ter alguma gravidez indejesada, percebam que quando alguma jovens vai ter relação, e fala pro seu parceira que toma remédio ele fica todo feliz e vai quere transar sem preservativo. Então se formos a favor do aborto simplesmente vai acontecer que muitas pessoas vai usar o aborto como se fosse um anti concepcional.

  7. Mariana. Não só o Movimento Pró Vida, mas também muitos outros movimentos cristãos, trabalham a duras penas, para concientizar e prevenir contra qualquer tipo de aborto. Falar de “aborto seguro” é uma falácia. Seguro é não abortar! Mesmo no nosso “maravilhoso” SUS ou nas clínicas particulares (que lucrariam grandes fortunas), este procedimento poderia causar traumas e sequelas físicas e psicológicas. E sim, estes movimentos também garantem que mães e os bebês tenham toda a assistência necessária. Também se responsabilizam por adotar ou destinar os bebês para adoção caso suas mães não os queiram criar. Mas o que acontece, na grande maioria dos casos, é que após a gestação, as mães é que não querem mais abrir mão dos seus filho. Porque descobriram nele a força necessária pra vencer o que lhes afligia e outrora as fazia pensar em abortar.

  8. A vida sem dúvida. Você poderia ter cido um aborto. Mas ai vc está vivo, ai vive e quer que um ser inocente também ñ tenha esse direito. Ai meu Deus.

  9. A vida começa no momento da concepção, logo o aborto nao é uma questão meramente religiosa. Ele é crime, e deveria ser considerado hediondo, pois é um atentado contra vida de um ser humano totalmente incapaz de se defender. Essa historio de aborto r direito da mulher porque o corpo é dela, é totalmente sem sentido pois o ser que ela se gera não é parte do corpo dela e sim umaoutra vida que se inicia. Onde estaríamos todos nós se nossas mães tivessem optado pelo aborto? Pela vida sempre. Aborto nunca mais.

    1. Não diga besteira, sou bióloga e a verdade é que na comunidade cientifica não existe um consenso sobre quando se inicia a vida. O conceito de que a vida se inicia na concepção é puramente religioso sim, o que acaba criando barreiras para a ciência, como o uso de células-troncos embrionarias para cura de doenças. E uma vez que o feto depende do corpo da mulher pra sobreviver ela tem o direito de decidir se quer gerar sim!

  10. Vamos falar também contra o aborto dos nascidos, pois a bancada da bala está prestes a abolir o Estatuto do desarmamento na Câmara Federal. Serão abortivos de vários calibres, prontos a disparar e dissipar vidas a qualquer pretexto.

  11. Queria que a mae dessas pessoas que defendem tanto o aborto, tivessem feito o mesmo. Menos besteiras estariamos lendo. Pior ainda é ver pais e maes defendendo isso. Sinal de que acham que seus filhos sao apenas prosutos descartaveis. Sera que gostariam de ter tirado o bebe quando estavam na barriga? Hoje nao teriam a criança que tanto gostam de exibir nas “Caras” da vida.

  12. O aborto é um dos assassinatos mais brutais e covardes, pois, mata-se inocentes, sem nenhuma chance de defesa. O corpo do feto não é uma extensão do corpo da mãe, como sugerem os abortistas. A mulher deve ter o direito de fazer o que quiser com o seu corpo, não com o corpo do bebê, que é outra pessoa. A mulher pode abster – se de relações sexuais, fazer cirurgia para não ter filhos, usar preservativos, suicidar – se, etc. O corpo é dela. Mas, não poder querer ter o direito de matar um inocente que não tem culpa alguma da irresponsabilidade dos pais e não pediu para ser gerado.
    Diante dessa campanha abominável dos atores globais, a melhor coisa que os Cristãos deveriam fazer é boicotar os programas da Globo e as peças de teatro desses apologistas da morte.

  13. Os defensores do aborto, estão vivos? Ah!! Pensei que fossem vozes do além. Ora nos polpe de suas ridículas argumentações.
    Com força vamos defender a vida sim, sempre guiados pela palavra de Deus.

  14. Uma matéria que só mostra um lado e não comprova o que diz. Quais são as fontes? Realmente, estamos a grande passos do movimento pró-vida, além desse falado no texto, não podemos esquecer tb a tentativa de derrubar o estatuto do desarmamento e a diminuição dos direitos da mulher quando agredida!! Um grande avanço da sociedad… Não pera!

  15. A preocupação da igreja com relação ao aborto não está diretamente ligado a compaixão ao embrião, tem mais a ver com o castigo de Eva. Com o pecado original a mulher foi condenada a sofre a dor no parto, essa dor é algo abrangente e não se restringe ao momento do nascimento da criança. Ser estuprada, engravidar do estuprador e ter que gerar a criança faz parte desse castigo, ou provação. Dentro dos dogmas religiosos a mulher não pode simplesmente abrir mão desse sofrimento, ela precisa passar por isso. Senhores, tenho colegas da igreja: seminarista, ex-padres, membros ativos. Cheguei a esse entendimento após conversar com eles sobre uma entrevista de Dom Odilo Pedro Scherer. Em determinado momento ele afirmou que a preocupação com a preservação da vida do bebê anencéfalo se constituía em um argumento JURÍDICO utilizado pela igreja. Pena não ter encontrado a entrevista, mas para mim ficou subentendido que a preservação da criança não era necessariamente a preocupação da igreja. Entendo que o objetivo maior da igreja com essa discussão é impor sofrimento as mulheres.

  16. Acredito que o aborto deve ser legalizado para algumas situações específicas pois assim a taxa de mortalidade das mulheres ia diminuir bastante!!!

    1. Gabrielle, quantas mulheres você conhece que morreram por conta de aborto ilegal? Mas a criança MORRE independente do tipo de aborto. Os números sobre aborto no Brasil são absurdamente mentirosos e isso está comprovado. Não se deixe enganar, pois é a principal estratégia dos que são a favor da cultura de morte no Brasil.

      Forte abraço

      1. sinceramente eu não sei qual é o numero sobre aborto no Brasil, mas, acredito que seja enorme, pois existe um numero muito alto de abortos ilegais e por ser ilegais não são divulgados e se enganam quem acredita que estes abortos são feitos em clinicas clandestinas, estes abortos são feitos em grandes hospitais e não porque são gestações de um estrupo ou cosa assim, a mulher deseja abortar, paga e pronto, porque digo isto? investiguem as coletas de lixo hospitalar e verão que o que digo é verdade, não sei se já mudaram alguma coisa, mas, trabalhei na empresa de coleta de lixo de minha cidade e lá todo dia chegava fetos para serem incinerados juntamente com os verdadeiros lixos hospitalares, como sei disto? uma vez o rapaz que trabalhava no incinerador ao jogar os sacos de lixo para incinerar, um se abriu e ele então viu que se tratava de um feto de pelo menos uns 8 meses, ele então se revoltou, mas, os dirigentes da firma o convenceu de que se ele não fizesse, alguém faria e lutar contra tubarões era inútil, ele então para manter seu emprego aceitou continuar, mas, com a condição de que quando se tratasse de um feto o mesmo deveria ser bem embalado não só dentro de um saco, mas, também dentro de uma caixa de papelão para que o mesmo não abrisse e assim ele pudesse concluir seu trabalho, a partir dai todos os dias chegava para ser incinerados pelo menos 3 ou 4 caixas, isto porque é ilegal, é crime, imaginem se fosse legalizado. quanto a mulher ser dona do próprio corpo, então basta ela dizer, eu não vou engravidar e pronto, há, ela não pode definir isto? então ela não é dona de nada, nem do próprio corpo, nem da própria vida. aborto é crime e quem é a favor é criminoso!

  17. Quem nasceu é a favor de aborto deveria se matar. Desculpe a grosseria, mas nós também lutamos como Igreja, contra suicídio. Mas e absurdo ser a favor de assassinato. Pois, é isso que aborto representa. E a Igreja não é só contra, ela aponta caminhos e abre os braços para acolher as crianças indesejadas. Conheço uma família que acolheu 02 crianças filhas de uma mulher viciada em crac. Isso e possível. Não quer a criança eu quero.

  18. Incrível a quantidade de besteira dita no texto. Aborto é questão de saúde pública e quem não apoia, ok, não aborte. Mas, não tire a chance de ninguém NÃO quer ter filhos, independente de métodos anticonceptivos serem usados ou não. É um direito da mulher decidir, não de vocês, movidos pelo argumento da religião. Vão cuidar da criança quando nascer? Não. Então fique na sua.

    1. Aborto é crime e mata uma pessoa, isso sim é questão de saúde pública. Quer dizer que quem quiser matar mate, desde que eu não mate?! É essa a lógica? É esse o direito? Direito de matar?
      Mostre a religiosidade no discurso.

      Att. Vida sem dúvida

    2. Vidasemdúvida concordo plenamente!!

      Isso soa como uma autorização aos bandidos, assassinos, estupradores agirem livremente e sem culpa, pq afinal… Esse é um ‘direito’ deles.. escolha deles.. ngm deveria ter nada haver com isso.. seria querer se meter numa decisão alheia…

  19. Argumento: Faço o que eu quiser com o meu corpo!!! Concordo!!! Faça e assuma as consequências. Agora “aquele corpo” (para usar uma linguagem consonante com aqueles que defendem o argumento do “meu corpo”) que está dentro do teu corpo não é teu corpo. É outro ser vivo, um SER HUMANO. Não um “apêndice” que pode ser eliminado da qualquer momento……

  20. extremista não! Se amostra! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  21. Se o corpo e de vocês e vocês querem respeito, comecem aprendendo a se preservar, na hora de virar o olhinho o corpo e de vocês na hora de matar, foda se o outro, o pior, esses caras que defendem isso se julgam mega instruídos, por favor, a que ponto estamos chegando…

  22. Pensem nas mulheres, nas consequências catastróficas de um aborto na sua saúde física e mental.

    Pensem na pessoa que é assassinada sem nenhuma chance de defesa.

    Pensem também na importância de uma alta taxa de natalidade para o sustento e desenvolvimento de uma nação.

    Pensem em vocês mesmos : que bom que vocês não foram abortados!

    1. Não é palpite, nem questão religiosa. O preconceito aqui parece estar mais nas suas palavras do que em nossa publicação. Não fazemos apologia ao crime, nem concordamos com assassinato de inocentes. Crime não é opção!

  23. Quer ser dona do próprio corpo? Movimento pró vida? Milhares de mulheres que morrem devido a abortos ilegais? Ah gente pelo amor de Deus, vá todos que pensam assim toma no orifício circular corrugado…. Só engravida quem quer…. com tanto anticoncepcionais e preservativos por ai, vencendo nos postos de saúde…. gratuitos…. Meu corpo, minhas regras? Vai se tratar doente, que se realmente fosse seu corpo suas regras vcs estaria se cuidando na hora de abrir as pernas….

  24. A culpa não é da Rede Globo, mas das pessoas que fazem a mídia, no caso esse vídeo é uma retalição as críticas do filme, O Olmo e a Gaivota da cineasta e atriz não “global” Petra Costa, esse vídeo é de responsabilidade dela e do poder dos sindicato dos atores ligados ao PT. \o

  25. Perdeu Rede Globo​, assim você vai perder feio para a REDE RECORD. Quem diriam atores que sempre admirei, se prestar a um serviço deste! Vai ficar marcado para sempre quando nas novelas vocês mostrem o rosto. O que vocês sabem sobre a Virgindade de Maria? Foi feio em! Não seria mais legal se vocês unissem as igrejas para uma conversa? Mas entrar logo machucando!? Colocando Maria nesta sujeira! Será que não se tem uma solução em vez de machucar os católicos? Dar a entender que quando vocês deturpam a imagem de Maria é querendo de uma certa forma, ganhar os evangélico não isso? Evangélico de verdade jamais entrará nesta campanha e sim aqueles revoltados como vocês. Eu acredito que qualquer filho que se sente ferido pela dor de uma mãe, não se calará. Então deixar que Jesus tome as dores de sua mãe. Eu tenho fé, eu tenho fé. Tudo isso poderia ser resolvido de forma diferente sem colocar o nome da Mãe de Jesus. Deixe a criança nascer e ela mesma vai decidir. Uma mãe que foi violentada desta forma, deve ser acompanhada durante e depois de sua gestação. Já houve casos desse tipo, de uma mãe que quis abortar e uma senhora criou a criança quando ela estava já adolescente, muito inteligente a mãe que sabia que era a sua filha,a procurou e a filha lhe disse: Mãe é aquela que cria e não aquela que mata e ainda disse: vou procurar o meu pai, ele não sabe que sou filha. Talvez a ele eu perdoo.

    1. Acho essa campanha global muito contraditória. Incentivam aborto, e quando chega agosto ficam pedindo dinheiro pro Criança Esperança. Contraceptivos são distribuídos gratuitamente, e quando não são bem acessíveis no mercado. Trata-se de um trabalho de higienização social que os aparelhos midiáticos incentivam, basta observar…das mulheres que abortam e morrem em virtude de um procedimento mal feito, 95% destas são de países em desenvolvimento, 70% são negras. São cerca de 2 milhões de abortos realizados no mundo, sendo que cerca de 70 mil mulheres morrem ou ficarão com complicações posteriores , como por exemplo, não poderão mais engravidar (para cada mulher que morre ou apresenta complicação, são aproximadamente 29 fetos que morrem, dados da OMS, 2010). Partindo dessa lógica o que podemos observar em alguns anos, é a diminuição considerável da população jovem e aumento da população idosa. Apresentaremos no futuro, o mesmo problema que está sendo observado na China, cujo a população idosa superou a população jovem, trazendo assim um déficit previdenciário, uma vez que a expectativa de vida aumentou. Qual será o plano pra esse problema também? Matar os idosos como forma de conter os rombos das contas governamentais? Sou a favor que reforcem as campanhas de planejamento familiar. Em relação à vítima de estupro, sou a favor da punição do criminoso, não da criança…alegam que a criança representa para a mulher um trauma contínuo de todo o sofrimento que esta viveu nas mãos de um estuprador, mas ao passo que ao interromper a vida, está cometendo um crime tão hediondo quanto o praticado contra ela.

  26. Quem realmente desaprovou o vídeo?
    Bem, texto apelativo, com argumentos muito superficiais, sem referências sólidas e se não bastasse mal escrito. Somente esse blog para publicar um artigo como esse.
    Brasil é um estado laico, desculpem, todos deveriam saber disso! Moral cristã segue quem quer. Brasil sendo laico a moral não pode ser influênciada por nenhuma crença ou religião, podem reclamar, mas é assim que as coisas precisam funcionar!
    Puxar sardinha é fácil, dizer da boca para fora sem pesquisar é querer continuar na ignorância.
    Pesquisem mais, olhem por baixo do pano.

    1. O vídeo foi esmagadoramente reprovado em sua fonte original (basta acessá-lo no Youtube e conferir). A questão não é “quem” reprovou o vídeo, mas “por que” foi reprovado? Não era necessário um artigo com grande profundidade científica para denunciar a apologia ao crime que o vídeo traz. E pare com o discurso de demonização da religião e redução do movimento em defesa da vida a algo vinculado unicamente à fé. Os argumentos a favor da vida não vem da bíblia ou do catecismo, mas dos livros de embriologia, genética, histologia, fisiologia, etc… São nossas fontes!
      O texto está com os links de todas as referências citadas, basta clicar e acessar.
      Vivemos num estado laico, não laicista. O pressuposto do estado laico é a liberdade de culto e o respeito a tal liberdade, não o ataque à fé alheia, como faz o vídeo.
      Não estamos puxando sardinha, mas defendendo a verdade que a senhora infelizmente ignora por não fazer ideia do que está por traz do movimento ideológico que investe milhões de dólares para impor a legalização do aborto em nosso país. Com honestidade, procure se informar. Sugiro que leia os artigos que deixarei abaixo para ver o que realmente está por baixo do pano.

      https://blog.comshalom.org/vidasemduvida/aborto-fundacoes-internacionais-grande-conspiracao-historica/

      https://blog.comshalom.org/vidasemduvida/aborto-fundacoes-internacionais-limitacao-natalidade-educacao-sexual/

      https://blog.comshalom.org/vidasemduvida/aborto-fundacoes-internacionais-catolicas-direito-decidir/

      https://blog.comshalom.org/vidasemduvida/aborto-fundacoes-internacionais-entenda-estrategia-cavalo-troia/

      https://blog.comshalom.org/vidasemduvida/aborto-fundacoes-internacionais-breve-introducao/

  27. Engraçado… 99% dos comentários a favor do aborto vem da ala masculina, porque será?
    Respondo: Porque não são eles que vão ter que passar pelo assassinato, e não são eles que vão ter que carregar esse fato pelo resto de suas vidas.
    Respeito pela religião em primeiro lugar, respeito pelas igrejas e seus dogmas, mas acima de tudo: RESPEITO A VIDA!!!!!!!!

  28. meu Deus , quantos cientistas deixaram de existir porque foram abortados ? Quantas pessoas seriam curadas através da descoberta de algum remédio , que os cientistas descobriria e salvaria milhares deles ? Isso é assassinato , pior ainda matar anjinhos indefesos . Meu Deus quanta maldade . O Brasil esta indo pro fundo do poço , não só no sentido político , mas tambem , pela falta de ética , moral , religiosa do povo que apoia tamanha crueldade dessa natureza , Misericordia meu deus

  29. O que eu acho engraçado e que em momento algum no vídeo é mencionada o nome da emissora, e olha que eu não assisto Tv aberta. Outra o vídeo, foi em respostas a comentários machistas e totalmente hipócritas feito a autora do Filme Olmo e a Gaivota o conceito interpretação que este vídeo traz, muitas pessoas se negam a entender, ou não tem está capacidade. E por incrível que pareça a apologia sobre o aborto que vcs tanto discutem, essas apologia que o vídeo traz, ESTÁ QUE NÓS MULHERES DEVEMOS DECIDIR, NÓS DEVEMOS SABER O QUE QUEREMOS, O NOSSO CORPO, sera que é tão difícil entender. E antes de finalizar uma simples perguntinha! simplesinha, se mulher e crime abandonar, ou aborta, e o homem que abandona seus filhos, só serve pra fazer e sumir no mundo? que pede que a namorada de um ” jeito” ou que nega o filho? É o que? Ate porque, o que eu sei, e que mulher nenhuma faz filho sozinha!!!

  30. Desculpe, mas apesar da relevância do tema, o seu texto não tem sustentação, uma vez que vc põe fatos sem pôr as devidas fontes. Por exemplo: Mais te 80% da população é contra o aborto – de onde vc tirou isso? Qual instituto fez esse levantamento? Entendeu? Fatos como este diminuem a credibilidade do texto. Tente corrigir.

    1. Prezada Ana, todas as fontes estão no texto como links para acessá-las, basta colocar o “mouse”. Particularmente esse dado de 82% é do Instituto Data Folha. Os números dados que não se comprovam são os disparados pela própria Rede Globo, esses sim não tem fontes.

  31. Só vi desespero nesse texto mesmo, o vídeo eu achei bem coerente.
    Ps: Eles não cometeram crime nenhum “incitação ao crime (promover o aborto é promover um crime!”

  32. “cujo objetivo é destruir os valores cristãos na sociedade”
    oooooiii?????
    Gente! O objetivo no mínimo é promover LIBERDADE. Porque quem não é cristão tem que viver sob leis cristãs? Vocês cristãos (referente a esse texto, sei não são todos assim.) que estão querendo destruir qualquer forma de viver além da que vocês ACREDITAM ser ideal.

    Só mais uma coisa, quando uma pessoa está em um hospital e tem “morte cerebral” essa pessoa é considerada morta, correto? A partir de quantas semanas o feto/bebe começa a ter atividade cerebral?
    http://super.abril.com.br/ciencia/vida-o-primeiro-instante

    Enfim, eu consigo entender que pessoas religiosas não concordem com o aborto. Eu não faria jamais. Mas o Estado é LAICO. O que religião acha ou deixa de achar não deve ser posto em pauta quando o assunto é LEI. Por isso digo SIM a legalização do aborto.
    Cristãos que acham que conhecem todas as realidades nesse país e acham que é só ‘fechar as pernas’ são egoístas demais para achar que uma lei serve só para sua comunidade.

    Deus é amor. Vamos transmitir mais amor minha gente!
    TODAS AS FORMAS DE AMOR SÃO VÁLIDAS e devem ser respeitadas.

    Reflexão com amor pra vcs

    1. Prezada Carolina, permita-nos esclarecer alguns pontos importantes para que não haja más interpretações aqui, ok?

      “Gente! O objetivo no mínimo é promover LIBERDADE. Porque quem não é cristão tem que viver sob leis cristãs? Vocês cristãos (referente a esse texto, sei não são todos assim.) que estão querendo destruir qualquer forma de viver além da que vocês ACREDITAM ser ideal.”
      Segundo sua afirmação, é lícito lutar pela liberdade para que uma mãe tenha “direito” de tirar a vida de um filho? É prerrogativa liberdade materna matar seu próprio filho? O mais justo e natural não seria o inverso? Além disso, o artigo não pede que as pessoas sejam batizadas, se confessem, frequentem Missas ou cultos, mas que vidas humanas não sejam exterminadas no útero das suas mães! Onde está a religiosidade desta exigência? Isso é o código penal que pede, não a bíblia ou o catecismo. Quem está querendo destruir toda forma de vida não somos nós, mas as reivindicações com as quais a senhora compactua e defende publicamente como um ato de liberdade. Cremos que isso é o inverso da liberdade. Liberdade é deixar viver!

      “Só mais uma coisa, quando uma pessoa está em um hospital e tem “morte cerebral” essa pessoa é considerada morta, correto? A partir de quantas semanas o feto/bebe começa a ter atividade cerebral?” Este argumento carece minimamente de lógica medico-científica. Sugiro ler o artigo citado abaixo ou assistir ao vídeo que desconstrói esse erro lógico bastante comum e amplamente utilizado por quem desconhece o assunto.

      https://blog.comshalom.org/vidasemduvida/criterio-morte-criterio-vida/

      https://blog.comshalom.org/vidasemduvida/vida-humana-comeca-formacao-sistema-nervoso/

      “Enfim, eu consigo entender que pessoas religiosas não concordem com o aborto. Eu não faria jamais. Mas o Estado é LAICO. O que religião acha ou deixa de achar não deve ser posto em pauta quando o assunto é LEI. Por isso digo SIM a legalização do aborto.”

      Aborto é crime e mata uma vida inocente, isso é constatado cientificamente. (https://blog.comshalom.org/vidasemduvida/o-que-a-ciencia-diz-sobre-o-inicio-da-vida-humana/). Se a senhora diz que jamais faria um aborto, mas concorda com quem faz, então é também a favor do sequestro? Da sonegação de impostos? Do roubo seguido de morte? …. Todos são crimes previstos em lei e nem todos atentam tão gravemente contra a vida como é o caso do aborto. Mas se vale a sua regra do “quem quiser que faça”, então vale tudo? Reflita.

      Saudações

      1. A “melhor” parte dos pseudos artigos que vocês escreveram aqui (não se trata de uma publicação cientifica) é “sem o cérebro o embrião consegue sim sustentar seu organismo de forma autônoma”, claro, já que é assim podemos tira-lo do corpo da mãe e deixa-lo viver sozinho! Seus argumentos não tem embasamento cientifico e não são nada alem de opinião pessoal

  33. ñ sei mas tenho 57 anos e penso só o fato de ser estrupada ja é horrivel imagina vc gerar um filho desta situação em q todos os dias de tua vida ao olhar p aquela criança vem tudo o q vc passou neste dia p resto de sua vida isto seria uma tortura constante ..pense em uma menina de 12 ou 13 ano..será q este filho vai ter o mesmo amor como é impossivel tal cisa q deve de ser uma decisão particular ok

    1. Pois é… deve ser mesmo uma tortura. Não discordo de você. Mas não vou admitir que o bebê seja punido com a morte, quando o próprio estuprador, se for capturado, não receberá essa sentença.

      Será que as pessoas não conseguem entender essa coisa tão simples. Não existe pena de morte nem mesmo para culpados no Brasil. Por que, então, deveria haver pena de morte para bebês inocentes?

      Se você acha justo tirar a vida de alguém porque outra pessoa se sentirá mal com a existência dessa pessoa, então você deve defender a liberação do assassinato também. Porque homicídio é justamente isso: a presença de uma pessoa me causa mal e eu me livro dessa presença matando-a.

  34. PARA CADA UM QUE É A FAVOR DO ABORTO , GOSTARIA DE FAZER UMA PERGUNTA.’ SE VOCÊ ESTA AI NESTE COMERCIAL SENDO A FAVOR DO ABORTO , É PORQUE TEVE UMA MÃE QUE ESPERANDO NOVE MESES O SEU NASCIMENTO PASSANDO MUITAS VEZES POR DORES , NOITES MAU DORMIDA E MUITAS VEZES SONHANDO COM A SUA CARINHA, AGORA VOCÊ, É A FAVOR DA MORTE DE UM INOCENTE, PENSE BEM SE SUA MÃE TIVESSE O MESMO PENSAMENTO QUE O SEU VOCÊ NÃO TERIA NEM A CHANCE DE SER A FAVOR DO ABORTO.

  35. o orgumento continua, e sempre con desculpas, se a minha filha e estrupada, eu nao preciso de uma lei que me apoie a fazer o aborto, passa a ser uma decisao pessoal como e muitos casos fazemos na vida diaria, ninquen vive completamente pelo o livro da lei, o abordo existe e ira sempre existir, porem legaliza-lo e totalmente inresposavel and moralmente contrario a fundacao familiar, eles queren a legalizacao para ter como plataforma os meios de estudos geneticos na possivel formacao cientifica do ser humano, se voce e ateu e nao acredita e Deus e na nossa divina formacao, entao o aborto tamben deve ser o seu caminho, porem antes pense ben, se a tua mae tivesse exercido esta opcao voce nao estaria aqui.

  36. Há pessoas que ainda confundem liberdade de expressão com falta de respeito à fé do próximo. Nunca vi um cristão fazer um vídeo destratando os que não acreditam em Deus, e se o faz é porque não é cristão. Mas o que acho mais lamentável nesses atores e na Rede Globo é que no final do ano eles invadem algumas casas solicitando doações para salvar uma criança: da fome, da miséria, etc. E promovem um vídeo, muito feio por sinal, solicitando a liberdade de matar uma criança.